Blogs e Colunistas

17/06/2013

às 15:46 \ Política & Cia

PROTESTOS: Manifestação de hoje no Largo da Batata, em São Paulo, põe à prova capacidade de convivência civilizada em uma democracia

Amigas e amigos do blog, sei que exagerei em comentários anteriores sobre as manifestações contra o aumento das passagens de ônibus em São Paulo, qualificando, genericamente, os manifestantes como “baderneiros” e o movimento como “baderna”.

Continuo achando, porém, que há um grande número de baderneiros em meio a outras pessoas que querem exercer seu legítimo direito de protestar nas ruas, garantido — obedecidos certos limites — pela Constituição.

Direito esse que, evidentemente, apoio e defendo, como sempre fiz.

Mas continuo achando que, graças a esses baderneiros, um movimento que é aceitável e saudável numa democracia transformou-se, em diversas situações, em pura baderna, com depredações de ônibus e estação de metrô e outros tipos de vandalismo contra vitrines de lojas, de outros tipos de comércio e de veículos.

Sei, por outro lado, que a palavra “baderna” tem conotações ideológicas, devidamente apostas justamente pelos que são partidários da desordem, e que políticos e homens públicos em geral, com poucas exceções, hesitam em usá-la, mesmo quando dela se trata.

Eu, porém, gosto de chamar as coisas pelo nome que têm, sempre que for o caso.

E temo que os responsáveis pelas manifestações incorram, uma vez mais, nisso de que trato: baderna.

Temo igualmente que a polícia não saiba se comportar como exige uma democracia.

Hoje, por exemplo, às 17 horas, haverá mais uma manifestação que se pretende grande em São Paulo, no Largo da Batata — espaço do bairro de Pinheiros largamente deteriorado e que passa por uma grande transformação, impulsionada pela construção de uma estação do metrô que já atraiu a iniciativa privada para uma série de empreendimentos em curso.

O governo estadual, responsável pela Polícia Militar e alvo de uma torrente de críticas pela ação violenta da polícia nas manifestações de quinta-feira, mudou sua postura de dureza e enfrentamento, afirma que não utilizará a tropa de choque da PM no Largo da Batata e nem recursos de repressão a violência pública, como balas de borracha e spray de pimenta, além de ter chamado para dialogar os dirigentes do chamado Movimento Passe Livre (MPL), que iniciou os movimentos contra o aumento das passagens.

O tal MPL, porém, adota uma postura de radicalização, recusando-se, entre outras coisas, a negociar com as autoridades o trajeto da passeata, para que a PM possa garantir a segurança da população e a dos próprios manifestantes. Também não estão abrindo mão de terminar os protestos na Avenida Paulista — via crucial para a cidade porque, entre outras características, é corredor de acesso a 19 (dezenove) hospitais, e sua interrupção constitui problema grave, de consequências graves.

Será que adiantou o governo querer dialogar?

Pois vejam o que disse hoje à Folha On-Line uma certa Nina Capello, considerada uma das líderes do Movimento Passe Livre, a certa altura da entrevista que concedeu:

– Vai ser o maior protesto contra o aumento da tarifa de ônibus. A gente continua na rua até o prefeito [Fernando Haddad, do PT] e o governador [Geraldo Alckmin, do PSDB] decidirem revogar o aumento do ônibus e dos trens. Caso contrário, a gente vai continuar colocando as nossas forças nas ruas, ocupando ruas importantes e parando a cidade.

Vejam bem, amigas e amigos do blog: “parando a cidade”.

Eles prometem PARAR a  maior cidade do país como se fosse a coisa mais natural do mundo.

Como se não fosse algo contrário ao direito constitucional de ir e vir de milhões de paulistanos.

Como se não fosse algo clara e escancaradamente ilegal.

Como se bloquear vias e, mais ainda, “parar” uma cidade fosse algo que qualquer grupo de pessoas pudessem fazer a seu bel prazer.

Como se as demais pessoas que protestam, mas não fazem parte de movimento algum, tivessem sido consultadas se topam ou não embarcar em uma ação ilegal.

Como se as autoridades — e, no caso, a Polícia Militar — não fossem obrigadas a intervir para garantir esse direito.

Estão querendo provocar confronto.

A Polícia Militar certamente exagerou na repressão de quinta-feira, ultrapassou em vários casos os limites civilizados de atuação de uma força do Estado e os responsáveis pelos atos violentos devem ser identificados e punidos.

Mas, evidentemente, nem o governador Geraldo Alckmin nem qualquer outro político que estivesse ocupando seu cargo pode deixar o barco correr em relação a grupos que pretendem “parar a cidade”.

Enquanto isso, com as críticas jorrando em cima do governador, o prefeito Fernando Haddad, do PT, cuja decisão — correta — de aumentar os preços das passagens de ônibus para fazer frente à inflação de responsabilidade do governo Dilma, assiste a tudo de camarote, como se não fosse com ele.

Faz uma declaraçãozinha aqui, outra ali — e pronto.

E o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que por acaso é pré-candidato ao lugar de Alckmin nas eleições do ano que vem, usa a TV para aparecer em meio à crise — ele, que na verdade nada tem a ver com o assunto, de âmbito municipal e estadual. Fatura eleitoralmente de um episódio grave.

O que ocorrer hoje no Largo da Batata, na maior cidade do Brasil, vai ser uma prova de nossa capacidade — ou incapacidade — de convivência civilizada em uma democracia.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

205 Comentários

  1. Salles Marcondes

    -

    06/07/2013 às 14:20

    Não posso publicar acusações graves sem provas, caro Salles. Sei que você compreende.
    Abraço

  2. Alexandre

    -

    05/07/2013 às 23:26

    o povo ainda não se manifestou cobrando providências ao Presidente do Tribunal de Justiça do Estado; que haja mais celeridade, agilidade nas tramitações dos processos, cumprindo o art. 5 º, inciso LXXVIII da Constituição da República Federativa do Brasil, que trata da RAZOABILIDADE DA DURAÇÃO DO PROCESSO. É inadmissível, um processo durar anos sem sentença por mais complexo que seja, bem como, durar anos um processo simples de ser resolvido. O HORÁRIO PARA FUNCIONAMENTO DO FÓRUM DEVE SER de 09:00 HS às 18:00 hs. Não pode continuar como está. É brincar com o povo, ainda mais, os juízes e desembargadores ganhando entre R$ 21.000,00 (vinte e um mil reais) e R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), pago pelo povo. Isso se aplica também aos Presidentes dos Tribunais Regionais Federais). Vamos fazer passeata começando enfrente ao Tribunal Regional Federal, cada um em sua cidade, às 15:00 hs e terminando enfrente ao Tribunal de Justiça do Estado, dentro da ordem, respeitando a lei, sem vandalismo, exercendo nossa cidadania pacificamente. Passeata dia 01 de agosto de 2013. Organizem-se. Divulgue essa convocação e enviem mensagem a todos. Vamos parar o Brasil por uma causa justa. SEM JUSTIÇA, NÃO HÁ DEMOCRACIA. VAMOS COBRAR DESSE PODER JUDICIÁRIO intocável, que vive em um casulo de ferro, e que estão resguardados na VITALICIEDADE e GARANTIAS nos termos do art. 95, inciso I da Constituição Federal, a pararem de serem morosos nos processos judiciais e tomarem vergonha. Vamos para as ruas; vamos cobrar resposta ao Poder Judiciário dessa lentidão, vamos cobrar a verdadeira JUSTIÇA SOCIAL e cobrar também, que o fórum abra das 09:00 hs às 18:00 hs. A OAB espera essa providência há anos e nunca foi ouvida e agora chega !!!! O gigante acordou, que somos nós o POVO que aprendemos a exercer nossa cidadania dentro do Estado Democrático de Direito.

  3. alfredo chaves

    -

    22/06/2013 às 11:07

    você concorda? Quanto custa um deputado Salário de quase R$ 30 mil por mês. Ajuda de custo para mudar para Brasília. Verba de aproximadamente R$ 30 mil mensais para pagar alimentação, pesquisas, aluguéis, combustível, consultoria. Até 25 funcionários, um gabinete, apartamento funcional com telefone liberado. Tudo isso e muito mais são os direitos e benefícios que cada um dos 513 deputados federais no Brasil tem à sua disposição para desempenhar suas atividades, como apresentar projetos, relatar outras propostas, votar, aprovar, rejeitar, fiscalizar o governo, apoiar o governo, representar a sociedade, ou a parte dela que o elegeu. Como mostrou ontem (25) o Congresso em Foco, um deputado e seu gabinete custavam R$ 122 mil por mês até o início de 2011, quando o salário tinha acabado de subir para R$ 26.723,13. Mas, agora, com medidas tomadas no final da gestão de Marco Maia (PT-RS) e outras em preparação na administração de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), um gabinete deverá passar a custar R$ 142 mil por mês. Veja aqui a relação dos benefícios de um deputado

    O salário dos deputados deve subir para R$ 28 mil por mês, graças à PEC da Bondade, negociada pelos parlamentares com o aval de Henrique Eduardo Alves. O “cotão”, a verba multiuso que paga da refeição à passagem de avião, vai passar de R$ 29 mil por mês em média, para R$ 33 mil.
    E o auxílio-moradia vai de R$ 3 mil para R$ 3,8 mil por mês. Quem não recebe o benefício geralmente mora em um dos 432 apartamentos funcionais que ficam na Asa Sul e na Asa Norte, áreas nobres de Brasília. O presidente da Câmara tem direito a residência oficial no Lago Sul. Com os aumentos em curso, a conta final para o contribuinte será de quase R$ 1 bilhão por ano. Eu não concordo, temos que dá um basta nisso, eles são nossos empregados, não nossos patrões. Temos que diminuir esses salários milionários, com esse dinheiro podemos melhorar a saúde, a educação. Eu não quero mais sustentar, amante de debutado, governador, prefeito ou senador. Com meu suor , eles estão vivendo como reis, temos que mudar, nem que tenhamos que morrer por isso. Eu não quero mais ser escravo. Precisamos lutar e juntos mudar tudo isso. Alfredo Chaves[...]

  4. Carlos Roberto Alagoano

    -

    19/06/2013 às 19:41

    Um absurdo o que aconteceu com a nossa presidente Dilma. os vagabundos e pilantras vaiáram ela sem motivo nem um.
    vou mostrar pra esses babacas que nas proximas eleições ela já está eleita.
    vou voltar aqui e esfregar na cara de vcs babacas. me aguardem aq

  5. Nostradamus

    -

    19/06/2013 às 17:59

    Prezado Ricardo, a uva está para o suco de uva, assim como o senhor está para o Caio Ribeiro (rede globo)!

    Meu protesto é contra as obviedades compiladas pelo senhor.

    Está devidamente publicado seu protesto, originalíssimo “Nostradamus”.

  6. Wallax

    -

    19/06/2013 às 15:55

    Vamos ver se voce concorda comigo: muitos, nem todos, vao as ruas protestar. Alguns, mal educados, idiotas, acham de depredar, queimar, roubar, pixar etc., etc., etc.

    No final, se tudo der certo e houver mudancas drasticas na forma de governo deste país, todos, inclusive os que estavam contra ao movimento, serao beneficiados. “Tô” certo?

  7. EdsonReis Sena

    -

    19/06/2013 às 14:30

    O que é a PEC 37

  8. Thiago Padilha

    -

    19/06/2013 às 14:05

    Manifestaçao e certo mas para isso presisamos ter conciencia do que fazemos e ate mesmo falamos,mas quando e mesmo que esses manifstantes errados vao perceber que estao sujando nossa casa quando eles vao perceber que somos todos irmaos ate mesmo quem esta do lado errado um sabio homem sempre dizia para que lutemos juntos com palavras palavras fortes e formidaveis como herois,herois que desafiarao muitos e se colocaram como todos e nao presisaram de violencia e nen de poderres para isso so presisaram de um microfone para que todos escutem com atençao,Mandela nuca quis violencia em suas açoes mesmo ele sendo o lider da manifestaçoe ele e um otimo exenplo de heroi e um exenplo para seguirmos.

