Clique e assine a partir de 9,90/mês

Romeu Zema, um político novo com velhas polêmicas

Conheça a trajetória e as polêmicas do governador de Minas Gerais que já causou desconforto dentro do partido Novo

Por Da Redação - Atualizado em 30 abr 2020, 16h12 - Publicado em 30 abr 2020, 15h58

Romeu Zema foi um dos estreantes na política que ajudaram o partido Novo a se erguer no Brasil. Mas coleciona algumas polêmicas dentro e fora da sigla. Ainda na campanha de 2018, deu uma declaração a favor do então candidato à presidência pelo PSL Jair Bolsonaro, esquecendo que seu partido tinha João Amoedo na disputa.

Já comandando o estado de Minas Gerais, Zema foi um dos sete governadores que se negaram a assinar uma carta conjunta com críticas ao presidente Jair Bolsonaro e em defesa dos líderes do Congresso Nacional. A carta foi escrita após Bolsonaro participar de manifestações que pediam a volta do Ato Institucional Número 5 e o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal.

Ele também luta para resolver os problemas financeiros de Minas Gerais e cumprir suas promessas de campanhas. A primeira delas, de abrir mão do salário, não foi cumprida. Mas Zema alega que o valor é doado para uma instituição de caridade.

Conheça os detalhes de cada etapa da história de Romeu Zema em mais uma edição do podcast Funcionário da Semana

Publicidade