Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Líder de ataque hacker ao TSE é de Portugal

Polícia Federal investiga investida contra os sistema da corte

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 15 nov 2020, 17h46 - Publicado em 15 nov 2020, 17h28

A Polícia Federal informou ao TSE que identificou os primeiros rastros deixados pelos hackers que invadiram os sistemas do  tribunal.

A PF identificou que o líder da investida é de Portugal e que só foram extraídas informações antigas. Ainda de acordo com a investigação, não houve furto de dados depois do dia 23 de outubro.

+ AO VIVO: a apuração pelo Brasil

Os invasores tiveram acesso a informações da burocracia da corte, tais como lotação e frequência, agendamentos de férias e licenças médicas de servidores e ministros — a maioria deles já deixou o TSE..

Continua após a publicidade
Publicidade