  9. cris

    -

    19/06/2013 às 13:50

    estou de apoio isso indica que o povo acordou,que não é bobo,esta defendendo nossos direitos a qual estão nos tirando,deixando o povo acuado,despido mas agora o nosso grito vai ser ouvido e respeitado,porque achavam que estavamos mortos,mas acordamos,vamos a luta essa é a nossa vez de gritar liberdade não somos escravos,liberdade vamos ganhar.estamos vivos,BOA SORTE PRA NOS OBRIGADO

  10. FERNANDO CHAVES

    -

    19/06/2013 às 10:47

    Caro Fernando, entendo sua indignação, mas comentários neste espaço somente com letras minúsculas, combinado? Abraços

  11. Ana Paula Petcov

    -

    19/06/2013 às 10:00

    Sr.Ricardo

    Concordo com algumas de suas ideias.Todavia, discordo de outras, e acredito que devamos abrir discuções sobre ideias e não sobre as pessoas.Gostaria de registrar minha opinião, acrescentando ao seu texto, que os ocorridos saques, depredações, devem-se ao fato de não haver um objetivo claro e comum, tão pouco lideranças.Sou uma ex cara pintada, e fico indignada com a violência, por acreditar que revoluções se fazem sem a violência, e também não acredito em comparações feitas com revoluções violentas, eram tempos sociopolíticos diferentes.Nem a própria imprensa é coerente, acusa a polícia de ser truculenta, e convenhamos foi, inversamente mostra nos telejornais a falta desta nos últimos acontecimentos.Lamento que a democracia seja “manchada” por estas manifestações violentas, discordo e confesso Sr. Ricardo não gostar do termo “baderneiro”, justamente pela conotação ideológica mencionada.Enfim, esta é apenas mais uma opiniaõ, e poder se expressar depois de ter vivido numa ditadura militar, é democracia.Obrigado.

  12. Ronaldo Barra

    -

    18/06/2013 às 23:13

    Tá na hora de lideranças políticas com credibilidade(são poucas no Brasil) se reunirem com a Dilma Roussef e mostrarem a pauta de reivindicações que ela teima em não entender: não aumentar as tarifas de transporte público, retirar a PEC 37 do congresso, aceitar os novos partidos com as mesmas regras dos outros,aumentar no orçamento os percentuais para educação e saúde, saída de Renan da presidência do Senado,acabar com a Copa do Mundo em 2014,auditoria nos gastos da Copa da Confederação,prisão imediata dos mensaleiros, abertura de inquérito conta o Lula e a Rosimary, diminuição dos ministérios para no máximo 10. Isto deveria ser anunciado em cadeia nacional para acalmar os ânimos e dar um novo direcionamento ao Brasil.

  13. Marcelo Alexandre

    -

    18/06/2013 às 21:47

    Demorou muito tempo, para voces poderem acordarem. A ultima vez, em que eu vi que voces fizeram a mesma coisa, foi no imptiman de Color de Melo, tal como, CARA PINTADA, sou solidario com voces, ao mesmo tempo, voces precisam aprender a ter um lider. Este lider sou eu pra divulgar tudo aquilo que voces jovens lindos e maravilhosos a unica esperanca que sao voces me apoiarem. Concordo com tudo o que voces estao fazendo, exceto algumas celulas sem compromisso e sem informacao que deixa o nosso estado de consciencia instavel, porem e necessario galgar as melhores posicoes possiveis de frente e recuperar a confianca do nosso movimento. Estou disposto a entregar para o nosso movimento uma consicencia sadia, nobre, e intectualizada porque somos todos inteligentes. Precisamos movimentarmos impulsivamente no interesse coletivo no prol da intensidade coletiva nacional. Ha decadas, estamos precisando que vigore um interesse nacionalista de um bem comum de todos nos. Chegou a hora. MEU BRASIL BRASILEIRO HOJE E AGORA.

  14. Adriano moraes

    -

    18/06/2013 às 20:39

    Quando nos o povao pressisar de segurança,hospitaes,escolas educaçao de qualidade principalmente segurança nas ruas pra chegar vivo em casa . (Que tal ir todos para os belos estadios da copa) que tera muito beneficio para nos kkkkkk

  15. Jose J.carvalho Neto

    -

    18/06/2013 às 20:24

    Eu venho escrevendo a mais de um ano sobre os gastos que o governo vem fazendo para copa do mundo nos meios de comunicação até para a presidenta, mas sem sucesso e nenhum retorno, eu vejo o dinheiro publico iindo para os clubes que nao
    Vão pagar e vejo construção de estádios que após a copa vão ficar sem usos, e vejo
    Que precisamos de hospitais e universidades e escolas, medicamentos que falta nos hospitais, e nao temos estradas ou seja falta infra estrutura para crescermos, e o dinheiro saindo,A presidenta teve sua oportunidade de cancelar esta copa, pois o Mundo nunca iria esquecer esta atitude, porque ela iria dizer que,vou investir no meu Pais.

  16. Corinthians

    -

    18/06/2013 às 20:10

    Grande Setti,
    Eu que agradeço. Entrei aqui pela primeira vez em 2010 e sabe que nunca mais saí – e nem sempre concordamos, mas aqui é um espaço para debates que muito me ajuda a formar minha opinião.
    Voltando ao assunto, já de novo vemos que foi só elogiar o protesto de ontem que hoje já descambou de novo em mais vandalismo.
    Não tem como continuar assim – esses protestos tem uma grande parcela (apesar dos mais entusiasmados tentarem mudar o foco) de vândalos e de partidários conforme já demontrado por vários jornalistas.
    Sinceramente ? Por mais válido que seja demonstrar sua indignação, eu já venho colocando há algum tempo justamente isso – é uma pseudo-união onde um monte de pessoas estão protestando por causas diferentes. Vemos agora que uns são contra o Alckmin, outros contra Haddad. Uns querem o impeachment da Dillma, mas outros querem implementar o socialismo.
    Vai dar em nada.

    A tentativa de depredar o belo edifício-sede da Prefeitura de São Paulo mostra que os bandidos, os baderneiros, os safados e aproveitadores estão sempre à espreita, caro Corinthians.

    Abração

  17. gd

    -

    18/06/2013 às 19:40

    cara vou falar a verdade esses estudantes estão querendo o q????pagam meia em tudo aposto q enquanto estão fazendo essa bagunça os trabalhadores d verdade estão preocupados em como fazer para voltar para casa,resumindo tudo é motivo para manifestação um quer ser gay,outro fumar um bagulho na usp sem ser incomodado essa juventude tá uma porcaria vão trabalhar bando d vagabundos

  18. Marco Damasceno

    -

    18/06/2013 às 18:32

    Caro Sr. Suas idéias não refletem aquilo que pensa ou devo adimitir que não foi o sr quem as escreveu?Me parece estranho atacar seus pensamentos expressos sem que com isso não lhe atinja como autor.Já pensou nisso? Sei que o bombardeio está acirrado mas…Errar é humano, os baderneiros erram também.Pior q eles não têm corretor automático nem a tecla “delete’para corrigir os erros cometidos nas ruas sob forte emoção e não diante de um computador como fazem os escritores formadores de opinão.

    Seu comentário é um samba do crioulo doido, mas me ofende imaginar que eu não escrevi o que pensa ou que alguma outra pessoa redigiu um texto em meu blog em meu nome.

  19. francisco souza

    -

    18/06/2013 às 18:20

    O povo brasil. parece ter acordado p/ democracia, q/ é tbem, partic. popular, chega de corrpção, ladroeira e falcatrua. vamos derrotar os leões que só querem comer nossa carne. parabens ao povo brasileiro, só lembrando, s/ quebradrera

  20. Marco Damasceno

    -

    18/06/2013 às 18:11

    Daniela

    18/06/2013 às 10:21
    …”Por que você não discute o que eu escrevo em vez de atacar a mim pessoalmente?
    Isso é coisa de gente de mentalidade autoritária e fascista, sabia?

  21. celsoestevesdesouza

    -

    18/06/2013 às 18:03

    Após os movimentos, será que não está na hora da rainha devolver a coroa ao que nada viu e que nada sabe. Podem até derreter a coroa e fazer um tacape e sentar a pua nele.

  22. Artur Souza

    -

    18/06/2013 às 16:54

    Prezado Ricardo. O assunto é importante e interessante demais, vale a pena voltar a ele.
    O que nós ouvimos há 10 anos é o berreiro ufanista de Lula, Dilma e da porcada magra e sequiosa de cargos e dinheiro público que os acompanha. A outrora gloriosa UNE, que liderou os estudantes em passeatas históricas contra o regime militar e pelo impeachment de Collor, foi comprada pelo governo federal. Nunca deu um pio sobre o mensalão e outros assuntos espinhosos à imagem do PT.
    É preciso reconhecer que, apesar de todos os transtornos e excessos cometidos nas manifestações, era essencial que algo assim ocorresse. O silêncio foi rompido, e isso é bom. Não sabemos o que vai acontecer, mas não pode ser pior do que uma sociedade muda e abúlica diante da roubalheira triunfante e da agressividade barulhenta do PT avisando que “o bicho vai pegar.”
    Já que você lembrou algumas vezes Martin Luther King, vale citar o que ele disse: “O que me preocupa não é o grito dos maus, é o silêncio dos bons.”

  23. Paulo Cesar Rangel Ribeiro

    -

    18/06/2013 às 16:51

    seria melhor vocÊ sair de cima do muro. ou apóia o movimento ou não apóia. desce do muro.

    Não estou no muro. Vou inclusive escrever sobre isso, Paulo César. Minha postura foi clara desde o começo: sou inteiramente a favor de manifestações públicas de protesto — sempre fui –, mas, da mesma forma, totalmente contra a baderna e a violência.

    As manifestações agora, além de terem mudado de foco, deixaram (quase) toda a baderna de lado.

  24. Vinicius Souza

    -

    18/06/2013 às 15:31

    Estúpido e descerebrado é quem, à falta de neurônios e de argumentos, prefere atacar quem propõe ideias em vez de discuti-las.

  25. Armando Lima

    -

    18/06/2013 às 15:09

    Prezado Ricardo Setti, os protestos de ontem não simplesmente “pararam a cidade”. Foi muito mais que isso, pois na verdade MOBILIZARAM UM PAÍS. Protestos pacíficos devem continuar e a partir de que se destrói o patrimônio público, então passa a ser baderna e contra a baderna a força policial deve agir. Será que na prática a baderna é apenas isso mesmo ? Os protestos são legítimos, pois durante anos e anos vimos todos os dias nossos políticos “se lixarem” para o povo. TODOS ou QUASE TODOS! Daí então podemos falar também de baderna. Partidos políticos que não tem nenhuma ideologia (e nem fazem questão de ter); que fazem politicagem na base do toma lá dá cá e que se preocupam apenas com cargo$$$ e mais cargo$$$. Baderna talvez seja um país que gasta uma fortuna pra fazer uma copa do mundo e sequer cuida da saúde do seu povo. Baderna é o mensalão com nenhum culpado ainda preso, mesmo depois de todos as provas contra cada um deles, já condenados inclusive. Baderna talvez sejam milhares de licitações assombrosamente superfaturadas e que MATA mais que muita guerra mundo afora. Baderna talvez sejam os impostos suíços que pagamos e os serviços africanos que recebemos de volta. Quem sabe ainda baderna seria o IPVA dos nossos carros e as estradas que rodamos Brasil a fora. Baderna foi o que a classe política transformou nosso país.
    Ricardo, ontem vi algumas situações de baderna, infelizmente. Mas também vi um povo que tem ânsia por mudanças. Um povo que na sua maioria, pacificamente saiu às ruas desejando um país melhor! Não apenas uma passagem de ônibus mais justa e mais barata, mas transporte público digno aos seus cidadãos. Um povo sofrido que trabalha, que batalha, que luta pra prosperar na vida, mas que não aguenta mais tanta BADERNA. Estamos acordando e espero que o “sono” de tantos anos de letargia não nos pegue mais. Temos muito a fazer !

