Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

A ironia por trás da indicação de Ryan Gosling ao Oscar por ‘Barbie’

Intérprete de Ken concorre ao troféu de melhor ator no maior prêmio de Hollywood

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 8 Maio 2024, 16h40 - Publicado em 23 jan 2024, 17h13

Com o anúncio da lista oficial de indicações ao Oscar 2024 nesta terça-feira, 23, o fato de Margot Robbie e Greta Gerwig, respectivamente a estrela e a diretora de Barbie fenômeno do entretenimento em 2023 — terem sido esnobadas chamou a atenção e causou revolta nos fãs do filme sobre a boneca mais famosa do mundo. Produtora-executiva e uma das idealizadoras de Barbie como ele foi para os cinemas, Margot Robbie não foi indicada como melhor atriz, perdendo a chance de disputar com Emma Stone (Pobres Criaturas), Lily Gladstone (Assassinos da Lua das Flores), Carey Mulligan (Maestro), Sandra Huller (Anatomia de Uma Queda) e Annete Bening (Nyad).

Já Greta Gerwig também foi preterida pela Academia, e a única mulher a concorrer ao prêmio de melhor direção é Justine Triet, por Anatomia de Uma Queda e a francesa disputará com Jonathan Glazer (Zona de Interesse), Yorgos Lanthimos (Pobres Criaturas), Christopher Nolan (Oppenheimer) e Martin Scorsese (Assassinos da Lua das Flores).

Em contrapartida, Ryan Gosling, intérprete de Ken em Barbie, conquistou uma vaga na categoria de melhor ator coadjuvante e tem a árdua missão de derrotar os colegas Robert Downwey Jr. (Oppenheimer), Mark Ruffalo (Pobres Criaturas), Robert De Niro (Assassinos da Lua das Flores) e Sterling K. Brown (American Fiction). A grande ironia por trás da indicação de Gosling é que seu personagem, Ken, prefere viver no mundo real justamente porque lá os homens são mil vezes mais valorizados do que no mundo perfeito de Barbie, onde as mulheres reinam. A Academia de Hollywood provou o ponto do plastificado.

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.