Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Cerimônia do Grammy surpreende com shows memoráveis em plena pandemia

Premiação tinha tudo para se transformar em uma grande e chatíssima live, mas acertou ao se transformar em uma celebração da música

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 15 mar 2021, 09h50 - Publicado em 15 mar 2021, 01h44

A 63ª edição do Grammy tinha tudo para ser a mais chata e sem graça da história. Feita em plena pandemia e premiando discos lançados durante o confinamento, a festa prometia se transformar em uma longuíssima live com artistas se revezando em apresentações pouco inspiradas. E, no entanto, ela foi o oposto disso. Com uma direção excepcional e um elenco de artistas afinados, a festa voltou a ser o que era: uma celebração da música. Logo nos primeiros minutos de apresentação,  o mestre de cerimônias Trevor Noah surgiu em um imenso galpão com palcos individuais, onde cada artista faria o seu show. Sem enrolação, Harry Styles, Billie Eilish e o trio Haim intercalaram suas performances. Na sequência, veio Dua Lipa e Black Pumas, não dando tempo para ninguém respirar.

A sacada dos organizadores foi não transformar o Grammy em uma massante entrega de prêmios ao criar um evento mais musical e menos formal. Não por acaso, o anúncio ao vivo do primeiro vencedor da noite só foi ocorrer depois de 30 minutos de transmissão. Veja aqui os premiados. Além disso, mais da metade dos 84 ganhadores foram anunciados previamente, deixando a surpresa apenas para as principais categorias da noite.

LOS ANGELES, CALIFORNIA: In this image released on March 14, Dua Lipa performs onstage during the 63rd Annual GRAMMY Awards at Los Angeles Convention Center in Los Angeles, California and broadcast on March 14, 2021. (Photo by Kevin Winter/Getty Images for The Recording Academy)
Dua Lipa foi uma das atrações do Grammy 2021 – Kevin Winter/Getty Images

Não parecia uma tarefa fácil, mas a premiação entregou vários shows realmente marcantes. Entre os destaques estão Taylor Swift, que tocou em um deslumbrante cenário de floresta, o Black Pumas, que foi perfeito na execução da canção Colors, e a cantora Brittany Howard, que interpretou You’ll Never Walk Alone, em homenagem Gerry Marsden, líder do Gerry & The Pacemakers, que morreu em janeiro de 2021. Direto de Seul, na Coreia do Sul, o grupo BTS também fez uma apresentação ao vivo, em um cenário idêntico ao montado pela produção do Grammy em Los Angeles.

A maior surpresa da noite, no entanto, foram os quatro troféus que Beyoncé ganhou, totalizando 28 estatuetas, tornando-se a mulher mais vitoriosa da história da premiação. Mas teve também prêmios para Taylor Swift, Megan Thee Stallion, Harry Styles, Billie Eilish, Fiona Apple e até para Kenye West (que não foi na festa), mas venceu na categoria álbum cristão contemporâneo com Jesus is King.

Continua após a publicidade

LOS ANGELES - MARCH 14: Cardi B and Megan Thee Stallion performing at THE 63rd ANNUAL GRAMMY® AWARDS, broadcast live from the STAPLES Center in Los Angeles, Sunday, March 14, 2021 (8:00-11:30 PM, live ET/5:00-8:30 PM, live PT) on the CBS Television Network and Paramount+. (Photo by Francis Specker/CBS via Getty Images)
Cardi B and Megan Thee Stallion fazem show no Grammy 2021 – Francis Specker/Getty Images

Mesmo com as pouquíssimas entregas de troféus, ao todo, a transmissão teve três horas de duração, sendo a maior parte dela preenchidas por apresentações musicais. Mesmo quando chegava a hora da entrega dos prêmios, a dinâmica não foi chata. Tudo acontecia em um palco montado no alto de um prédio, em uma área completamente arejada e com pouquíssimas mesas. Na hora do discursos, era até possível ouvir barulhos de carros e buzinas, vindo do movimento das ruas lá embaixo, no centro de Los Angeles, em frente ao ginásio do Staples Center. O lugar contou com pouquíssimas mesas e somente os indicados ficavam sentados por ali, intercalando seus lugares com os próximos indicados.

LOS ANGELES, CALIFORNIA: In this image released on March 14, Brittany Howard performs onstage during the 63rd Annual GRAMMY Awards at Los Angeles Convention Center in Los Angeles, California and broadcast on March 14, 2021. (Photo by Kevin Winter/Getty Images for The Recording Academy)
Brittany Howard se apresenta no Grammy 2021 – Kevin Winter/Getty Images

Com este acerto, o Grammy provou que é possível fazer premiações divertidas e interessantes, mesmo durante a pandemia. Fica o desafio para que o Oscar, que acontece em 25 de abril, consiga superar e entregar uma cerimônia à altura.

LOS ANGELES - MARCH 14: Black Pumas performing at THE 63rd ANNUAL GRAMMY® AWARDS, broadcast live from the STAPLES Center in Los Angeles, Sunday, March 14, 2021 (8:00-11:30 PM, live ET/5:00-8:30 PM, live PT) on the CBS Television Network and Paramount+. (Photo by Francis Specker/CBS via Getty Images)
Black Pumas foi uma das atrações do Grammy 2021 – Francis Specker/Getty Images
LOS ANGELES - MARCH 14: Harry Styles performing at THE 63rd ANNUAL GRAMMY® AWARDS, broadcast live from the STAPLES Center in Los Angeles, Sunday, March 14, 2021 (8:00-11:30 PM, live ET/5:00-8:30 PM, live PT) on the CBS Television Network and Paramount+. (Photo by Francis Specker/CBS via Getty Images)
Harry Styles foi um dos destaques do Grammy 2021 – Francis Specker/Getty Images
Continua após a publicidade

Publicidade