Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Após 24 horas, 1,5 milhão de pessoas seguem sem luz em São Paulo

Enel diz que a previsão de normalização do fornecimento de energia deve acontecer até terça-feira, 7, mas alguns casos podem demorar mais tempo

Por Simone Blanes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 4 nov 2023, 18h40 - Publicado em 4 nov 2023, 18h03

O temporal que passou por São Paulo nesta sexta-feira, 3, impactou o fornecimento de eletricidade a 2,1 milhões de pessoas. Dessas, 1,5 milhão ainda vão ter de conviver com a falta de luz por mais tempo. Após 24 horas da forte chuva, a empresa responsável pela distribuição de energia elétrica conseguiu restabelecer o serviço para 600 mil pessoas.

“A companhia está restabelecendo de forma gradual o serviço, dando prioridade aos casos mais críticos, como serviços essenciais”, informou a Enel, em nota.

Mesmo tendo aumentado o número de profissionais em “mais de 3 vezes”  pela alta demanda de chamados, porém, a companhia de distribuição elétrica não garante o retorno a maioria dos clientes antes da próxima terça-feira, 7. Em alguns casos, a retomada da energia pode demorar ainda mais tempo.

“Devido à complexidade do reparo e a necessidade de reconstrução de trechos da rede, com substituição de cabos, postes e transformadores, alguns casos podem levar mais tempo.”

Com ventos que ultrapassaram a velocidade de 100 km/h, o temporal deixou várias regiões do estado de São Paulo às escuras e matou seis pessoas. A s chuvas também afetaram as redes de telefonia, internet e água.

Continua após a publicidade

Ainda de acordo com a Enel, essa foi a ventania mais forte dos últimos anos em São Paulo, que atingiu de forma mais severa a rede de distribuição e por isso fez com que “equipes de emergência tenham atuado sem parar durante a noite e toda a madruga para realizar os reparos necessários e sigam trabalhando de forma ininterrupta para agilizar ao máximo os atendimentos e restabelecer o serviço para todos.”

Para os casos de falta de luz, a Enel orienta que os clientes acessem os canais digitais da companhia para abrir chamado, por meio do app Enel São Paulo e agência virtual do site.

Os moradores de áreas afetadas pela falta de energia que iriam fazer a prova do Enem neste domingo, poderão remarcar o teste, informou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, responsável pela organização do evento. O Inep deve abrir uma aba específica na “Página do Participante” para pessoas impactadas por problemas logísticos. O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, disse que os locais de prova impactados pela falta de luz, vão receber geradores.

Nos próximos dias, a chuva dá trégua em São Paulo. Não há previsão de precipitações na capital, pelo menos até a quarta-feira 8, quando os termômetros podem atingir 35ºC e há possibilidade de chuva de 0,1 milímetro. Os ventos não devem ultrapassar 25 km/h.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.