  26. Eurico Marques

    -

    18/06/2013 às 14:38

    Pode fazer qualquer tipo de protesto, incluindo este, que tem vários nomes e virou o samba do afrodescendente com problemas mentais( na África não tem só negros, antes que a malta faça alguma besteira). Imaginem 100 mil pessoas nuas na rua, com um chapéu ao menos, e verde amarelo. Se estes 100 mil pelados não souberem votar, de nada adiantou deixarem as roupas em casa.

  27. Daniela

    -

    18/06/2013 às 14:20

    Querido Ricardo Setti, li o post com certeza. Que bom que já precisou utilizar do atendimento de saúde pública, está sabendo como anda a situação. Não pretendi lhe atacar pessoalmente, tentei atacar a sua opinião, já que a mesma não condiz com a minha, não pretendo de jeito nenhum lhe ofender.
    “mentalidade autoritária e fascista”, uauuu, nunca pretendi tanto!!!!

    Então sou eu quem lhe pede desculpas, Daniela. Vamos continuar dialogando de forma civilizada e democrática.
    Um abração

  28. Cleiton

    -

    18/06/2013 às 14:15

    Queria muito que o PSDB voltasse.

  29. Umberto

    -

    18/06/2013 às 14:11

    Olá amigo Ricardo, como vai?

    Sem dúvida os protestos são legítimos e necessários, agora, não podemos esquecer que as manchetes até outro dia, estavam direcionadas à violência urbana. Pessoas estão sendo assaltadas e queimadas vivas…
    A baderna causada por alguns é terreno fertilíssimo, para que outro alguns (estes que ateiam fogo em pessoas) se misturem à massa,e se “manifestem” fazendo toda a espécie de delitos e crimes. As imagens do Rio comprovam isso, ou seja uma das motivações das manifestações (neste caso a violência e falta de segurança da população)é a mesma que a denigre e desvirtua.
    Forte abraço.
    Beto

  30. Ronaldo Barra

    -

    18/06/2013 às 14:03

    A presidente Dilma Roussef é uma dissimulada. Orientada pela seus conselheiros vem a público elogiar a manifestação, dizer que é democracia e que o seu governo deseja as mudanças também. Tudo mentira e falsidade. Ela é, juntamente com o Lula, a responsável pela calamidade que assola o país. Para se eleger vende a alma a Deus e ao Diabo, faz concessões as mais espúrias e se junta a salafrários da nossa política para ajudar o projeto do PT de se perpetuar no poder. Oferece ministérios a todo e qualquer malandro que tenha voto (40 ministérios) e a apoie. Aceitou sediar uma copa num país sem estrutura de aeroportos, transportes e estradas. Desviou dinheiro público para construção desnecessária de estádios de futebol, onde o senhor Blatte e companhia, juntamente com as empreiteira e o lobista Lula se empanturram de dinheiro. Pouco se preocupa com a educação, com as estradas e hospitais do país. O que lhe interessa é mais um mandato que a cada dia está mais longe. O povo não é bobo e acordou para as falcatruas do PT. Estamos com inflação pela política econômica sem nexo da presidente, cujos gastos públicos ultrapassam as raias do absurdo. Falta de estrutura e de visão, pensando que o país continuaria seu ciclo de viver às custas de commodities. Ledo engano. A “mestra” e “doutora” em economia deu com os burros n’água. O povo não quer só mudanças, o povo quer a Dilma Roussef e Lula fora do comando do país. Não adianta se fazer de desentendida.

  31. Assis

    -

    18/06/2013 às 14:00

    Foi bacana de sua parte pedir desculpas pelo mal jeito com as palavras mesmo que de maneira velada, mas é muito difícil concordar com você quando diz que o governo tentou negociar, no meu modo de ver ele só quer saber as rotas do protesto para reprimir a manifestação como tenho visto, os manifestantes não tem garantia nenhuma de que o governador esta falando a verdade. Negociar uma maneira de passagem livre para carros de emergência eu concordo, concordo também que a frase “parar a cidade” foi mau dita e falar o que não se deve acontece com todos nós não é verdade? Agora uma manifestação sem causar transtorno a alguém isso não existe porque se a manifestação não incomodar não terá resultado e sem resultado o único prejudicado será a população e não nossos políticos que cá entre nós podem fazer o que quiser que não sofreram nada nem o supremo tribunal consegue puni-los.

  32. katedref

    -

    18/06/2013 às 13:45

    Seu comentário boçal, ofensivo e mentiroso mostra que você não sabe pensar, não sabe argumentar. Para os destituídos de neurônios, é muito mais fácil ofender quem apresentou ideias e argumentos do que discuti-los.

  33. MILTON FEZES

    -

    18/06/2013 às 13:40

    Seu comentário boçal, ofensivo e mentiroso mostra que você não sabe pensar, não sabe argumentar. Para os destituídos de neurônios, é muito mais fácil ofender quem apresentou ideias e argumentos do que discuti-los. O pseudônimo que você escolheu não poderia ser mais apropriado.

  34. Rafael

    -

    18/06/2013 às 13:35

    Por que o senhor tão estudado e informado não me dá uma lição sobre o que tinha de desinformado e ignorante no meu comentário?

  35. maura Sueli

    -

    18/06/2013 às 13:11

    concordo com o leitor Adriano Moraes me lembro da musica -garoto de rua. serve para os políticos e para o povo não ficar só vendo as noticia na televisão.
    se eu fosse lider deste grupo colocaria no som do caminhão,para conciêntisar mais e mais o povo.e não desistir nunca e protestar sempre.

  36. Jeff

    -

    18/06/2013 às 13:10

    O que seria bel prazer?

  37. Rafael

    -

    18/06/2013 às 13:09

    E vc acha que Martin Luther King juntou 200mil pessoas em Washington do nada? Sem interromper ruas, sem comprometer o direito de ir e vir de um monte de outras pessoas? Aposto que se vc vivesse nos EUA dos anos 60, estaria fazendo as mesmas reclamações sobre King que faz sobre as manifestações em São Paulo. Certeza.

    Estude um pouco. Informe-se mais. Depois volte aqui.

  38. maura Sueli

    -

    18/06/2013 às 12:57

    Ricardo Setti você com sua opinião de povo baderneiro tem um pouco de verdade mas,baderna esta na politica no mensalão que não foi até o fim o dinheiro publico desperdiçado na copa com capa de chuva no valor trezentos reis a escola que não tem segurança nas periferias de SP o professor que perdeu seu direito de dar aula em paz por falta de leis rigídas para alunos e pais.é uma bandalheira.

  39. Roberto

    -

    18/06/2013 às 12:46

    O gigante estava adormecido bem a beira das margens plácidas, porém alguém soltou um brado retumbante e ele despertou!
    Despertou para fazer com que novamente brilhe o sol da liberdade, para que impere a igualdade e que mais uma vez, o pátria amada, conquistemos com o braço forte, a possibilidade de que em teu futuro espelhe alguma grandeza, para a possibilidade de um dia deitarmo-nos em berço esplendido ao som do mar e a luz do céu profundo iluminados ao sol do novo mundo.
    Nem que para isso venhamos a desafiar com o nosso peito a própria morte, para realizarmos um sonho intenso que a muito almejamos, um sonho de amor e esperança, para que consigamos impedir que devastem, desmatem e queimem nossos risonhos e lindos campos cheios de flores, para que não acabem com a vida de nossos bosques, para que com orgulho possamos sustentar o nosso lábaro estrelado e assim, com essas lutas que travamos nos dias de hoje, venhamos a conquistar a paz no futuro mediante as glórias do passado!
    E diante de tudo isso nossos governantes corruptos e safados terão a certeza de que um filho teu não foge a luta e muito menos não teme quem te adora a própria morte minha pátria amada que és tu BRASIL!!!!

    Ass: José Roberto

  40. Márcia Maria

    -

    18/06/2013 às 12:45

    Seu Setti, aqui no RS,em Poa a manifestação ia tranquila,até chegar a um dos campus da Ufrgs, aí os estudantes foram participar e virou bagunça, queimaram ônibus, atacaram empresas privadas,quebraram lixeiras e tudo. E foram para cima da sede da ZH. Tentaram depredar tudo. Fizeram barricadas de containner de lixos. Mas, até q tudo terminou bem. Só q um detalhe toda bagunça foi avalizada pelo Gov. Tarso Genro, q pediu para Brigada militar q não fizesse nada só acompanhasse os vândalos.Outra, o velho senador de Guerra Paulo Paim. Achou q o movimento em Brasília era para derrubar o governo. Aí pediu para falar e negociar com os líderes políticos dos movimentos. Por incrível q pareça eles disseram q não eram movimentos Políticos. E não tinha nenhum político. Então só em Brasilia realmente foi espontaneo…

  41. Alessandro Medeiros

    -

    18/06/2013 às 12:39

    Caro Alessandro, sua indignação tem toda a razão de ser, mas neste espaço só em letras minúsculas, combinado? Abraços.

  42. Thales

    -

    18/06/2013 às 12:31

    Todo protesto pacífico é válido. Mesmos os partidários. Meu único temor é que haja gente que não passe de inocente útil nessa história.
    Não acreditem em ninguém que não sejam vocês mesmos e, os que acham que não são manipuláveis são os que mais são.

  43. JOÃO ZIBARJAN

    -

    18/06/2013 às 12:23

    Concordo com as manifestações e hora do país deixar de lado a politicagem e partir para a efetiva administração. Discordo da badernagem e da destruição de bens públicos,afinal é o nosso patrimonio pago as duras penas com nosso impostos. Se há necessidade de quebra-quebra que o façam nas casas do josé sarnei, zé dirceu e demais mensaleiros, renan calheiros, romero jucá, lula, entre outros

  44. Jurandir Araguaia

    -

    18/06/2013 às 12:20

    Meu caro, o que hoje vemos é uma reação popular legítima à soma de todas as nossas indignidades. O povo, quando cansa, age de forma abrupta, indomável até! O Governo precisa dar uma resposta afirmativa e seria bom começar agindo para que os condenados do Mensalão fosse presos. Enterrar a PEC-37 seria outro passo afirmativo e positivo e, assim, os ânimos acalmariam. Tentar fazer uma propaganda em cadeia nacional, conforme pretendem, mostrando as conquistas do governo nos últimos anos será o mesmo que jogar gasolina na fogueira. O Brasil Acordou!

  45. Jurandir Araguaia

    -

    18/06/2013 às 12:18

    Meu caro, o que hoje vemos é uma reação popular legítima à soma de todas as nossas indignidades. O povo, quando cansa, age de forma abrupta, indomável até! O Governo precisa dar uma resposta afirmativa e seria bom começar agindo para que os condenados do Mensalão fosse presos. Enterrar a PEC-37 seria outra passo afirmativo e positivo e, assim, os ânimos acalmariam. Tentar fazer uma propaganda em cadeia nacional, conforme pretendem, mostrando as conquistas do governo nos últimos anos será o mesmo que jogar gasolina na fogueira. O Brasil Acordou!

