Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça do Rio manda soltar namorada do ‘Dr. Bumbum’

De acordo com o inquérito, Renata Cirne era responsável por encontrar clientes e marcar consultas; ela foi presa nas investigações da morte de bancária

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a soltura, em caráter liminar, de Renata Fernandes de Cirne, namorada do médico Denis Cesar Barros Furtado, de 45 anos, conhecido como “Doutor Bumbum”. O médico é acusado pela morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, que fez um procedimento estético para colocar 300 mililitros de polimetilmetacrilato nos glúteos, na cobertura do médico, na Barra da Tijuca. Após o procedimento, a bancária passou mal e foi internada às pressas no Hospital Barra D’Or, onde morreu horas depois.

Renata Cirne foi presa no dia 17 de julho, na investigação sobre a morte de Lilian Calixto. De acordo com o inquérito, ela era responsável por encontrar clientes e marcar consultas para o médico. Renata está presa no presídio feminino Talavera Bruce, no Complexo de Gericinó, por ordem do Plantão Judiciário e, segundo informações do Sistema Penitenciário, está grávida de três meses.

A decisão de soltar Renata é dos desembargadores da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que “deferiram, em decisão liminar, a suspensão do decreto de prisão temporária de Renata Cirne, que ficou conhecida como a namorada do Doutor Bumbum”. A decisão vale até o julgamento definitivo do habeas corpus.

O médico está preso no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira (Bangu 8). A mãe dele, Maria de Fátima Furtado, que também é médica e teve o registro cassado está à disposição da Justiça no Presídio Nelson Hungria, também no Complexo de Gericinó.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Bandarra

    A prisão foi um absurdo. Tratar uma clínica médica como organização criminosa. A secretária não tem a capacidade de diferenciar um tratamento de um médico legalmente registrado. Este é o responsável por seus atos, não a secretária.

    Curtir