Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marginal Tietê, em SP, é liberada após passarela cair

Estrutura de ferro atingiu ao menos dois ônibus e um carro que trafegavam pela via. Duas pessoas se feriram, mas não correm risco de morte

Na manhã desta sexta-feira 15, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou a liberação de todas as pistas da Marginal Tietê junto à Ponte Comunidade Húngara, sentido Castelo Branco,na Zona Norte de São Paulo, que estavam interditadas pela queda de uma passarela durante chuvas na noite de quinta. 

O tráfego foi interrompido durante a noite após o incidente. Duas pessoas foram resgatadas de um carro de passeio, mas não correm risco de morte, segundo o Corpo de Bombeiros.

A estrutura, que faz parte de obra realizada pela Prefeitura de São Paulo para construir a alça de acesso para a futura ponte Pirituba-Lapa, caiu sobre dois ônibus e um carro. Por volta das 21h30, técnicos da Defesa Civil paulistana usavam maçaricos e uma retroescavadeira para remover a estrutura da via.

A obra foi contratada pela prefeitura em 2016, ainda na gestão do ex-prefeito João Doria, pelo valor de 198 milhões de reais.  O consórcio executor das construções é formado pelas empreiteiras Constran e EIT Engenharia.

Segundo a gestão do atual prefeito, Bruno Covas, ao ser informado sobre o incidente com a passarela na Marginal, ele determinou que o secretário de Segurança Urbana, coronel José Roberto Rodrigues de Oliveira, responsável pela Defesa Civil, siga imediatamente para o local.

Pouco antes do desabamento, uma forte ventania, que deu início a um temporal, atingiu a região.

Veja também

De acordo com a CET, a capital chegou a registrar na noite desta quinta-feira, 14, 172 quilômetros de lentidão. A expectativa era de aumento no número de veículos nas vias por ser véspera de feriado nacional da Proclamação da República.

Para fugir do trânsito travado, motoristas chegaram a atravessar por cima de canteiros para acessar a pista local da marginal Tietê, na altura da ponte do Piqueri. Neste local, por volta das 20h30, a CET passou a orientar os motoristas que estavam na pista expressa a fazerem um retorno pela pista central, no sentido contrário.