  46. Márcia Maria

    -

    18/06/2013 às 12:16

    Seu Setti, se for verdade q esse MPL e Juntos, são de esquerdas. Então, é Canalhice pura, vi esses tipinhos no JN e um pouco agora, na Fátima Bernades. Vou ter q tb dizer q o seu Luis Inácio, continua o mesmo *****. Quando diz q movimento social não é caso de polícia. Seu Setti, acho q só o Sr. e Eu entende Reinaldo Azevedo. Como pode ter alguma seriedade um Movimento q reinvidica serviços de gratuidade! Por favor alguém me responda? Essa gratuidade, os custos vão ser voluntários, por esses Babacas. Atá agora não entendi. É caso de internação ou mesmo de má fé política… E como é bonito revindicar qq gratuidade em tudo. Eles dizem q transporte público não é técnico mas político.É muito mais grave ainda.Sem se preocupar com qq tipo de custeio. Então tem q ser enquadrados pelo MP, esses malandros, no velho 171.Ou por irresponsabilidade fiscal pública. Seu Setti o Sr. e o Reinaldo tem q acabar com esses movimentos de esquerda e desmistificar essa coisa q serviços públicos são gratuitos. Acabar com essa farsa mentirosa e bandida, usada por esses movimentos….

  47. Ney do MS

    -

    18/06/2013 às 11:29

    Pois é, Setti, os PeTralhas que, na manhã de ontem, comemoravam a derrocado iminente do governador Geraldo Alckmim (o único político que demonstrou coragem e deu a cara para bater), hoje, estão contabilizando os prejuízos (a manifestação em São Paulo foi tranquila, com exceção de uma minoria de vândalos, que no final da noite,tentou – sem sucesso – invadir o Palácio Bandeirantes) com a violência no Rio de Janeiro e Porto Alegre (governada por políticos do PT ou da base alugada do governo Lula/Dilma); sem falar da ocupação do Congresso Nacional e das acusações entre os PeTralhas do Distrito Federal (o governador Agnelo Queiroz, do PT, acusou funcionários lotados no gabinete da Presidência da República de estarem incitando os manifestantes em Brasilia). Nada como um dia após om outro, não ?

  48. Leonardo

    -

    18/06/2013 às 11:29

    Augusto, parabéns pelo texto. Inclusive defendendo o direito de ir e vir. Mas se não for desta maneira, pacifica, ordeira (abomino a baderna), não conseguirão demonstrar nossa insatisfação com este governo, políticos (com raríssima exceção ) e partidos. Eles quando querem dobrar seus salários, fazem na calada da noite. Sem se preocupar com a opinião pública. Veja um exemplo (de tantos que você conhece): Alterar a Lei da Ficha Limpa. Será que entre os manifestantes havia alguém pago pelo PT como fizeram com a blogueira cubana Yoani Sanchéz? Nós NÃO PRECISAMOS DE POLITICOS CORRUPTOS E NEM DE MAIS PARTIDOS POLITICOS. Este tem que ter é VERGONHA NA CARA E RESPEITAR O POVO BRASILEIRO. Os Ministros do STF devem retirar lições destas manifestações. O POVÃO É QUEM PAGA TODOS ELES. NÃO É A DESGOVERNADA.

  49. Chico Pinedo

    -

    18/06/2013 às 11:27

    Ricardo, acho que, infelizmente, haverá uma minoria que irá agredir, provocar e, mais cedo ou mais tarde, produzir um cadáver. Num pais como o Brasil, onde se mata por um pirulito, isto é a coisa mais fácil. O que não significa que os tais protestos serão responsáveis pelo cadáver! Poderá até ser executado por um marginal, cobrando uma dívida de droga de alguém que estava no meio da turba. Isto será mais um episódio da nossa violência urbana, apenas com a notícia transferida da editoria de polícia para a de política…Mas o risco de tal fato lamentável não elimina o mérito das manifestações. Obviamente começaram para atingir Alkmin, insufladas pelo PT, para logo fugir ao controle e, ao sabor de sms e twitters, espalharem-se pela juventude de todo o Brasil, chamando-a para as ruas. Com a água chegando na bunda, a classe média motivou-se a ir, meio sem consciência do porquê. Uns vão pela tarifa, outros pela luta contra a corrupção, outros para gazetear a faculdade, outros para uma curtição, etc. Mas já foram 250.000 e serão mais. Porque a classe média está de saco cheio do recomeço da inflação, dos impostos, dos concursos públicos, da má condição do transporte público ou da péssima mobilidade urbana, das dificuldades para manter a saúde, da péssima educação, da violência desenfreada, da corrupção, das mentiras de muitos políticos e de seus aliados da (má) imprensa, etc. Diz um ditado português: “casa de pouco pão, todos brigam e ninguém tem razão…” É o que marca este momento. Mas as manifestações deste tipo irão crescer, na mesma proporção em que as dificuldades econômicas evoluírem (como irão)! Se irão se consolidar em um movimento político, só o tempo dirá. Talvez em dois: um que radicalize o projeto bolivariano, liderado pelo PT, PSTU, PSOL, PCO, etc. O triste é que seu oposto não tem uma liderança (até aqui). O caldo de cultura para uma oposição está se formando, mas ela não existe. Por lamentável, atualmente, a maior força de oposição no Brasil esta na Revista Veja. É ela quem pauta uma consciência contrária aos desmandos deste grupo que está destruindo o Brasil. Mas a Revista é imprensa e não um partido. Assim, ninguém instrumentaliza uma ação consequente de oposição. Atenção: Aécio, Marina e Eduardo. Como se diz na minha terra, o cavalo está passando, com a sela em cima. É só montar…

  50. Dudu

    -

    18/06/2013 às 11:26

    amigo colunista, você tem falado muito em baderna, vandalismo. concordo e discordo. no começo houve sim vandalismo, nos primeiros dias, nos próximos os atos foram pacíficos e com o mínimo de vandalismo (e quem nos garante que não houveram infiltrados provocando os vandalismos?) depois veio a PM e “desceu o cecete” com que direito? infringindo o meu direito de manifestar? que legal. aí você cita Martin Luther King que promoveu um protesto 100% pacífico mas esquece que o mesmo tendo seu fim por assassinato! amigo colunista, te sugiro ler menos VEJA, e G1 e demais da globo, para não ficar mais contaminado com essa imagem que tentou propagar aqui. a realidade é outra, não preciso descrever, a mídia da internet (a única que não tem rabo preso com o governo) está aberta pra quem quiser conferir. abraço!

    Caro Dudu, você se engana redondamente ao imaginar que um sujeito à altura da vida em que estou limite sua leitura a este ou àquele veículo. Leio em um dia o que muitos não lêem em um ano, pode acreditar.
    E também ouço e entrevisto muita gente.
    Outro abraço

  51. Franco

    -

    18/06/2013 às 11:03

    Prezado Setti, estou com você. Inclusive no uso adequado dos termos baderna e baderneiros. Abraço.

  52. Caio

    -

    18/06/2013 às 10:53

    Amigo, não entendi direito o seu texto. Primeiro achei que não defendeu nenhuma visão, criticou de um lado, depois de outro, enfim, falou mas não disse nada. Dispensaria o uso de frases cliches como “desrespeitando o direito de ir e vir”, “escancaradamente ilegal”. Acho engraçado principalmente esse último: “escancaradamente ilegal”. Um momento em que a população reage à anos de podridão e de abuso e, ai sim, à abusos escancaradamente ilegais. A violência não é o caminho e ontem foi provado que também não é a intenção, porém em uma camada de 220 mil pessoa é complicado controlar todos. Reduzindo ou não a passagem, sendo necessário ou não dobrar o IPTU, isso é prova da ineficiência do governo e uma demonstração de que não estamos mais confortados. Nossa querida Dilma acabou de desonerar inúmeros setores para controlar de forma tosca e pontual uma inflação contra seus votos. Essa explosão de gastos míopes, dentre outros, é um abuso ao País e está conseguindo desfazer 13 anos construídos pelo FHC e continuado pelo Lula. A questão em volta de tudo isso, e que deve ser ressaltada e mantida, é um despertar da população contra os DESUMANOS que estão no poder. Não é possível que no controle não existam pessoas que coloquem o seu humanismo na frente de interesses financeiros para ficar inconformados e realmente colocar um basta na violência, nos hospitais sucatados na ignorância da população. População essa, que, por razões históricas, são desprovidas de intelecto e torna-se melhor ao governo aproveitar isso e comprá-los do que investir na base para melhorar. A causa dos protestos é longa, no momento está concentrada na tarifa pois deve começar por algum lado. O que tenho fé, é que será um movimento que deixará claro que o povo deixou de ser feito de bobo.

  53. claudia

    -

    18/06/2013 às 10:52

    Parece que existem sim ativistas que extrapolam o direito à manifestacao pública. Entretanto, está na hora do país acordar e se rebelar contra os gastos bilionários da Câmara e do Senado Federal, a corrupcao sem efetiva reprimenda, os precos dos servicos públicos,a violência sem fim e etc… temos que mostrar que nao somos só o pais do samba e futebol, somos um povo aspirante a cidadaos civilizados, democracia é feita para o povo e por ele deve ser exercida.

  54. Ricardo

    -

    18/06/2013 às 10:50

    Ricardo, me impressiona como uma grande parte dos críticos deste blog não conseguem entender sua posição: manifestação SIM, baderna NÃO. Acho sinceramente que leem mas não entendem. Lembra quando a gente fazia “análise de textos” no ginásio ? Pois é ! O Reynaldo (aquele seu colega de blog mais nervoso) referiu-se a “três pragas da contemporaneidade” que se observam nessas manifestações de causa pulverizada, se esquecendo de algumas outras, tão ou mais pragas, que tornam os protestos muito diferentes daqueles de 68, diretas já ou mesmo do impeachment de collor ( c minúsculo). Acrescente nestes, as drogas. Amplamente utilizadas durante as manifestações (ou voce acha que aqueles anjinhos que depredaram a Alerj estavam caretas ?); o crack e a cocaina “elevam o moral” de muito manifestante (na verdade baderneiro). Some ainda os dados alarmantes (pesquise em psiquiatria) do aumento sistemático do que a ciencia chama de “desvio de comportamento” (aquilo que chamávamos de delinquencia). Some ainda a pobreza educacional que eles recebem hoje, que não permite uma visão crítica de si mesmos nem dos atos que praticam. Resta a esses manifestantes aloprados olharem no espelho do banheiro, quando voltarem prá casa, e perguntarem-se (sem muita profundidade nem exercício filosófico complexo): quem foi que votou nos politicos que aí estão ?

  55. GlorInha de Nantes

    -

    18/06/2013 às 10:25

    Ao direito de ir e vir da população em geral sobrepuja-se o direito à manifestação dos “famosos quem!?” do Passe Livre, em plena segunda-feira, no horário da volta pra casa ou da ída pra jornada noturna!? Homens de bem e cidadãos trabalhadores impedidos de ir pra casa após sua jornada diurna ou vir pra sua jornada noturna de trabalho/estudo?! Como assim?!
    .
    Observo perplexa como todos nós estamos tão perplexos quanto corujas na noite escura. A depender da imprensa. Pode ser tudo, tanto quanto pode ser nada!
    .
    Se uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa, e se há um lugar para cada coisa, e cada coisa está e prosseguirá em seu devido lugar, então tudo é nada, e nada é tudo.
    .
    Continuo, em minha legítima perplexidade, observando a imprensa televisiva exibindo imagens e palavras incongruentes ou controversas ou confusas.
    .
    Tudo pode ser nada! Entretanto, nada pode ser tudo!
    .
    Que lamentável! Tanto barulho por nada! Ou melhor, por tudo!
    .

  56. ALgir

    -

    18/06/2013 às 10:22

    Imbecis e descerebrados são os que agridem quem expõe ideias, em vez de discuti-las.

  57. Daniela

    -

    18/06/2013 às 10:21

    Meu querido Ricardo Setti, você já precisou de atendimento de saúde público? Não? Ha tá, então não me venha com um monte de asneiras desse tipo.

    Você certamente não leu o post. E, sim, já precisei de atendimento de saúde pública.
    Por que você não discute o que eu escrevo em vez de atacar a mim pessoalmente?
    Isso é coisa de gente de mentalidade autoritária e fascista, sabia?

