Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Com Harry Styles e BTS, Grammy adere ao esquema das ‘lives da pandemia’

Premiação que acontece no domingo, 14, terá diversos shows de artistas indicados, como Taylor Swift e Billie Eilish, alguns ao vivo e outros já gravados

Por Raquel Carneiro 12 mar 2021, 12h16

Em 2020, a temporada de premiações nos Estados Unidos, que vai de janeiro até março, ocorreu com todo glamour e pompa que lhe é tradicional. Globo de Ouro, Oscar e Grammy entregaram seus troféus sem saber que, no ano seguinte, a situação seria bem diferente. Após o fiasco do Globo de Ouro em 2021, que não acertou o tom do humor e nem a qualidade técnica, o Grammy é a próxima premiação a se aventurar em meio à pandemia. Neste domingo, 14, acontece a cerimônia que elege o melhor da música enquanto apresenta diversos shows de grandes nomes da indústria.

O eleito para abrir a festa foi Harry Styles. Também estão confirmadas apresentações de Taylor Swift, Billie Eilish, Dua Lipa, BTS, Cardi B, Post Malone, Megan Thee Stallion entre outros, que vão preencher as mais de três horas de festa. Fica a dúvida, porém, se o Grammy e seus ilustres convidados vão conseguir fazer da cerimônia algo além das famigeradas lives que tomaram a TV e as redes sociais no início da pandemia: os indícios sugerem que não.

Apesar da produção do programa prometer que os shows serão superproduzidos, e darão aos espectadores em casa a “sensação de estar num estádio com 14.000 fãs ao lado”, os detalhes revelados até agora não parecem tão promissores. Algumas das apresentações serão ao vivo, enquanto outras já foram gravadas, sem o calor da plateia que acompanha estas premiações. Jack Sussman, executivo do canal CBS, que exibirá a premiação nos Estados Unidos, porém, prometeu: “Não será mais uma reunião de Zoom”. É esperar para ver.

  • Do outro lado, rindo à toa, está The Weeknd. O cantor americano, esnobado pelo Grammy, recusou participar da premiação optando pelo show de intervalo do Super Bowl. A apresentação orçada em 7 milhões de dólares foi um estouro, colocando o cantor entre os melhores que já pisaram no estádio em uma final da NFL.

    Com Trevor Noah na apresentação, o Grammy vai ao ar no Brasil pelo canal pago TNT, a partir de 21h.

    Continua após a publicidade
    Publicidade