Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Por que o União Brasil rejeita ser vice de Ciro, Doria e Simone

Partido abandonou aliança com MDB e PSDB por uma candidatura única da chamada "terceira via" nesta quarta-feira

Por Gustavo Maia Atualizado em 29 abr 2022, 22h38 - Publicado em 29 abr 2022, 16h30

Depois de descartar, nesta quarta-feira, uma aliança com João Doria ou Simone Tebet, do PSDB e do MDB, respectivamente, o União Brasil está mesmo decidido a lançar uma candidatura própria ao Palácio do Planalto.

Cortejado por Ciro Gomes, mais bem posicionado nas pesquisas, o partido que lançou o próprio presidente como presidenciável tem forte resistência ao programa econômico defendido pelo candidato do PDT, o que deverá inviabilizar uma chapa que una os dois.

O principal obstáculo no caso do pedetista é o projeto liberal encampado pela legenda que resultou da fusão entre PSL e DEM, que defende menor interferência do Estado e mais privatizações, por exemplo. Ciro, por sua vez, já prometeu revogar a reforma trabalhista aprovada no governo de Michel Temer, em 2017, e o teto de gastos.

Sobre a candidatura própria, um cacique do União Brasil, sob anonimato, exalta o tamanho do caixa do partido para dizer por que acredita que irá ao segundo turno. “Nós temos recursos, nós temos capacidade, nós temos projeto”, comenta.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)