Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Como foi a prisão dos fugitivos de Mossoró, segundo Lewandowski

Eles foram detidos em uma ponte na rodovia federal BR-222, nas proximidades de Marabá, no Pará

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 12h40 - Publicado em 4 abr 2024, 16h05

Em pronunciamento sobre a prisão dos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, Rogério Mendonça e Deibson do Nascimento, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, detalhou o momento da prisão dos criminosos. 

Eles foram detidos por volta das 13h30, em uma ponte na Rodovia Federal BR-222, nas proximidades de Marabá, no Pará. Segundo a investigação, eles se dirigiam rumo ao exterior, em “um verdadeiro comboio do crime”, com três carros, mas foram encurralados pela Polícia Federal e pela Polícia Rodoviária Federal.

“Eles (os policiais federais) os monitoraram permanentemente, até que pudessem ser localizados neste local, nas proximidades de Marabá, onde foram presos em uma ponte. Eles foram cercados. Essa ponte foi fechada, de um lado pela Polícia Rodoviária Federal, avisada porque se tratava de uma rodovia federal, e, de outro lado, pela Polícia Federal”, disse Lewandowski.

“Nessa abordagem, se constatou que os fugitivos estavam em um verdadeiro comboio do crime. Três carros foram apreendidos, com vários celulares, com um fuzil, que é uma arma extremamente letal, e nessa operação foram presos não só os dois fugitivos, mas também quatro comparsas que se encontravam nos demais veículos”, acrescentou.

Ao todo, desde o início da operação, 14 pessoas foram detidas, segundo Lewandowski. Ele destacou o trabalho de inteligência da PF de Mossoró, que foi a base das buscas após as primeiras semanas, quando se percebeu que os fugitivos já haviam saído do entorno da penitenciária

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.