Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor de ‘Estômago’ fará filme sobre a morte de Celso Daniel

Marcos Jorge assinará o longa 'Quem Matou Celso Daniel', previsto para chegar aos cinemas em 2019

Marcos Jorge (de Estômago) será o diretor do filme Quem Matou Celso Daniel, longa de ficção baseado no assassinato do então prefeito de Santo André, em 2002. O filme está previsto para chegar aos cinemas em 2019 e será distribuído pela Downtown Filmes.

O roteiro será assinado por Lusa Silvestre, que repete com Marcos Jorge a dobradinha de sucesso de Estômago, eleito o melhor filme pelo público e vencedor do Prêmio de Melhor Diretor no Festival do Rio de 2007.

Para a construção da história, a produtora Escarlate comprou os direitos autorais do livro Assassinato de Reputações – Um Crime de Estado (Ed. Matrix), que conta com capítulos sobre o crime. A obra é de autoria do ex-secretário nacional de Justiça Romeu Tuma Junior, que participou das investigações, em depoimento a Claudio Tognolli.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Talvez Sérgio Moro possa contribuir com o final, com um assassino de nove dedos.

    Curtir

  2. José Carlos Lopes de Oliveira

    Espero que esse filem seja claro e transparente, principalmente nos nomes do seus personagens e mostre o que sem medo, quem cometeu o crime contra Celso Daniel.

    Curtir