  58. antony de molay

    -

    18/06/2013 às 10:20

    setti mil desculpas mesmo ms como sou disléxico,o texto acabou saindo torto,é k os dedos não acompanham a velocidade do pensamento.ms o que quis compartilhar com os leitores,foi a mensagem que antes de sair de casa para mudar o mundo é preciso mudar e melhorar a própria casa e a si próprio primeiro. e ter excelentes exemplos como um pastor assassinado em quatro de abril nos USA.
    conto com sua compreensão e desculpe realmente o transtorno.

  59. o desPeTetizador

    -

    18/06/2013 às 10:19

    Os manifestante do Pará dando lição nos paulistas: “A tentativa de militantes do PSTU, que pretenderam se apropriar do protesto, foi prontamente rechaçada pelos próprios manifestantes. “SEM BANDEIRAS, SEM BANDEIRAS!”, trataram de sentenciar diversos participantes do protesto…”
    .
    http://novoblogdobarata.blogspot.com.br/2013/06/protesto-belem-engrossa-repudio.html

  60. Rodrigues

    -

    18/06/2013 às 10:05

    A revista Veja, teve e sempre terá como bandeira a liberdade de expressão , e continuará com seu espírito republicano. Lá do andar de cima, o Sr.Roberto Civita, deve estar orgulhoso desses jovens e de todos brasileiros do bem, em luta por um país melhor. Obrigado, muito obrigado.

  61. antony de molay

    -

    18/06/2013 às 10:05

    caro setti desculpa por perturbar,ms a pergunta era por que fomos amaldicoados com o chico jabuti?
    perdão pelo transtorno,é q sou disléxico

    Caro Antony, não tenho ideia de quem seja Chico Jabuti…

  62. antony de molay

    -

    18/06/2013 às 10:02

    caro setti,espero da mesma maneira q vc,que as dores do parto da nova geração de brasileiros conscientes e sequiosos por nossos direitos e mudanças, em todos os setores e,em especial pela extinção ou ao menos mitigação da imundície política brasileira,possam mostrar que mesmo com hormônios,paciência no limite,revolta e indignação, que para promover mudanças é preciso começar primeiro a olhar para a figura no espelho e daí iniciar as mudanças(um cantor talentoso de verdade escreveu isso,fomos amaldiçoados com um choco buarque?).não basta apenas demonizar o “sistema”,os judeus,o papa,a maçonaria, o capitalismo selvagem, o comunismo,a CIA,o mossad,a globo,o tiririca…
    a ignorância foi e, para sempre será o empecilho para que se possa atingir a plenitude do que se espera de uma verdadira democracia. se vc quiser para mudar o mundo mude sua casa primeiro.essa foi dita por um asiático há alguns milhares de anos…acho que o cara era um sábio …

  63. Damiana

    -

    18/06/2013 às 9:56

    protestos contra politicos apoiado por outros políticos!? ham! sei!

  64. moacir 1

    -

    18/06/2013 às 9:48

    Prezado Setti,
    Considero-o uma das cabeças mais esclarecidas e equilibradas desse país.Ontem,quando do meu comentário às 19;00hs,eu ainda não tinha visto as imagens impressionantes dos protestos da noite passada.
    Todas essas pessoas que estavam pelas capitais do Brasil,ontem a noite ,protestando, são a sociedade brasileira,cansada da ineficiência,ineficácia,corrupção, políticas eleitoreiras,gastos públicos fora de controle,
    saúde,educação e segurança públicas de péssima qualidade,legislativo bandido,enfim,raivosa diante do descalabro que se tornou nosso pais.
    Como acaba de afirmar,Fernando Henrique ,não podemos desclassificar os protestos,pois são o anseio social.
    A juventude que está nas ruas,agressiva,sem limites,sem lideranças,sem um foco,sem um norte,cujas palavras de ordem contradizem os cartazes que empunham,parece não ter ideia do
    porquê de seus protestos.
    Mas,Setti,NÓS sabemos que eles anseiam por UM SENTIDO DE FUTURO.
    Por um Brasil melhor,mais justo,mais humano,como sonhamos nós quando éramos jovens.Como sonharão nossos netos.
    Caso o Brasil continue a ser governado como vem sendo há 10 anos,jamais seremos um país desenvolvido.
    No vasto mundo há muitas nações assim – condenadas pelos seus governantes à eterna mediocridade anterior ao pleno desenvolvimento.Não seríamos nem a primeira nem a última delas.
    Meus filhos são jovens escolarizados,esclarecidos,
    produtivos e todos eles,sem exceção, apoiam os protestos.É lógico que condenam ,veementemente, as violências praticadas pelos manifestantes,mas fazem coro com as suas reinvindicações.Dizem-me ,por exemplo,que não importa que o aumento nas tarifas de ônibus tenha sido de apenas 0,20 centavos,não se pode cobrar mais se qualidade do serviço,em vez de melhorar,decaiu.Faz sentido.
    Setti,ontem eu já dizia e hoje peço,precisamos ajudar a estabelecer o diálogo com essa sociedade aí,profundamente desiludida e enfurecida,que esses jovens representam.
    Caso contrário,se perderá uma oportunidade real de se mudar o nosso país,de virar-lhe a direção ,de colocá-lo aonde todos nós desejamos – entre os grandes.
    É hora de conversar.Precisamos,mais do que nunca, da sua temperança.Obrigado
    Um grande abraço

  65. alfredo

    -

    18/06/2013 às 9:43

    pela primeira vez estou acreditando que esse pais vai melhora e estou acreditando no jovem não podemos abandona o povo para esses bando de políticos que são nossos empregados mais estão agido como nossos patrões temos que continua e mostra quem mandar eu tenho 47 anos e estou feliz com vocês

  66. marcelo franquetto

    -

    18/06/2013 às 9:32

    Peço desculpas por alguns erros de grafia exibidos abaixo, mas fiz esse comentário rápido e levando em conta minhas emoções… Mesmo assim agradeço muito ao espaço!!! Abraços à todos !

  67. marcelo franquetto

    -

    18/06/2013 às 9:21

    Nessas horas temos orgulho de sermos brasileiros. Somos uma nação jovem, muito nova, mas hoje deixamos de engatinhar para darmos nossos primeiros passos, estamos aprendendo a usar a tecnologia( rede sociais,internet,etc) em nosso favor… O povo está aprendendo a se organizar por vontade própria e não serem mais massa de manobra como foi no “FORA COLLOR” ,pela imprensa. Hoje a imprensa somos nós, nós corremos atrás dos fatos ,editamos,planejamos e divulgamos, não queremos mais sermos manipulados.Hoje meu direito de ir e vir foi bloqueado, mas aplaudir de pé, nossos ” Filhos dessa mãe Gentil” estão mostrando que estão aprendendo, que não são órfãos nem filhos de chocadeira( para não dizer um adjetivo mais baixo),nosso povo está mostrando que não quer mais “fugir à luta”, e que nossa amada pátria merece governantes melhores! Merecemos governantes que não vendam o pais a uma organização, como a FIFA, que não faz absolutamente nada pelo nosso povo, mas manda,exige,determina, que o trânsito seja modificado, que avenidas sejam fechadas que só podemos ir e vir até onde a FIFA deseja que seja , em prol de uma copa que somente favorece aos interesses internacionais e não ao do povo…. O povo, nós,cansamos,esperamos demais ,pagamos pra ver e vimos muito…. vimos nossos sonhos saírem pela janela, quando votamos em pessoas desonestas, quando vemos parentes ,amigos e pessoas todo dia, toda hora morrerem por não terem acesso à saúde nos hospitais, pagamos quando temos que arcar com despesas altíssimas com educação com os nossos filhos porque o ESTADO nos informa que não tem dinheiro pra educação, mas gasta bilhões de dólares somente com uma copa que enche o bolso de Neymar de dinheiro…. quem , no meio desse povo que está nas ruas ganha 1/3 do que Neymar ganha???Gente o povo está aprendendo que democracia é uma via de mão dupla e não de mão única. Governantes ,vossas excelências ,deveriam estar agora envergonhados de terem um povo fazendo o papel que era de vocês, de defender nossos interesses , de zelar pelo nosso bem estar…. Eu estou envergonhados de tê-los no poder , e todos , que ali estão também se encontram da mesma forma. Nosso pequeno e novo pais está aprendendo a caminha pelas próprias pernas, está aprendendo a pensar como gente grande mesmo sendo uma nação tão nova! Para aqueles que acham que nada vai acontecer, que isso será apenas mais uma manifestação, talvez esses, que pensam tão pequeno, não saibam que toda grande nação nasceu da luta de seu povo,estamos caminhando, já era tempo, mas quando aprendemos a correr ai sim seremos imbatíveis. Obrigado por essa lição de democracia povo brasileiro, obrigado por revelarem que somos pacatos, mas entre sermos pacatos e sermos bestas há uma grande diferença,somos novos, mas estamos aprendendo aos poucos a nos tornarmos grandes e unidos.Obrigado a todos. Marcelo Franquetto

  68. leonardo manoel godinho

    -

    18/06/2013 às 9:16

    Para os destituídos de neurônios, é muito mais fácil ofender quem apresentou ideias e argumentos do que discuti-los.

  69. Não Venda Seu Voto

    -

    18/06/2013 às 9:08

    Lamentável… Dizer que violência e vandalismo é protesto democrático!!! Não vi trabalhadores, pobres nestas “manifestações”… Desestabilizar o país é interesse exclusivo da Eupropa e EUA!!! Abram o olho, pois estão usando vcs para quebrar o Brasil e assim eles voltarem crescer!!…

  70. Roberto vieira(teti)

    -

    18/06/2013 às 9:01

    Vamos pra Rua, o proximo passo. abrir a caixa preta do BNDS e da PETROBRAS…podem ter certeza Os brasileiros vão passar a ser respeitados!!!!!

  71. Roberto vieira(teti)

    -

    18/06/2013 às 8:58

    Vamos protestar ate que todos doentes sejam atendidos em todos os hospitais, hospitais de todo o Brasil……onde ja se viu um medico ganhar 2 mil reais mes, e um mordomo do sr (ladrão)calheiros ganhar 14 mil mes……….pode ter certeza copa do mundo bo BRASIL JA ERA……………………………….

  72. marcelo

    -

    18/06/2013 às 8:41

    completamente a favos, hum bilhão hem um estadio de futebol absurdo.

  73. Mateus

    -

    18/06/2013 às 8:33

    Realmente, Martin Luther King Jr. foi um grande líder. Mas nesse caso, você acha que o povo negro americano não estava insatisfeito com suas condições? Apesar de ser totalmente contra, até o Panteras Negras teve sua parte.

    Dou um exemplo: O Sr. com certeza deve saber que o MPL existe a mais de sete anos, não? Em todo esse tempo de existência, esse grupo não depredou nada, não quebrou sequer um orelhão. Agora que o MPL mobilizou uma grande quantidade de pessoas, inclusive os chamados baderneiros (eu gosto mais da palavra terrorista, a palavra da moda do editorial nacional), e esses baderneiros começaram a vandalizar a cidade, o movimento ganhou notoriedade.

    Agora, Sr. Setti, me diga como, apenas falando, como o nobre Martin Luther King, nós podemos revindicar algum direito no Brasil?

    A tempo, não acredito no Passe Livre, até porque se o transporte for gratuito algum imposto será criado para equilibrar a conta…

  74. Gabriela

    -

    18/06/2013 às 8:33

    É muito fácil citar Martin Luther King Jr. que viveu numa época diferente e num país completamente diferente do Brasil, as pessoas precisam parar de “comparar”. Eu apoio as manifestações pacíficas, não acho que é preciso quebrar nada e nem por fogo em nada, mas sou completamente a favor de que parem a cidade toda, e se puderem que parem o Brasil, já está na hora do povo brigar pelos seus direitos, exigir seus direitos na verdade. De que outra maneira um governante dará ouvidos a população se a manifestação não for algo que incomode, que atrapalhe, que feche as principais vias do Estado? Uma manifestação na praça, nas calçadas ou algo do tipo não chamaria a atenção de ninguem. Então que o Brasil todo pare.

