Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Ao demitir Albuquerque, Bolsonaro passa fatura da eleição a Paulo Guedes

Presidente prioriza plano de se descolar do aumento no preço dos combustíveis e blindar o governo para a eleição presidencial

Por Clarissa Oliveira Atualizado em 11 Maio 2022, 18h24 - Publicado em 11 Maio 2022, 14h07

Os sinais dados pelo presidente Jair Bolsonaro no decorrer dos últimos meses foram claros: mais importante do que de fato resolver a escalada do preço dos combustíveis é evitar que o problema se transforme na sua maior âncora na eleição. Anunciada nesta quarta-feira, a demissão de Bento Albuquerque faz mais do que tirar de cena quem possa simbolizar de alguma forma o rombo no bolso do eleitor. Ela permite ao presidente indicar um novo responsável pelo problema.

Em última instância, essa pessoa passa a ser o ministro da Economia, Paulo Guedes. Escolhido como novo ministro, o até então secretário especial do Ministério da Economia Adolfo Sachsida é homem da extrema confiança do Posto Ipiranga. Mais do que isso, é bolsonarista de carteirinha. Reúne, portanto, todas as condições para dar sustentação ao plano de Bolsonaro de isentar o governo da responsabilidade pela disparada do preço nas bombas.

Bolsonaro sabe que colar o alto preço dos combustíveis no governo é tudo o que quer o PT do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu maior adversário na corrida ao Palácio do Planalto. E este é um dos pilares da nova estratégia que vem sendo desenhada pelo time de comunicação do petista. A ideia é repetir à exaustão que a vida dos brasileiros era melhor nos tempos de Lula. A gasolina e o álcool eram mais baratos. O gás nem se fala. Sem contar que o salário mínimo subia além da inflação.

+Leia mais: O recado do líder dos caminhoneiros após a nova alta do diesel

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês