Clique e assine com até 92% de desconto
VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

Fim de ‘Game of Thrones’ leva livros de volta à lista dos mais vendidos

'A Guerra dos Tronos' e 'Fogo & Sangue', do americano George R.R. Martin, ascenderam no ranking de VEJA

Por Redação 24 Maio 2019, 17h31

O fim de Game of Thrones rendeu bons frutos a George R.R. Martin, autor de As Crônicas de Gelo e Fogo, série de livros que deu origem à produção da HBO. Com a exibição do episódio final do seriado – o mais assistido da história da emissora – no último domingo 19, dois livros do escritor ascenderam na lista de mais vendidos de VEJA na semana de 23 a 29 de maio.

A Guerra dos Tronos: As Crônicas de Gelo e Fogo, que inaugura a saga, ocupa o oitavo lugar da lista, depois de ter ficado seis meses longe do ranking dos dez mais vendidos. Já Fogo & Sangue, que narra uma história anterior à contada na série, passou para o segundo mais vendido, depois de ocupar a nona posição, na semana passada.

Já na lista elaborada pela empresa Nielsen e divulgada pelo site Publishnews, os dois volumes ganharam destaque na semana de exibição do grande final de Game of Thrones, entre 13 e 19 de maio. Enquanto A Guerra dos Tronos ocupou o 16º lugar, com 589 exemplares vendidos, Fogo & Sangue fechou na quinta posição, com 1.076 exemplares. A diferença entre os dois rankings pode ser atribuída à diversidade de fontes consultadas.

  • Os livros e a série

    Visto que a série de livros contém cinco volumes – os últimos dois ainda não foram publicados -, a produção da HBO teve o material literário disponível como base somente até sua quinta temporada. Para elaborar o enredo das três temporadas seguintes, os criadores David Benioff e D.B. Weiss afirmaram terem se reunido com George R.R. Martin a fim de saber suas principais ideias para o futuro dos personagens.

    No entanto, não há certeza de que a dupla tenha seguido fielmente o desfecho proposto pelo autor, que, inclusive, deu a entender que há uma chance de que a história dos Sete Reinos acabe de outra maneira nos livros. A diferença entre o roteiro baseado na obra literária e o desenvolvido pelos criadores a partir de ideias centrais do escritor foi notada pelo público, que elegeu a oitava temporada como a pior da série e chegou a criar uma petição para que fosse refeita.

    Continua após a publicidade
    Publicidade