Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

CNJ investiga oito magistrados do TJRJ por venda de sentenças

Desembargadores e juíza foram citados em delação de empresários de ônibus

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 23 ago 2021, 15h51 - Publicado em 23 ago 2021, 15h50

O Conselho Nacional de Justiça determinou que oito magistrados do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro sejam investigados por suspeitas de participarem de esquema de venda de sentenças. 

O nome de sete desembargadores e o de uma juíza do tribunal foram citados em delações dos ex-presidentes da Fetranspor José Carlos Lavouras e Lélis Teixeira. 

Na delação com 39 anexos de Lavouras, o chefe da federação de ônibus explica como irrigava o bolso de pessoas poderosas no Rio em troca da criação de políticas públicas do interesse de seus negócios. 

A compra de magistrados seria uma forma de garantir bons resultados judiciais.  

A ministra do CNJ Maria Thereza de Assis Moura determinou uma devassa de um dia nos gabinetes dos magistrados a partir desta segunda-feira. 

Durante a chamada “correição”, magistrados e técnicos indicados pelo CNJ analisam documentos das varas para buscar indícios de irregularidades. 

O procurador-geral de Justiça do Estado, o defensor público-geral e o presidente da seccional da OAB-RJ poderão acompanhar os trabalhos, se quiserem. 

“Fica instaurada a correição extraordinária nos gabinetes dos desembargadores Adriano Celso Guimarães, Cherubin Helcias Schwartz Junior,Guaraci Campos Vianna, Helda Lima Meireles, José Carlos Maldonado de Carvalho, Marcos Alcino de Azevedo Torres e Mario Guimarães Neto; e no gabinete da juíza Roseli Nalin, todos do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro”, diz portaria do CNJ.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)