  75. Angela Silva

    -

    18/06/2013 às 8:30

    Sou a favor da manifestação, inclusive parando grandes avenidas, é parando o país que pode ser notada a força da população, que de forma pacífica pode de fazer respeitar, nosso país está sendo direcionado pelos políticos para uma imensa guerra civil, sem leis, onde o que vale é o poder acima de tudo. Faz muito tempo que nossas leis deixam de ser respeitadas e infelizmente na maioria das vezes por pessoas que deveriam criar as leis. Então aproveito o espaço e convido a todos os cidadãos que estiverem parados nos trânsito em dia de manifestação a saírem de seus carros e apoiarem o movimento da população, está na hora do poder “nada público” perceber que não pode usar a “máquina” a seu bel prazer. PARABÉNS AOS MANIFESTANTES DE ONTEM, PROTESTO SEM BADERNA.

  76. Natacha

    -

    18/06/2013 às 8:29

    Péssimo e antidemocrático é alguém, que se diz médica, atacar e ofender a pessoa que escreve alguma coisa em vez de discutir suas ideias.
    Que lamentável.
    Deus me livre de um dia ser tratada por você…

  77. Vera Scheidemann

    -

    18/06/2013 às 7:18

    Quando esse movimento começou, tendo como bandeira o reajuste dos transportes públicos, confesso que não gostei. Mas agora as coisas estão mudando radicalmente e – como a maioria – estou aplaudindo. Acho que uma das coisas que mais pesaram para que as manifestações ficassem como ficaram foi a inflação. Os preços estão subindo assustadoramente e o povo está ficando assustado (eu, inclusive, pois sei muito bem o que é inflação !). Tomara que os movimentos prossigam, ninguém se machuque e algumas barbaridades comecem a mudar neste nosso Brasil tão amado.
    Um abraço, Ricardo !
    Vera

  78. Venezolano

    -

    18/06/2013 às 6:58

    Bem, pararam a cidade, mesmo! Horas na região dos 13 hospitais da Paulista. Pararam a 23 de maio e o túnel do Ibirapuera. Pararam a marginal Pinheiros e a Avenida Morumbi. 65000 trancaram 22 milhões em casa, no trabalho ou no carro. Isso é justo? É correto? O Alckmin poderia ter capitulado simplesmente assim e atado as mãos da Polícia?

    Agora, no ponto central. Não é estranho que os manifestantes de Brasília (os da segunda são derivados dos do sábado) sejam liderados de dentro do Planalto? Não é estranho que invadam o Congresso e poupem o Planalto? Não é estranho que, em São Paulo, tentem invadir o Bandeirantes e nem aparecem em frente à Prefeitura?
    Não acham que (desconsiderando as massas facilmente manipuláveis que engordam as manifestações, com toda a boa fé) está sendo criado um clima de caos para fomentar o novo “queremismo”? Estilo “Volta Lula!”
    Veremos. Mas esses protestos difusos e sem (aparente) liderança, seguindo-se a outros em que Gilbertinho também parecia estar envolvido (como os dos índios etc), não parecem desconexos.

  79. Franklin Moraes

    -

    18/06/2013 às 6:31

    Acho que falar o que se vê pela tv é muito fácil. Acho que o Sr. deveria comparecer nos protestos e depois publicar em seu blog, acho que seu comentário foi um tanto infeliz ou o Sr. apoia o governo e a rede globo….

  80. Sandra D'Agostini

    -

    18/06/2013 às 6:14

    Amigo Ricardo. Um dos focos, na minha perspectiva, deve ser o término do julgamento do mensalão já. Que todas essas manifestações sirvam,tb, de lição e alerta aos ilustres togados. Abs

  81. Sandra D'Agostini

    -

    18/06/2013 às 6:07

    Amigo Ricardo. Algo de bom no ar. veja esta:

    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,no-5-e-maior-protesto-sao-paulo-nao-tem-presos-ou-feridos,1043615,0.htm
    “Sem políticos. Representantes do PSTU, PSOL, União Nacional dos Estudantes (UNE) foram vaiados e seus militantes tiveram de manter discrição. Continuaram empunhando as bandeiras, mas não gritavam palavras de ordem como nos outros protestos. “Oportunista”, “não é comício” e “sem partidos” foram alguns dos gritos da maioria. “Vejo como positiva essa crítica pois questiona a corrupção e a forma dos financiamentos de campanha”, disse deputado federal Ivan Valente (PSOL), presente no protesto. “O negativo é que só por meio dos partidos organizados é possível direcionar as demandas.”

    Wilson Ribeiro, um dos líderes do PSTU presente na marcha, também lamentou o afastamento. “É uma pena, fica um movimento mais fraco.”

    Presença maciça nos protestos anteriores, as bandeiras do PT e da Juventude do partido sumiram”.

  82. sonia maria bigao

    -

    18/06/2013 às 5:58

    sou tupi guarani, nasci nas terras brasilis , amo esse brasil, tao maravilhos , de ancestrais sabios ,justos , uma floresta que é tao importante pro planeta , um pais de gente bonita, sabias , de bem com a vida , nao podeia ficar calada, moro na europa , sempre volto ao brasil ,adoro esse pais, conheço muitos outros pais e povos , mas cheguei a comclusao , que o melhor pais que conheço é o brasil e essa gente guerreira ,que na hora de se juntar pra lutar contra esse governo , corrupto , injustos , sem lei, nos somos unidos no mundo todo , me orgulho hoje de dir , orgulho me de fazer parte dessa elite de guerreiros

  83. sonia maria bigao

    -

    18/06/2013 às 5:47

    sou tupi guarani, nasci nas terras brasilis , amo esse brasil, tao maravilhos , de ancestrais sabios ,justos , uma floresta que é tao importante pro planeta , um pais de gente bonita, sabias , de bem com a vida , nao podeia ficar calada, moro na europa , sempre volto ao brasil ,adoro esse pais, conheço muitos outros pais e povos , mas cheguei a comclusao , que o melhor pais que conheço é o brasil e essa gente guerreira ,que na hora de se juntar pra lutar contra esse governo , corrupto , injustos , sem lei, nos somos unidos no mundo todo , me orgulho hoje de dir , orgulho me de fazer parte dessa elite de guerreiros

  84. marta

    -

    18/06/2013 às 4:18

    .
    Se voltarmos um pouco a fita, veremos que todos os anos pré-eleitorais, sucessivos e sem exceção, os usáveis pelo partido se encarregavam de transformar São Paulo em uma praça de guerra.
    .
    Elllles querem TOMAR São Paulo, custe o que custar.
    .
    Nada como o tempo.
    .
    Hoje, todos os brasileiros sabem bem quem é e como atua o corruPT. Todos sabem. Tanto aqueles que gostam dos seus métodos como aqueles que os abominam (que hoje, me parece a maioria).
    .
    O que eu noto hoje, é que a utilização dos velhos métodos estão se mostrando sucessivos tiros no pé. Desde os boatos do bolsa-vagabundagem, passando pela sonora vaia no Estádio Nacional até as passeatas de hoje.

    .
    Está sendo um verdadeiro perigo para o partido o velho método de “mobilizar as massas”.
    .
    Parabéns Brasil.
    .
    Eu esperei por isso; sonhei com isso; torci para isso, e… chegou.
    .
    abraços
    .

  85. marta

    -

    18/06/2013 às 4:11

    .
    “(…)Caro Eduardo, acho que o objetivo de atingir o Alckmin, por parte de determinados grupos, ocorreu só no comecinho.”
    .
    Concordo, Setti.
    .
    Penso que o corruPT está tentando utilizar os velhos métodos que “pegavam” quando o povo ainda não os conhecia bem.
    .
    Se voltarmos um pouco a fita, veremos que todos os anos pré-eleitorais, sucessivos e sem exceção, os Nada como o tempo.

  86. Alê Martins

    -

    18/06/2013 às 3:22

    hmmm leis .. interessante,será que um golpe ,como o golpe militar,obedeceu alguma lei ? e será que a corrupção ta dentro da lei ? na situação que o Brasil anda e com o cinismo que os políticos agem, a lei é o de menos e,na maioria das vezes,são feitas pra beneficia-los e impedir o povo,ou a polícia serve pra que no nosso sistema social,á não ser pra impor,através da força ,essas tais leis que basta olharmos pro lado,não beneficiam o trabalhor nem o pobre ,agora bancos cobram os juros que querem,donos de empresas de transporte têm lucros absurdos,montadoras,etc … lei no Brasil me soa mais como cinismo e auto-proteção de politico…

  87. felix

    -

    18/06/2013 às 2:54

    o brasil para todos os dias por causa da supremacia do carro e da falta de transporte público…e nenhum prefeito ou governador é chamado de baderneiro…jornalistas, revejam seus paradigmas.

  88. ruth

    -

    18/06/2013 às 2:44

    Eu fiquei triste com a Veja por demorar a enxergar e, ou, querer insistir em chamar o movimento de baderna. Setti, a melhor hora, a hora em que o mundo está olhando para nós até 2016. É contra todos os desmandos, mau uso dos nossos impostos, pelas gerações passadas e futuras que a desacreditada geração facebook está lutando. 20 centavos virou tudo. Pec 35, bolsa-estupro, urna eletrônica duvidosa que nenhum país rico e democrático adotou, maioridade penal, violência, enfim. Lógico, há a porcaria da bandeira do psol/pstu tudo pt piorado e os aproveitadores de plantão. Mas entenda que nossa geração tem mais acesso a informação. Nossa mídia é historicamente atrelada a grupo A ou partido B. E eu acho um pensamento muito tosco deduzir que só os pobres sofrem com tudo isso e que as pessoas com dinheiro estão de acordo com essas mazelas, pois são prisioneiros da violência. Entenda que esse movimento é impar, que vai continuar, que tá todo mundo atento e inconformado. menos os que estão mamando no erário e os que querem mamar. Esse estão sem dormir, mesmo que aparentem não saber que é com eles(Judiciário, Legislativo, Executivo) têm que ter “Respecto e Fair-Play” com o nosso dinheiro kkkkk Blatter-Fifa foi a melhor piada kkkk. Saudades do Millôr. Veja, me contrate kkkkkkkk

  89. Ademir Palacios

    -

    18/06/2013 às 1:56

    Seu comentário era ofensivo e foi deletado. Tenha mais educação que aí eu publico algo seu.

  90. sousa

    -

    18/06/2013 às 1:34

    tem que ser assim mesmo,agora querem que sigam leis?nessas horas esses bando de políticos safados lembram que existem leis?na hora de roubar e fazer o que querem dessem que esta tudo na legalidade,enquanto o povo asseita sem poder fazer nada.isso esta mudando e espero que continue.parabéns paulistas.

    Repito a pergunta que tenho feito a outros leitores do blog: você já ouviu falar de um Prêmio Nobel da Paz chamado Martin Luther King Jr.?
    Pois informe-se um pouco a respeito dele e veja se ele precisou lançar mão de ilegalidades ou de violência para se tornar o maior de todos os líderes pelos direitos civis nos Estados Unidos.

  91. Adilson P. Mendes

    -

    18/06/2013 às 0:51

    Retroceder nunca, desistir jamais.

  92. antonio

    -

    18/06/2013 às 0:08

    o povo deveria se manifestar também contra politicos ladrões que não vai p/ cadeia,licitação alta faturada no qual o dinheiro é desviado p/ o bolso dos politicos,saúde ,educação ,mudança já no código penal ultrapassado pedindo leis rigidas p/ bandido ,diminuição maioridade etc…pagamos muitos imposto e não temos retorno ,absurdo gastar bilhões em copa do mundo e o brasil sem remédio na saúde etc…e vem o ministro de esporte dizer que o dinheiro p/ saúde é reservado e que tudo esta indo bem .acho que o povo não pode mais deixar de ser enganado por esses politicos em geral.quando no país não tem mais miséria e a classe baixa não existe mais e que o brasil é um páís carinhoso como diz a presidenta ela esta de brincadeira.é isso povão não se pode se curvar mais a tanta mentira e promessa falsa continui a sair as ruas e cobrar desses policos um país certo não esse que existe.

