Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Bandidos sequestram trem com passageiros no Rio

Caso aconteceu na manhã desta segunda-feira, horário de maior movimento no transporte. Ninguém foi preso

Por Leandro Resende, do Rio de Janeiro 17 set 2019, 18h02

Um trem foi sequestrado por seis homens armados com fuzis na manhã da última segunda-feira, 16, na altura de um bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. O bando ingressou no coletivo que fazia a viagem que sai do bairro de Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em direção a Central do Brasil na altura da estação Manguinhos. O maquinista foi abordado, teve a cabine invadida e foi obrigado a fazer um desvio em sua rota.

O trem circulou por mais três estações, até que o bando obrigou o maquinista a parar no meio da linha férrea, na altura da favela da Mangueira, antes da chegada à estação Maracanã. Sem serem perturbados, o grupo cruzou os trilhos e o maquinista continuou a viagem. Apesar de ser um dos horários de maior movimento no serviço, os passageiros que estavam na composição não perceberam a movimentação e ninguém ficou ferido. Em nota, a SuperVia, concessionária responsável por administrar o serviço de trens no estado do Rio, lamentou que a “falta de segurança observada em todo o Rio atinja o sistema ferroviário e coloque em risco seus funcionários e os milhares de passageiros que dependem do trem em seus deslocamentos diários”.

A SuperVia não informou se já havia ocorrido caso parecido, e reforçou que a responsabilidade sobre a segurança das linhas de trem é do Grupamento de Policiamento Ferroviário do governo do Rio. Ninguém foi preso e o caso não foi registrado em nenhuma delegacia.

Continua após a publicidade

Publicidade