Blogs e Colunistas

François Cevert

07/07/2012

às 19:01 \ Tema Livre

Fotos: Fórmula 1 — quem te viu e quem te vê…

 

Ferrari em 1954, Circuito de Nurburgring. Jose Froilan Gonzalez, o piloto, guia o carro da scuderia italiana. Reparem que o único cinto que ele usa é o das calças. A corrida foi vencida por Juan Manuel Fangio e sua Mercedes. Froilan chegou em segundo lugar, completando a dobradinha argentina.

1954, circuito de Nurburgring, na Alemanha: o piloto argentino José Froilán González ao volante de uma Ferrari. Cinto de segurança? Imagine... Quem venceu foi o grande Juan Manuel Fangio, também argentino, com sua Mercedes-Benz. Froilán chegou em segundo lugar, completando a dobradinha dos "hermanos" .

-

Balanceamento no quiosque da Dunlop anos 60

Anos 60: era assim o balanceamentode pneus nas instalações da Dunlop

-

Mecânicos da Honda(com uniformes de beisebol) em Monza 1966. No ano anterior haviam conseguido a primeira vitória na F-1, no México.

Monza, Itália, 1966: o piloto norte-americano Richie Ginther e os mecânicos da Honda (com uniformes de beisebol)

-

Equipe Matra, em Clemont-Ferrand, ano 1969

Clemont-Ferrand, França, 1969: vejam a prontidão da equipe da Matra

-

Reunião no “motorhome” da Lotus, Hockenheim 1970.

Hockenheim, Alemanha, 1970: uma reunião no motorhome da Lotus

-

O sujeito da direita é Jochen Rindt, que venceu a prova, morto em Monza no mesmo ano e único campeão póstumo da F-1. E o da esquerda é Emerson Fittipaldi, que ganhou sua primeira corrida de F1, em Watkins Glen, garantindo o título a Jochen Rindt, falecido três corridas antes.

1970: de camisa branca, à direita, está o alemão-austríaco Jochen Rindt, que morreria num acidente durante os treinos em Monza no mesmo ano e único campeão póstumo da F-1. À esquerda, de branco, Emerson Fittipaldi, que ganhou sua primeira corrida de F1 em Watkins Glen, perto de Nova York, garantindo o título a Rindt, falecido três etapas antes

-

Estacionamento, Montjuich, Barcelona, ano 1971

Montjuich, Barcelona, Espanha, 1971: os bólidos, durante os treinos

-

Box (?) da Ferrari em Monza 1971. Qualquer semelhança com alguma  borracharia de beira de estrada é mera coincidência.

Monza, Itália, 1971: o box da Ferrari. Qualquer semelhança com alguma borracharia de beira de estrada é mera coincidência.

-

Mônaco, 1973. François Cevert, não era só bom de braço. A moça é a Condessa Cristina Caraman, que lógicamente recusou-se a lavar o macacão. Infelizmente o francês morreu em Watkins Glen naquele mesmo ano.

Mônaco, 1973: o piloto francês François Cevert tinha muitas habildades extra-pista. A moça em uma das janela de seu quarto de hotel é a Condessa Cristina Caraman. Na outra janela, um dos macacões do piloto. Cevert morreria em Watkins Glen nesse mesmo ano

i

lemont-Ferrand 1973. Mecânicos dão duro no carro de Emerson.  Com certeza não estavam mexendo no mapeamento do motor...

Clemont-Ferrand, França, 1973: mecânicos trabalhando nas entranhas da Lotus de Emerson Fittipaldi, a anos-luz da tecnologia e dos recursos de hoje

-

Caixa de ferramentas, ano 1974

1974: a que hoje é definitivamente primitiva caixa de ferramentas dos mecânicos da John Player Lotus Team, de Emerson Fittipaldi

-

Hospitality Center, na hora do almoço

Hora de almoço nos velhos tempos: que hospitality center, que nada...

-

Boquinha do Escocês Voador, Jackie Stewart

Pausa para o reabastecimento de Jackie Stewart, o Escocês Voador: 100 corridas, 27 vitórias, três campeonatos entre 1965 e 1973

-

Para quem não conhece, o senhor a esquerda acompanhando o trabalho, é Colin Chapman, fundador da Lotus.

À esquerda, de branco e de bigode, Colin Chapman, fundador da Lotus

-

Reabastecimento: Reparem no extintor!  E o piloto, Emerson Fittipaldi, com sua bela Lótus.

Dureza, aquela época: Emerson Fittipaldi reabastecendo no box. O equipamento antiincêndio (veja o extintor vermelho) era da pesada...

 

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados