Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro recolheu a caneta, mas os ataques contra Mandetta continuam

Na carona do gabinete do ódio, o tema #MandettaGenocida é o assunto mais comandado do Twitter

Por Robson Bonin 7 abr 2020, 13h10

Jair Bolsonaro teve de guardar, por ora, a caneta que usaria para assinar a demissão de Luiz Henrique Mandetta, mas isso não significa que sua turma nas redes vá deixar o ministro da Saúde trabalhar em paz.

Nesta terça, uma série de notícias falsas movimentam as redes bolsonaristas acompanhadas da hashtag #MandettaGenocida no Twitter.

Uma delas foi revelada pelo Radar nesta segunda e foi usada por Bolsonaro para confrontar Mandetta no Planalto.

A rede ainda é movimentada por postagens bolsonaristas sobre Hidroxicloroquina e contra o médico David Uip, o secretário de Saúde de São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade