Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
José Casado Por José Casado Informação e análise

Prates: “Estamos blindando dono de refinaria e importador de combustível”

Frases

Por José Casado 30 jun 2022, 14h16

“Alterar a Constituição é um processo de altíssima responsabilidade. Este governo tem 18 meses em crise, em função de aumento do preço do petróleo no mercado internacional, que era extremamente previsível. Qualquer estagiário numa empresa de frete no Brasil era capaz de dizer, 18 meses atrás, que o preço do petróleo iria subir sistematicamente, porque o mundo todo está religando as suas turbinas, os seus motores, as suas economias, gradualmente, no pós-covid (…) Nenhum de nós é contra os benefícios [sociais] que estão no projeto. Apenas nós não queremos alterar a Constituição — e algumas questões aqui requerem essa responsabilidade — [numa sessão do Senado] em menos de três horas! Porque depois que se verificar algum defeito no que nós aprovamos aqui, nós vamos ter que dizer o quê? Vamos dizer: ‘É, realmente foi apressado’… Lembre-se: durante a pandemia, nós aprovamos aquele orçamento que tem um nome horroroso, o tal do orçamento de guerra. Nós levamos uma semana. Nós pedimos, naquela época, uma semana, e ganhamos uma semana com milhares de pessoas morrendo à nossa volta. Aí agora, com 18 meses discutindo esse negócio [a imposição de ‘estado de emergência’ a três meses das eleições]… Ninguém se mexe quanto a PPI, a preço paridade de importação, e estamos blindando dono de refinaria, estamos blindando importador de combustível e passando isso aqui [pacote de R$ 39,8 bilhões de subsídios estatais, em parte para reforço de programas sociais]. Da mesma forma, há pouco tempo, passamos um projeto tirando dinheiro dos Estados e dos municípios, da educação, da saúde, e não adiantou nada. E ninguém reverteu o projeto. Ninguém voltou atrás, porque não se pode mexer mais. Perdeu-se, inexoravelmente, aquele dinheiro.”

(Jean-Paul Prates, senador pelo PT do Rio Grande do Norte.)

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)