  93. Vicente

    -

    17/06/2013 às 23:55

    Pelo que tenho lido em diversos jornais, revista e tv, o tema principal deixou de ser os cr$020 e passou a ser corrupção, saude, educação e dinheiro perdoados as outros pais e muito mais intes.

    Você tem razão, Vicente.

  94. Rodolfo

    -

    17/06/2013 às 23:51

    Ja estava na hora do povo manifestar de alguma forma essa ropalheira que esses corruptos vem fazendo no Brasil.Sou a favor de uma manifestacao pacifica e sem baderna.Deveriam fazer protestos tambem contra a impunidade e a modificacao da lei penal, educacao, saude, para quem sabe no futuro diminuir essa desigualdade que esta sucateando o Brasil.E uma vergonha!!

  95. KLAUS

    -

    17/06/2013 às 23:49

    Concordo com o Valdir !! Manifestação justíssima !!! Isso só demonstra que o povo brasileiro se cansou de “tomar” passivamente e começa a dar sinais de que vai lutar por cada um dos seus direitos. Os protestos começaram com o aumento abusivo das tarifas dos ônibus, mas vão se estender a tudo que for abusivo e corrupto!! A violência que vemos na TV só está acontecendo porque a polícia, que deveria marchar junto com os manifestantes, está contra!! é bem sabido que boa parte, talves a maioria dos PMs, gostaríam de estar junto mas por força da subordinação ao governo precisa agir dessa forma lamentável!!! Se essa palhaçada de aumentar preços pra gerar impostos e com isso financiar as diversas “bolsas” que o governo inventa pra desviar recursos continuar, o país inteiro tem de parar pra mostrar que temos consciência de tudo e não vamos suportar mais !!!

    FORÇA BRASIL !!!!!
    FORÇA BRASIL !!!

  96. Nogueira jr

    -

    17/06/2013 às 23:44

    Penso que, temos que reivindicar sim pois fomos para rua tempos atras, para mudar o país e melhorar as relações das pessoas e do modo em que os governos da ditadura tratavam-nos, mas estamos em um clima perto de eleições ai vem um bando de oportunistas, talvez para destacar suas ditas lideranças para eleições que estão próximas; levando pessoas ( massas de manobra ) para depois futuramente se dar bem; estas pessoas estão doidonas para voltar aos cargos que perderam durante o processo político e defender seus interesses, isso que é uma verdadeira manobra de manifestações…

  97. Samara Machado

    -

    17/06/2013 às 23:42

    E agora que a manifestação em SP foi extremamente pacífica, querido autor? Continua achando que somos baderneiros? E o senhor não acha que empilhar um monte de gente em um ônibus ou metrô e fazê-los pagar uma tarifa altíssima por isso também não é limitar o direito de ir e vir desses cidadãos?
    Felizmente, o Brasil está em tempo de mudanças. Felizmente a maior parte das pessoas não pensam como o senhor. Aguarde e um dia agradecerá a todos nós pela mudança. Beijos

    Acho que você não leu o post. Faça o favor de ler agora, que está mais calma.

  98. Marta Dias

    -

    17/06/2013 às 23:35

    Manifestação justa!!!

  99. Adriano moraes

    -

    17/06/2013 às 23:21

    Passou da hora do povo ir pra ruas e nao ficar so se lamentando e aceitando tudo em nossas casas . Por que eles estao no poder devido a nos o povo . Eles sao os inquilinos do poder. Temos que ser assim daqui por diante sempre.

  100. Camila

    -

    17/06/2013 às 23:09

    Olá Setti,boa noite..Primeiramente gostaria de deixar meus elogios ao seu blog,e não contraria de muitos deixo aqui a minha indignação com este país,chamado Brasil onde tem deixado a muito tempo de ser um pais ético.. Fica a insatisfação de muitos com a falta de recursos para se dar um direito básico,de qualquer ser humano a saúde,educação.Estamos infelizmente em um pais que a democracia se ve doente,pois a corrupção é nítida,a violência esta cada vez mais clara para todos..Um governo medíocre onde existem verbas extraordinárias para construções de estádios alguns elefantes brancos,para depois nada,um governo hipócrita,SOU A FAVOR SIM de MANIFESTAÇÕES DEMOCRÁTICAS,onde a passividade deveria existir,sou contra qualquer tipo de vandalismo,o que infelizmente vem acontecendo é que uma minoria suje a parte manifestante,pois depredam e sujam moralmente os que buscam uma resolução do problema,SOU CONTRA OS QUE,mancham tais movimentos.Não estou aqui para dizer que as manifestações deveriam cessar,pelo contrário devem continuar e com mais força,porém a violência não deveria persistir..Fica aqui o desabafo de uma brasileira que esta insatisfeita com tal poder abusivo e intolerante,ou melhor um poder corrupto e perdão a palavra safado..Parabéns pelo blog

  101. Andrea Santana

    -

    17/06/2013 às 23:06

    É inacreditável de como os nossos governantes incistem em achar que o povo brasileiro dorme sempre. O Brasil é alto sustentável em Petróleo. Então alguém pode me explicar o porque o governo não investe em suas próprias Refinarias? Porque se isso acontecesse, automaticamente tudo nesse Pais, que me entristece, cairia de preço. Ou seja, cai o custo do petróleo, cai o preço de tudo que se depende dele. Essa mania que Político tem de querer levar vantagem pro bolso, só faz com que nosso País, que é NOSSO, do POVO BRASILEIRO, se afunde cada vez mais e a se transformar num País onde até gente de fora quer tirar uma ” CASQUINHA”

    A INDIGNAÇÃO CHEGA ATÉ AS MAIS SIMPLES DONAS DE CASA COMO EU !!! Affs

  102. Mauro

    -

    17/06/2013 às 23:05

    Errata:
    Desculpe, Setti. Não foi ironia não!
    Foi confusão minha mesmo.
    Mas a ironia é que comentava a ‘desinformação’ e acabei me atrapalhando.
    Foi um ‘falha nossa’ !!!!
    Desculpe-me.

    Está mais do que desculpado, caro Mauro.
    Abraço

  103. O ANTIPETRALHA

    -

    17/06/2013 às 23:01

    Prezado Setti,

    Meu resumo é seguinte: sou a favor de qualquer manifestação cuja causa seja lícita. Parece ser o caso desta, que começou a favor de um transporte público gratuito (apesar de eu achar a reivindicação absurda). Sou contra, no entanto, que o direito de ir e vir seja ferido. Demorei 1h30min para voltar pra casa e não concordo com isso. Esse grupo de manifestantes não tem autoridade alguma pra cercear meu direito de ir e vir. A polícia devia ter reprimido esse pessoal e o governo do estado de SP falhou ao não conter essa gangue de arruaceiros.

    O ANTIPETRALHA

  104. Robson Barreto

    -

    17/06/2013 às 23:01

    É amigo? Então me sugira uma outra forma de chamar a atenção do país se não tomando atitude drásticas ?

    Sugiro imitar o grande líder dos direitos civis nos Estados Unidos, Martin Luther King. Você ouviu falar na Marcha Sobre Washington, com começo dos anos 60, que ele liderou?
    Mais de 200 mil pessoas chegando à capital americana, nenhum incidente e um discurso que mudou a história dos Estados Unidos: “I have a dream….”.

  105. Silvio Gritti

    -

    17/06/2013 às 22:51

    Os organizadores destas manifestações estão de parabéns, o nosso BRASIL estava necessitando de atos civilizado como este. É assim que começa uma manifestação pacífica, não adianta só pedir JUSTIÇA, agora é preciso manifestar na hora do VOTO, 51% dos votos nulos (NÃO É VOTO EM BRANCO, VOTO NULO É DIGITAR QUALQUER NUMERO E CONFIRMAR 2 VEZES), sendo assim o BRASIL tem que cancelar a eleição e convocar uma nova com novos candidatos pois o que estavam não poderão se candidatar novamente, com isso, alem de ser ótimo para a democracia, também será um golpe violento para a política fracassado do nosso BRASIL.

  106. Ventania

    -

    17/06/2013 às 22:38

    Não são só os 0,20 centavos, em 1994, o onibus em SP custava, em 2013 cai a 3,20. A inflação neste período foi de 332,22%.
    O Onibus deveria custar hoje em torno de 2,16 centavos.
    Cobrando 3,20, SP arrecada por dia em torno de 54milhões de reais a mais. Dinheiro suficiente para construir 500 mil casas, 1.500.000 professores, construir 68.000 postos de saúde.
    PARA ONDE VAI ESTE DINHEIRO????

  107. Miro

    -

    17/06/2013 às 22:26

  108. Edson Colaço

    -

    17/06/2013 às 22:24

    É hora do povo brasileiro se unir para parar o BRASIL e realmente lutar pelos seus direitos e por cada centavo de imposto pago, pois temos o direito e dever de saber onde é investido, chega de corrupção, chega de sustentar um bando de políticos que brincam com o povo que sofre pela falta de educação, saúde e segurança.
    Vamos nos unir e lutar de forma pacifica, fora Dilma, fora PT, fora políticos safados.

  109. AlexRio

    -

    17/06/2013 às 22:20

    Setti, eu tbém discordo de pararem a cidade pra conseguir parar o aumento dos ônibus (proporcionalmente ao salario minimo, a passagem de onibus do Brasil é uma das mais caras do mundo.

    Mas vc acha o que? Que a passagem vai abaixar com as pessoas segurando cartaz numa praça? Pedindo por carta ao prefeito?

    Leia algo sobre um cidadão americano chamado Martin Luther King Jr., caro AlexRio.
    Abração

  110. Fernando

    -

    17/06/2013 às 22:14

    Setti,gostaria de parabenizá-lo pela sua humildade nessa inflexão a respeito das impressões sobre o furor reivindicatório que,tal como rastilho de pólvora, toma conta do país. Estou muito esperançoso de que este seja um momento histórico;quem sabe, a nossa Primavera Árabe. Espero que as polícias, em especial a paulista e a carioca, tenham juízo e não transformem em guerra campal esse grito democrático que ecoa de norte a sul. Aliás, por que a polícia não se junta a nós? Digo nós, porque mesmo não ter podido participar dos protestos ocorridos há pouco em BH, lá estava presente em alma e coração. Há um conjunto de reivindicações específicas? Não. Há coordenação nesses protestos? Não,são confusos e imprecisos,justamente por não terem lideranças consolidadas,mesmo com a insistência da imprensa em pregar-lhes um caráter eleitoreiro. Tal como um bebê que ainda inseguro experimenta os primeiros passos, nosso povo tateia algo que parecia extinto: a capacidade de se indignar.

  111. Luciano

    -

    17/06/2013 às 22:13

    advogados voluntários para manifestantes
    achei esta materia na internet

    Pessoas, anotem esses números:
    fonte: internet

    CLARO: (11) 97637-0251
    VIVO: (11) 99518-9621
    TIM: (11) 95945-4510
    OI: (11) 96279-1299

    É uma central que vai atender os manifestantes que precisem de ajuda jurídica.

    Se forem presos, liguem, passem seus dados (Nome completo e RG)
    e para qual DP estão sendo levados, assim os advogados voluntários
    saberão onde devem atuar.

    Compartilhem,

  112. Thatyane Santos

    -

    17/06/2013 às 22:07

    Caro Setti, gostaria de parabeniza-lo pelo texto. Com Certeza atos de vandalismo apenas causa a perda de credibilidade. Acompanhando a manifestação espero que se continue como até o momento, sem que haja atos violentos. Todos só tem a ganhar.

