Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A sala da Segunda Turma do STF virou porta de saída da cadeia

Disfarçados de juízes, Gilmar, Lewandowski e Toffoli agem como cúmplices de bandidos de estimação

A libertação do delinquente José Dirceu, condenado em segunda instância a 30 anos e 9 meses de prisão, escancarou a verdade inverossímil: a sala ocupada pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal transformou-se numa gigantesca porta de saída da cadeia.

Essa bofetada na cara do país que presta foi desferida a seis mãos por Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. Nenhuma surpresa. Gilmar inaugurou e comanda a primeira usina de habeas corpus do planeta. Lewandowski ganhou uma toga por ser filho de uma vizinha de Marisa Letícia. Toffoli é uma alma subalterna a serviço de Dirceu.

Disfarçados de juízes, os três agem como cúmplices de bandidos de estimação ─ e enxergam no povo brasileiro um bando de otários que só explodem de indignação quando a seleção vai mal numa Copa do Mundo. É hora de mostrar aos semideuses de araque que a paciência dos honestos acabou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. É simplesmente vergonhoso de se assistir o que está acontecendo com a a nossa justiça. De um lado, políticos e empresários corruptos em verdadeiros conluios com o propósito de saquearem este país com sua população já tão empobrecida e abandonada à própria sorte, sem ter a quem recorrer. De outro, homens honrados, compromissados em frear tais desmandos, investigando, julgando e condenando esses malfeitores e perdulários, simplesmente baseados nas letras de nossas leis, usadas como ferramentas legais para colocá-los na cadeia, e, no meio, os homens preto, que deveriam referendar esse árduo trabalho, através do poder de autoridade que nossa Constituição lhes confere. Ao contrário, usam-nas para refrear o bom Direito, proporcionando um verdadeiro festival de libertação de delinquentes nocivos à ordem e ao progresso de nossa nação, e de seu povo, consequentemente.

    Curtir

  2. severiano filho

    A atual composição do STF vai passar para a História como a pior da Corte.

    Curtir