Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

França enfrentará ‘apocalipse de calor’, dizem especialistas

As temperaturas podem atingir níveis recordes no país, arrasado por onda de calor severa que está provocando incêndios florestais

Por Da Redação Atualizado em 18 jul 2022, 20h23 - Publicado em 18 jul 2022, 10h31

Especialistas alertaram nesta segunda-feira, 18, que o oeste da França está enfrentando um “apocalipse de calor”, já que temperaturas extremas continuam a arrasar a Europa. Meteorologistas estimam que as temperaturas podem atingir níveis recordes em 15 regiões do sudoeste do continente.

+ Incêndios na Europa: fogo continua a atingir Espanha e França

+ Onda de calor severa na Europa provoca novos incêndios

Bombeiros estão lutando contra incêndios florestais provocados pela onda de calor. O fogo já consumiu mais de 14.000 hectares de terra da região turística de Gironde, no sudoeste do país desde a última semana, forçando a evacuação de mais de 16.000 que estavam acampadas na área.

+ Por que está tão quente na Europa – e quais são os perigos disso?

Continua após a publicidade

Além da França, Espanha, Portugal e Grécia também estão enfrentando incêndios que forçaram milhares de pessoas a fugir. Na Espanha e em Portugal, mais de 1.000 mortes foram atribuídas ao calor nos últimos dias. Na província portuguesa de Zamora, onde há um incêndio desde o fim de semana, o corpo de um pastor foi encontrado. Ele é a segunda vítima fatal do incêndio de Zamora depois que um bombeiro de 62 anos foi morto no domingo 17.

Na quinta-feira 14 o país registrou 47ºC, um recorde para o mês de julho. Altas temperaturas também são esperadas em partes do Reino Unido, que lançou seu primeiro alerta vermelho de calor extremo na sexta-feira 15.

A onda de calor é a segunda a atingir partes do sudoeste da Europa nas últimas semanas. O fenômeno se tornou mais frequente, mais intenso e duradouro por causa das mudanças climáticas provocadas pela atividade humana.

Segundo especialistas, o mundo já aqueceu cerca de 1,1°C desde o início da era industrial e as temperaturas continuarão subindo, a menos que os governos façam cortes acentuados nas emissões de gases poluentes.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)