Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Kassio Nunes se prepara para ‘maratona’ de até nove horas de sabatina

A sabatina na CCJ do Senado está marcada para 8h de quarta-feira

Por Robson Bonin Atualizado em 19 out 2020, 08h50 - Publicado em 19 out 2020, 06h06

Escolhido por Jair Bolsonaro para ocupar a vaga de Celso de Mello no STF, o desembargador Kassio Nunes Marques preparou o espírito para passar pelo menos nove horas na CCJ do Senado respondendo às perguntas dos mais de 50 senadores que poderão questioná-lo no colegiado.

Nunes ganhou um refresco no noticiário na semana passada, quando a polêmica em torno da soltura do chefe do PCC André do Rap e a descoberta de dinheiro na cueca do ex-vice-líder de Bolsonaro no Senado tiraram o foco da imprensa da produção acadêmica do futuro ministro.

  • A sabatina na CCJ do Senado está marcada para 8h de quarta-feira. Presidente da comissão, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) abrirá a sabatina imediatamente após a leitura do relatório de Eduardo Braga (MDB-AM).

    Cada senador terá de cinco a dez minutos para formular seus questionamentos, e Nunes terá o mesmo tempo para responder. São previstas também réplica e tréplica, de cinco minutos cada. A sabatina não tem horário para terminar. Se for aprovado no colegiado, o que deve acontecer, o nome de Nunes será levado ao plenário para aprovação final da Casa na sequência.

    Continua após a publicidade
    Publicidade