Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

O mais grave momento para a democracia nos anos Bolsonaro, segundo Toffoli

Entenda

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 2 out 2023, 19h28 - Publicado em 2 out 2023, 19h25

No dia da despedida de Augusto Aras do Ministério Público Federal, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que o país esteve muito “próximo da ruptura”.

“Faço essas referências porque são coisas que serão contadas mais à frente na história, que poucas pessoas sabem. Nós estivemos muito próximos da ruptura e na ruptura não tem Ministério Público, não tem direitos, não tem graça. A graça é ser amigo do Rei. Ninguém é tratado como igual”, disse Toffoli.

Pois bem. 

A interlocutores, o ministro tem dito que um desses dias aconteceu quando os ex-comandantes do Exército Edson Pujol, da Marinha Ilques Barbosa e da Aeronáutica Antônio Carlos Moretti Bermudez pediram renúncia coletiva dos cargos por discordarem do ex-presidente Jair Bolsonaro

Era março de 2021.

Continua após a publicidade

Foi a primeira vez na história do país que os comandantes das Forças Armadas pediram demissão de forma conjunta, na pior crise na caserna desde a redemocratização, em 1985. Para alguns, a maior na área desde a demissão de Sylvio Frota, em 1977, pelo também ex-presidente Ernesto Geisel.

Pujol, Barbosa e Bermudez não concordaram com a saída de Fernando Azevedo do Ministério da Defesa

Na época, Bolsonaro queria que os chefes militares fizessem manifestações políticas favoráveis a interesses do governo, incluindo a flexibilização de medidas sanitárias como lockdowns durante a pandemia.

As exigências levaram o general, o almirante e o o brigadeiro a deixarem os cargos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.