Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

André Mendonça, um ministro discreto ou decorativo?

Conheça a trajetória e as polêmicas do novo ministro da Justiça que está diante do maior desafio de sua carreira

Por Thomaz Molina Atualizado em 14 ago 2020, 23h43 - Publicado em 14 Maio 2020, 16h06

André Mendonça já foi classificado pelo presidente da República Jair Bolsonaro como “terrivelmente evangélico” e que está agora diante do maior desafio de sua carreira: apagar o incêndio deixado em um dos mais importantes ministérios do país após a saída de Sergio Moro.

Pastor da Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília, o novo ministro da Justiça pode ser um caminho para o fortalecimento da relação de Bolsonaro com os evangélicos, importante para as pretensões do atual presidente em se reeleger em 2022. André Mendonça também pode se beneficiar com o cargo e conseguir uma vaga no Supremo Tribunal Federal ainda neste ano.

Conheça os detalhes de cada etapa da história de André Mendonça em mais uma edição do podcast Funcionário da Semana

  • Publicidade