Clique e assine a partir de 8,90/mês
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Pyong Lee e os problemas fora do confinamento do BBB

Ele será chamado para depor na Polícia Civil do Rio de Janeiro por assédio a duas colegas dentro programa

Por João Batista Jr. - Atualizado em 27 mar 2020, 09h52 - Publicado em 27 mar 2020, 06h00

Uma vez eliminado do Big Brother Brasil, o hipnólogo Pyong Lee teve de lidar com emoções variadas: conhecer seu filho, Jake, que nasceu quando estava no reality show, e enfrentar a Justiça. Ele será chamado para depor na Polícia Civil do Rio de Janeiro por ter assediado duas colegas dentro programa. Durante a atração, o youtuber Felipe Neto aventou nas redes sociais o comportamento errático de Pyong, com suposta agressão a uma ex-namorada. Procurado por VEJA, Pyong não quis se pronunciar. Já a assessoria de Felipe Neto mandou a declaração. “Felipe não comentará sobre assuntos relacionados ao ex-participante do BBB em respeito às pessoas diretamente atingidas. Tais pessoas, caso resolvam se pronunciar, terão total apoio do empresário e influenciador digital.”

Publicado em VEJA de 1 de abril de 2020, edição nº 2680

Publicidade