Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Câmara vai discutir risco de nova onda de Covid-19 no Carnaval

Para o presidente da Comissão de Turismo, decisão deve ser nacional, e não de cada município

Por Gustavo Maia 29 nov 2021, 12h17

Com o aumento de casos da Covid-19 no resto do mundo e o alerta sobre a nova variante do coronavírus, a Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados vai discutir os riscos da realização do Carnaval em 2022. O possível retorno da festa no ano que vem tem sido alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro e de seus aliados. A reunião está marcada para a quarta-feira da semana que vem.

A audiência será realizada a pedido do presidente da comissão, o deputado Bacelar (Podemos-BA), cujo requerimento foi aprovado na semana passada. O parlamentar argumenta que dezenas de prefeituras já cancelaram a festa, mas o evento ainda permanece no calendário de muitas outras cidades brasileiras.

“Esta é uma decisão que precisa partir da Anvisa ou do Ministério da Saúde. Não podemos deixar nas mãos dos mais de 5 mil prefeitos”, defende Bacelar. “É uma questão séria e que precisamos agir com cautela. Sei que a economia fica prejudicada, mas temos alternativas. Tramita na casa o PL 4219/20, mais conhecido como Lei Moraes Moreira, que prevê o pagamento de um auxílio emergencial aos trabalhadores do carnaval e São João”, acrescentou.

Os deputados devem ouvir representantes dos ministérios do Turismo e da Saúde, da Anvisa, do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais do Turismo, da Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo e da Confederação Nacional dos Municípios.

Continua após a publicidade

Publicidade