Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os planos do Podemos para Rosangela Moro nas eleições de 2022

Cúpula do partido trabalha para lançar a advogada, mulher de Sergio Moro, como candidata a deputada federal por São Paulo

Por Gustavo Maia Atualizado em 18 nov 2021, 09h44 - Publicado em 19 nov 2021, 06h05

Depois de filiar Sergio Moro, a cúpula do Podemos trabalhar para lançar sua mulher, a advogada curitibana Rosangela Wolff Moro, como candidata a deputada federal por São Paulo em 2022. Ela deve entrar no partido quando voltar dos Estados Unidos, até o fim do ano.

Mas por que São Paulo e não o Paraná — a terra natal dos Moro? Maior colégio eleitoral do país, o Estado elege 70 parlamentares para a Câmara dos Deputados. Um candidato muito bem votado, como os correligionários de Moro esperam que seria o caso de Rosangela, pode acabar elegendo alguns outros do mesmo partido.

Os dirigentes do Podemos se miram no exemplo de Eduardo Bolsonaro, eleito em 2018 com o recorde histórico de mais de 1,8 milhões de votos. Se o filho do presidente Jair Bolsonaro conseguiu herdar parte dos votos do pai, a ideia é que a mulher de Moro também seria capaz de surfar na suposta onda do marido.

A investida seria, ainda, uma resposta aos boatos espalhados pelo grupo do governador João Doria sobre a viabilidade eleitoral do ex-juiz da Lava Jato para o Senado em São Paulo. A boa aceitação de Moro no Estado, medida em pesquisas, seria determinante para ampliar a bancada federal do partido com a candidatura de Rosangela.

Vale lembrar que, como mostrou o Radar na última edição de VEJA, a cúpula do Podemos fez questão de divulgar que Moro escolheu o Paraná como seu domicílio eleitoral, justamente para refutar a ideia de que tentaria ser senador com os votos dos paulistas.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)