Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Biotipo de assassino de Marielle é identificado, diz Ministério Público

Investigadores também identificaram novos locais onde circulou o carro utilizado no crime

O Ministério Público do Rio de Janeiro identificou o biotipo da pessoa que disparou contra a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. Os investigadores também identificaram novos locais pelos quais o carro utilizado no crime circulou. O assassinato dos dois completará sete meses no próximo dia 14.

De acordo com nota divulgada nesta quinta-feira pela 23ª Promotoria de Investigação Penal e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MP-RJ), os progressos na investigação foram comunicados aos pais de Marielle e à viúva de Anderson em reunião na terça-feira, 9. A viúva de Marielle, Mônica Benício, foi convidada para o encontro, mas não compareceu.

O MP também informa que “após a análise de centenas de imagens, também foi possível identificar o veículo, onde estavam os executores, em outros locais além dos que já tinham sido identificados. Esse mapeamento representa outro grande avanço para a continuidade das investigações.”

Orlando Curicica

O Ministério Público informou ainda que ex-PM Orlando Curicica, miliciano suspeito de envolvimento no crime, foi ouvido pelos promotores responsáveis pelo caso. O encontro foi no Presídio Federal de Mossoró, onde Orlando está preso, acusado de mandar matar uma pessoa em 2015.

O depoimento que Orlando deu aos procuradores da República em momento anterior também foi encaminhado ao MPRJ. O conteúdo dos depoimentos, no entanto, é mantido em sigilo para não atrapalhar as investigações.

(com Estadão Conteúdo e Agência Brasil)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Bandarra

    A proteção ao crime resultou nisto. certamente este grupo já matou mais gente no Rio e nunca foi investigado. Se fosse tratado com todas vítimas sendo com direitos iguais, a quadrilha poderia já ter sido presa.

    Curtir