Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

Neta de brasileira, Mia Goth surge sanguinária em trailer de ‘MaXXXine’

História encerra a trilogia de terror que fez sucesso nos cinemas com os longas 'X – A Marca da Morte' e 'Pearl'

Por Amanda Capuano Atualizado em 9 Maio 2024, 12h34 - Publicado em 8 abr 2024, 13h45

A A24 acabou de divulgar o trailer do aguardado MaXXXine, último filme da trilogia de terror que conta com os já lançados X – A Marca da MortePearl. Protagonizado por Mia Goth, nova queridinha do horror e neta da atriz brasileira Maria Gladys, o longa chega aos cinemas americanos no dia 5 de julho, trazendo mais DNA verde e amarelo nas telas de Hollywood, mas ainda não tem data de estreia definida no Brasil.

Dirigidas por Ti West, as três produções consolidaram Mia em Hollywood e conquistaram os amantes do horror. Em X, a atriz se desdobrava entre os papéis da jovem heroína Maxine e da versão idosa de Pearl — que nunca superou não ter se tornado dançarina e faz uma carnificina com jovens que vão à sua fazenda para gravar um filme pornô nos anos 1970. Ambientado no Texas durante a I Guerra, Pearl é um prelúdio sobre a origem de seu antecessor. Agora, MaXXXine se volta novamente para da personagem título: única sobrevivente da carnificina pintada em X, ela segue para Los Angeles com a ambição de se tornar uma grande atriz.

Quem é Mia Goth: DNA Brasileiro

Apesar de nascida na Inglaterra, Mia Gypsy Mello da Silva Goth é neta de uma figurinha conhecida do cinema marginal e das novelas brasileiras: a atriz carioca Maria Gladys. Na ditadura militar, nos anos 1970, Gladys se exilou em Londres. Lá, abraçou os prazeres hippies, do uso de LSD à curtição do rock’n’roll. Quando voltou ao Brasil, estava grávida de Rachel — a filha foi fruto da relação com o artista americano Lee Jaffe, e mais tarde lhe daria a neta estrela de Hollywood.

Mia passou parte da infância no Brasil com a avó, mas foi só quando retornou a Londres que sua carreira deslanchou. De sobrancelhas claras e beleza singular, a jovem despertou interesse, a princípio, no mundo da moda. No cinema, fez sua estreia em 2013, aos 20, no controverso Ninfomaníaca: Volume 2, do dinamarquês Lars von Trier. Depois disso, Mia comeu pelas bordas em papéis coad­juvan­tes, como no remake do terror italiano Suspiria. O ponto de virada aconteceu em X, quando deu vida não só à sua primeira protagonista, a atriz pornô Maxine, como à antagonista, a velha assassina Pearl.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.