Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse e Diogo Magri. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado entrega ‘troféu da Liga dos Campeões’ a Moro na Câmara

Boca Aberta (PROS-PR) quebrou o gelo da sessão dedicando taça 'cobiçada pelas maiores estrelas do futebol mundial' ao ministro, sabatinado desde 14h

Por André Siqueira Atualizado em 2 jul 2019, 21h08 - Publicado em 2 jul 2019, 20h31

A audiência com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, teve seu ponto alto por volta das 19h50 desta terça-feira, 2, quando o deputado federal Boca Aberta (PROS-PR) afirmou que o ministro “equivale ao troféu da Liga dos Campeões, cobiçado pelas maiores estrelas do futebol mundial”.

Boca Aberta quebrou o gelo da sessão, na qual deputados sabatinam Moro no contexto das mensagens vazadas pelo site The Intercept Brasil, envolvendo o então juiz federal e o chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. De forma eloquente, segurando um troféu prateado com fitas em verde e amarelo, o parlamentar disse que Moro é “um homem de conduta ilibada, inquestionável, intocável e irrepreensível”. A taça também possui uma placa que classifica o ex-juiz federal como “a maior estrela do combate à corrupção brasileira”.

“O senhor, Sergio Moro, merece esse troféu, entregue pelo povo brasileiro, que não aguenta mais essa cambada de políticos safados, vagabundos, ordinários, ladrão do meu, do seu, do nosso, dinheiro”, disse Boca Aberta.

Continua após a publicidade

Enquanto dedicava o troféu a Moro, o deputado Túlio Gadelha (PDT-PE), sentado atrás de Boca Aberta, e a deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), na fileira da frente, reagiram, em um misto de cara e bocas, como forma de reprovação à manifestação efusiva do colega de Câmara.

Em seu tempo de fala, Boca Aberta também disparou críticas à presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), que não estava presente no momento da fala. “A senhora não tem moral para vir falar do Sergio Moro”, disse. Para o deputado, a “petezada”, em referência à bancada do PT na Câmara, precisa “lavar a boca com ácido sulfúrico” para questionar as ações do ministro da Justiça e Segurança Pública.

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS) reagiu à fala de Boca Aberta, e afirmou que o ataque a uma mulher que não está presente para se defender revela uma “conduta covarde”.

O deputado encerrou seu tragicômico discurso de desagravo a Moro desejando um “beijo no coração” do ministro. Na sequência, Boca Aberta se levantou e, sob vaias dos oposicionistas, entregou o troféu a um ministro visivelmente sem graça.

OUÇA OS PODCASTS DE VEJA

Já ouviu o podcast “Funcionário da Semana”, que conta a trajetória de autoridades brasileiras? Dê “play” abaixo para ouvir a história, os atos e as polêmicas do ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. Confira também os outros episódios aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês