Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Tecnologia no Allianz Parque mapeou palmeirense que cuspiu em Tite

Imagens de câmeras e biometria facial do Palmeiras levaram à identificação do palmeirense autor da cusparada, que foi expulso de programa de ingressos

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 12h00 - Publicado em 25 abr 2024, 16h30

O cruzamento de imagens das cerca de 400 câmeras de segurança de alta definição espalhadas pelo Allianz Parque com o banco de dados do sistema de biometria facial do Palmeiras possibilitou identificar e punir o torcedor alviverde que cuspiu em Tite menos de 48 horas depois de o técnico do Flamengo desabafar sobre o episódio em entrevista coletiva.

Logo depois de mapear o autor da cusparada, o Palmeiras o expulsou do programa “Passaporte Allianz Parque”, que dá acesso ao estádio em todos os jogos do clube palestrino.

“O Passaporte Allianz Parque é destinado aos torcedores que vão ao estádio torcer para o Palmeiras e que respeitam os adversários. Hoje, graças à tecnologia que temos no estádio, é possível agir com precisão e agilidade em casos como esse”, afirma o vice-presidente da WTorre Entretenimento, Marcelo Frazão, responsável pela gestão do Allianz Parque.

O Palmeiras instalou a biometria facial no estádio para acabar com o cambismo que existia na venda de ingressos para os jogos. 

Continua após a publicidade

Por meio de uma parceria com a Secretaria Estadual de Segurança Pública de São Paulo, cada vez que uma pessoa compra o ingresso, seus dados são enviados para uma base que identifica se ela tem mandado de prisão em aberto, se ainda está viva ou se um terceiro está tentando acessar a arena com o CPF de alguém que morreu ou se está desaparecida da família com boletim de ocorrência em aberto.

“Além de coibir a atuação de cambistas em jogos do clube como mandante, o sistema de biometria facial implementado pelo Palmeiras de forma inovadora no futebol mundial tem contribuído com as autoridades de segurança pública na identificação de criminosos”, afirma Leila Pereira, presidente do Palmeiras.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.