Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chapéu usado por Napoleão em batalha contra Rússia será leiloado em Paris

Objeto faz parte de uma coleção que estará a venda como parte das comemorações do bicentenário da morte do célebre imperador francês

Por Amanda Capuano 15 jul 2021, 12h14

Um dos famosos chapéus de feltro usados por Napoleão Bonaparte (1769-1821) em suas batalhas à frente do exército francês será leiloado em setembro para marcar o bicentenário da morte do militar. Conforme divulgado nessa quinta-feira, 15, a Sotheby’s, organizadora da venda, estima que o chapéu – possivelmente usado durante a vitória triunfante do exército napoleônico contra a Rússia na batalha de Friedland, em 1807 – deve ser arrematado por algo entre 400 000 e 600 000 euros (de 2,4 a 3,6 milhões de reais em cotação atual).

Ao longo da história, 19 chapéus bicornes foram identificados como sendo de Napoleão, a maioria deles hoje pertencente a acervos de museus. Esse, em específico, foi comprado em 1814 pelo político e aristocrata escocês Sir Michael Shaw-Stewart, que levou o objeto histórico para a propriedade de sua família em Ardgowan, na Escócia, onde foi passado de geração em geração.

  • Além da vitória sobre a Rússia, acredita-se que o chapéu foi usado por ele ao assinar o tratado de paz de Tilsit, que firmou a vitória francesa na Quarta Guerra de Coalizão e dividiu a Europa continental em zonas de influência francesa e russa. É considerado o auge das conquistas napoleônicas.

    O leilão acontecerá entre os dias 15 e 22 de setembro e, além do chapéu, será colocada à venda uma centena de objetos relacionados a Napoleão, como obras de arte, esculturas, pratas, móveis, porcelanas, joias, fotografias, memorabilia e uma máscara mortuária baseada na original – esta última, também estimada entre 400 000 e 600 000 euros.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade