Clique e assine a partir de 9,90/mês

André Mendonça, um ministro discreto ou decorativo?

Conheça a trajetória e as polêmicas do novo ministro da Justiça que está diante do maior desafio de sua carreira

Por Thomaz Molina - Atualizado em 14 ago 2020, 23h43 - Publicado em 14 Maio 2020, 16h06

André Mendonça já foi classificado pelo presidente da República Jair Bolsonaro como “terrivelmente evangélico” e que está agora diante do maior desafio de sua carreira: apagar o incêndio deixado em um dos mais importantes ministérios do país após a saída de Sergio Moro.

Pastor da Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília, o novo ministro da Justiça pode ser um caminho para o fortalecimento da relação de Bolsonaro com os evangélicos, importante para as pretensões do atual presidente em se reeleger em 2022. André Mendonça também pode se beneficiar com o cargo e conseguir uma vaga no Supremo Tribunal Federal ainda neste ano.

Conheça os detalhes de cada etapa da história de André Mendonça em mais uma edição do podcast Funcionário da Semana

Publicidade