Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Xuxa defende isolamento, mas parte de rede de depilação volta a funcionar

Apenas em São Paulo, segundo apurou VEJA, 24 unidades do negócio voltaram à ativa em plena pandemia; empresa diz seguir regras sanitárias

Por João Batista Jr. Atualizado em 15 Maio 2020, 13h48 - Publicado em 15 Maio 2020, 06h00

A apresentadora Xuxa fez uma doação, por meio de sua empresa Espaçolaser, de 1 milhão de reais para minimizar estragos provocados pela pandemia do novo coronavírus. Gesto louvável, nobre, em um país onde a maioria dos artistas não se mobiliza tanto para pôr a mão no bolso a fim de ajudar o próximo. No plano pessoal, Xuxa é uma incentivadora do isolamento social como forma de conter o surto. Mas, sempre há um mas, o mesmo não acontece na condução do seu negócio de depilação. Apenas em São Paulo, segundo apurou VEJA, 24 unidades de sua rede voltaram a funcionar em plena pandemia. Procurada, a empresa disse que, da lista, duas delas estão fechadas (e as outras 22?) e afirma que tudo tem sido feito com o aval das autoridades. “As lojas abertas representam parcela pequena das mais de noventa que existem por aí. Nessas clínicas, os clientes têm hora marcada e atendimento individualizado, com distanciamento adequado, sem espera ou contato com outros clientes”, diz a empresa.

Em tempo: após a publicação desta nota, a Espaçolaser afirmou não ter demitido nenhum de seus 5.000 colaboradores em razão da pandemia.

Publicado em VEJA de 20 de maio de 2020, edição nº 2687

Continua após a publicidade

Publicidade