Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O recado do líder dos caminhoneiros após a nova alta do diesel

Líder da greve dos caminhoneiros em 2018, Wallace Landim, o Chorão, diz que aumento será repassado imediatamente para o frete de mercadorias

Por Larissa Quintino Atualizado em 17 Maio 2022, 12h56 - Publicado em 9 Maio 2022, 13h27

A nova alta no preço do diesel nas refinarias começa a valer a amanhã, mas já aborrece os caminhoneiros. Com o aumento de 9% anunciado pela Petrobras nesta segunda-feira, 9, os caminhoneiros já projetam altas em efeito cascata nos preços.

Segundo Wallace Landim, o Chorão, líder da greve dos caminhoneiros de 2018 e presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), o aumento nos combustíveis dos caminhões terá ‘efeito dominó’ sobre a inflação, já bastante pressionada. “Os caminhoneiros não sobrevivem mais se não repassarem os aumentos dos combustíveis para os fretes. Como liderança, essa é a nossa orientação para a categoria”, diz em nota publicada no início da tarde.

Segundo Chorão, a categoria recebe o reajuste como “indignação” e volta a questionar a política de preços da Petrobras, que leva em conta os preços do barril do petróleo no mercado internacional e do dólar e, com o custo para o caminhão rodar subindo, os preços também devem subir nos supermercados. “Mudou o preço na bomba a dona de casa já sente o aumento no dia seguinte na feira livre. Não é culpa do feirante ou do caminhoneiro, e sim do PPI da Petrobras”.

Essa é a terceira vez no ano que a Petrobras aumenta o valor do diesel. Na última alta, em março, a estatal também reajustou os preços da gasolina. O aumento na ocasião fez com que o presidente Jair Bolsonaro demitisse o general Joaquim Silva e Luna do comando da companhia.

Essa é a primeira alta no combustível da nova gestão da estatal, comandada por José Mauro Coelho, ex-secretário do Ministério de Minas e Energia. Com a alta anunciada, o litro do diesel nas refinarias vai passar de 4,51 reais para 4,91 reais.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.