Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícias recuperam R$ 4,6 milhões roubados no Paraguai

Valor é equivalente a 18% do total levado da transportadora em assalto com explosivos e armamento de guerra em Ciudad del Este

As forças de segurança que buscam a quadrilha responsável por um roubo milionário a uma transportadora de valores na fronteira do Brasil com o Paraguai recuperaram nesta terça-feira 1 475 775 milhão de dólares em espécie – o equivalente a 4 659 196 milhões de reais no câmbio atual.

A Operação Resposta Integrada informou que o dinheiro foi recuperado em notas de dólar (1 275 000 milhão), de reais (219 540) e guaranis (733 640 000).

Veja também

O valor recuperado é equivalente a 18% do total roubado da transportadora multinacional Prosegur, numa ação atribuída a narcotraficantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Em um primeiro momento, a empresa havia falado em 40 milhões de dólares roubados, mas depois disse que o valor é consideravelmente menor e está sendo calculado. Um gerente regional da companhia rebaixou a estimativa para 8 milhões de dólares – pouco mais de 25 milhões de reais –, conforme o jornal ABC Color.

Ao todo, chegava a dez o número de presos em solo brasileiro por envolvimento na explosão da sede da Prosegur em Ciudad del Este, à quatro quilômetros de distância de Foz do Iguaçu (PR), pela Ponte da Amizade. Três suspeitos e um policial do Grupo Especial de Operações paraguaio morreram.

Além da Polícia Nacional do Paraguai, fazem parte das buscas a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, as polícias Civil e Militar do Paraná e a Guarda Civil de Foz do Iguaçu.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Lucas Hausen

    Não devolvam!! Deve ficar como indenização pelos milhares de carros brasileiros furtados que foram levados ao Paraguai e jamais devolvidos…

    Curtir

  2. Wilson A. Zamignani

    DILMA VOLTOU A ASSALTAR BANCOS

    Curtir

  3. Mexeram com dinheiro de cartel do narcotráfico, agora já sabe o que vai acontecer!

    Curtir

  4. Carlos Augusto Almeida

    Comparados ao Molusco, esses assaltantes são pivetes.

    Curtir