  113. Nilton

    -

    17/06/2013 às 22:05

    Eu acho que ja deveria aproveitar o protesto que anda acontecendo em varios estado e protestar nao só do transporte publico que é precario,mas tambem para mudar essas leis que beneficia os bandidos para mudar a lei do codigo penal.Pois quantas pessoas morrem por dia vitimas de marginal.

  114. valdeci

    -

    17/06/2013 às 22:01

    manifestam! mas apredam a votar! porque somos culpado deles estarem lá!cada ano que passa o brasileiro vota pior! porque se vende, tem muitos politicos corruptos que o povo apoiam votando a troco de dipirona que só alivia dor mas nao ha cura .É um cancer alimentado pela a ignorança !!

  115. Valdir Alves dos Santos

    -

    17/06/2013 às 21:44

    Manifestação justa. Além do TRANSPORTE CAÓTICO em todo Brasil, em especial na capital paulista, graças a politica de investimentos ruim do PSDB e PT em transporte de massa (metrô), temos também INSEGURANÇA, FALTA DE SAÚDE, ESCOLAS PÚBLICAS DE PÉSSIMA QUALIDADE e para fechar CORRUPÇÃO DE PRIMEIRA LINHA. (1) Transparência e publicidade da Planilha de Custos dos transportes públicos, (2) Tributação ZERO para transporte público.(3)Redução do lucro dos oligopólios de transportes público na Capital (4) MUDANÇA JÁ! Parabéns CIDADÃO Brasileiro.

  116. EDILEUSA MOTTA

    -

    17/06/2013 às 21:41

    Acho que o brasileiro tem que sair a rua, e canta para os politicos. VEJA A LETRA!
    Brasil
    Não me convidaram
    Pra esta festa pobre
    Que os homens armaram
    Pra me convencer
    A pagar sem ver
    Toda essa droga
    Que já vem malhada
    Antes de eu nascer…
    Não me ofereceram
    Nem um cigarro
    Fiquei na porta
    Estacionando os carros
    Não me elegeram
    Chefe de nada
    O meu cartão de crédito
    É uma navalha…
    Brasil!
    Mostra tua cara
    Quero ver quem paga
    Pra gente ficar assim
    Brasil!
    Qual é o teu negócio?
    O nome do teu sócio?
    Confia em mim…
    Não me convidaram
    Pra essa festa pobre
    Que os homens armaram
    Pra me convencer
    A pagar sem ver
    Toda essa droga
    Que já vem malhada
    Antes de eu nascer…
    Não me sortearam
    A garota do Fantástico
    Não me subornaram
    Será que é o meu fim?
    Ver TV a cores
    Na taba de um índio
    Programada
    Prá só dizer “sim, sim”
    Brasil!
    Mostra a tua cara
    Quero ver quem paga
    Pra gente ficar assim
    Brasil!
    Qual é o teu negócio?
    O nome do teu sócio?
    Confia em mim…
    Grande pátria
    Desimportante
    Em nenhum instante
    Eu vou te trair
    Não, não vou te trair…
    Brasil!
    Mostra a tua cara
    Quero ver quem paga
    Pra gente ficar assim
    Brasil!
    Qual é o teu negócio?
    O nome do teu sócio?
    Confia em mim…(2x)
    Confia em mim
    Brasil!!

  117. Higor

    -

    17/06/2013 às 21:37

    O governo e a mídia da mais atenção a copa das confederações e a bosta da copa do mundo do que com os problemas que se alastram
    e tentam mascara a verdade, chamando o povo de baderneiro cuja a violência vem mais da parte da policia desprepara ..o mundo intentei apoia esta causa, graças a Deus o povo brasileiro esta acordado e não esta abaixando a cabeça para estes absurdo que esta acontecendo no nosso pais.

  118. Vania Buschi

    -

    17/06/2013 às 21:23

    até que enfim o povo brasileiro está se manifestando, já era hora, aliás já passou da hora.
    Somente assim com todos na rua manifestando conseguiremos alguma coisa.P A R A B É N S!!!!!!!

  119. Roberto Ribeiro

    -

    17/06/2013 às 21:06

    Você, com seus comentários mal-intencionados, mentirosos, ofensivos e calhordas NÃO É BEM-VINDO AQUI.
    Portanto, faça-me o favor de SUMIR!

  120. Evandro

    -

    17/06/2013 às 20:53

    Prezado autor. Deixe de ser medíocre! o que é ilegal é um Governo compulsóriamente explorar seu povo com um sistema tributário descontroladamente predatório sem qualquer retorno a nós, e pasme, a você seu idiota, contribuintes. O brasileiro, se Deus quiser, irá cair na real, exigindo os seus direitos, nem que seja necessário abalar a estrutura do pais inteiro. Força ao povo!!

  121. Celso

    -

    17/06/2013 às 20:49

    Nao exagerou nada. Baderneiros, vagabundos, oportunistas e vandalos…

  122. LUÍS HENRIQUE MARTIN

    -

    17/06/2013 às 20:42

    Nos próximos dias, grandes jornais e seus colunistas explorarão o tema ao máximo, para tentar provar que estão certos em suas críticas contra o governo Dilma; no entanto, o público presente no Mané Garrincha não era exatamente um retrato do povo brasileiro; ali, havia pessoas que se dispuseram a pagar R$ 280 pela entrada e outros tantos que receberam convites de patrocinadores e parceiros da festa; vaia começou contra Joseph Blatter, da Fifa, e depois atingiu a presidente por tabela, menos como retrato de alguma indignação social e mais como expressão de irreverência e até de falta de educação.

  123. Higor

    -

    17/06/2013 às 20:42

    Tem que para mesmo..só assim a voz do povo é ouvida neste pais, pode chama de baderna de depredação de diabo a quatro mais o povo tem seu direito de opina.
    A mãe o pai de família que tem que paga para anda de transportes públicos de péssima qualidade por sinal que ao invés de abaixa tem que aumentar,sou baiano mais se eu estivesse em são paulo ajudaria, só eu sei o que minha mãe e meu pai passou tendo que trabalha duro andado neste meios de trasporte lamentável para me Educar..Repito todas as mudanças do pais veio através de “baderneiros”
    graças aos “baderneiros” estamos em uma democracia e não em uma ditadura.

  124. Corinthians

    -

    17/06/2013 às 20:34

    Setti,
    Soberbo. Concordo com cada vírgula do que escreveu.
    Protesto, tem que ser pacífico. Baderna, vandalismo – borracha neles.
    Agora o que fica claro para mim é a nulidade dos protestos, visto que conforme vemos aqui mesmo nos comentários, os manifestantes não se entendem quanto à por que estão lutando. Uns querem o absurdo do “passe livre”, outros o fim da copa, outros fora PSDB, outros fora PT… cadê a causa ?

    Estou pensando em escrever sobre isso. Me lembra os “indignados” da Espanha, que eram contra tudo, mobilizaram o país inteiro e… não aconteceu nada. Por falta de foco.
    Abração e obrigado pelo elogio, raro esses dias…

  125. Lucia

    -

    17/06/2013 às 20:23

    O povo brasileiro não é idiota. Chega de enganação e tanta corrupção. Entendo que este protesto é muito mais do que pelos vinte centavos. ESTE É UM MOVIMENTO DA REVOLTA!!!

  126. Theodoro

    -

    17/06/2013 às 20:21

    Setti, infelizmente não nenhum exagero da sua parte.

  127. wilson1

    -

    17/06/2013 às 20:08

    Puxa Setti, como têm analfabetos funcionais, hein? Olhe, com esta paciência você vai virar santo, háhahahahah.

  128. Francisco

    -

    17/06/2013 às 20:05

    DEveria protestar para uma mudança radical nas leis criminais.Debveria protestar contra a realização da copa do mundo no Brasil ,que não tem estrutura para resolver problemas de extrema necessidade do povo.Deveriam protestar contra o dinheiro gasto em está dios de futebol , ao invés desse dinheiro ser gasto para coisas mais importantes.Deveriam protestar contra o controlar , que é uma tremenda safadeza e máquina de fazer dinheiro , e não resolve nada.O povo gosta de ser enganado.Mas está na hora disso mudar , não sermos mais feitos de trouxas , sem podermos nos defender.

  129. Rubens

    -

    17/06/2013 às 20:03

    Acredito que se o povo exigisse uma reforma tributária e uma lei simples e objetiva com o intuito de punir o MAL e garantir a segurança da pessoa de BEM independente se ela é pobre ou rica, filha de milionários ou de um mendigo já seria de fato uma causa mais justa, mas pelo meu ver isto acontecerá em breve ou já está acontecendo

  130. Renato Carvalho

    -

    17/06/2013 às 19:53

    Que o povo devia ir pra rua, devia. Mas sem quebra-quebra, vandalismos, badernas e outras palhaçadinhas como a do menino fantasiado de Daniel Cohn-Bendit com um lança-chamas na mão. Tomar as ruas e protestar em alto e bom som não contra um aumento ridículo de 20 centavos, mas pela situação do país como um todo, que é terrível. Dizer um basta a essa corrupção desenfreada e escancarada. Denunciar aberta e corajosamente os desmandos cometidos com o bilionário orçamento destinado aos estádios. Exigir o cumprimento da lei para os poderosos e exigir que essas leis sejam simplificadas pra facilitar o trabalho de pegar os poderosos. Exigir hospitais, escolas, estradas, segurança e, acima de tudo, dignidade e respeito. O resto é papo furado. Mais do mesmo que nunca promoveu a verdadeira transformação.

  131. ANTONYU DA CYLVA LYMA

    -

    17/06/2013 às 19:50

    Caro Antonyu, não publicamos comentários escritos apenas em maiúsculas. Sinto muito. Isso está claríssimo nas regras para publicação de comentários no blog, exaustivamente divulgadas por mim, e que têm uma chamada permanente na home page.
    Conto com sua cooperação da próxima vez.

  132. aloisio costa de jesus

    -

    17/06/2013 às 19:40

    ah que bacana ,vamos protestar ,quebrar e botar fogo em tudo ,se vai pro seu trampo ?,problema ,aqui voce não passa ,vou protestar e gravar no meu galaxy ou no meu iphone e postar no facebook para o pessoal ver como sou descolado e muderno
    mas contra o que voce esta protestando mesmo ?
    ih mano sei não deixa eu perguntar para o meu truta só só pode crer ai mano é a parada do onibus ta ligado
    voce anda muito de onibus ? escola trabalho
    não mano num trabalho não e a minha escola fica perto de casa e ando mais de carro com meu velho
    certo certo ,mas legal protestar contra o aumento da passagem ,mas sera que não tem coisa mais urgente para protestar ,tipo a pec ,o mensalão ,a corrupção generalizada ,o golpe no judiciario , os gastos exorbitantes com a copa em um pais com um sistema de saude falido , o ensino publico que é um dos piores do mundo
    ih mano não me ligo nestas paradas de politica não ta ligado

    concordo com o direito do cidadão de mostrar sua indignação com os desmandos de nossos governantes ,mas a meu ver tem coisas muito mais serias acontecendo no brasil que merece manifestações e passeatas ,mas não podemos esquecer que estamos em um pais que que vota em tiririca ,maluf ,lula e toda uma correola de gente corrupta e sem nenhum compromisso serio com a nação ,bateria palmas se esse povo que esta tocando o caos nas ruas de são paulo se preocupasse em protestar com coisas mais importantes .

  133. Flávio

    -

    17/06/2013 às 19:38

    Caro Seti, você está na contramão de um país que quer se libertar da corrupção, dos corruptos e do bando de bandidos que vivem na esfera política do Brasil. Se os governantes até agora não entenderam que não são eles os donos do país, mas sim o povo, que quem manda neles é o povo!!! tem sim que parar tudo, não é necessário vandalismo, enfrentamentos com polícia, mas tem que parar o Brasil sim.. Tem que tirar o direito de ir e vir sim… pois só assim o governo começará a parar e pensar em fazer coisas que não queremos, pois somos os donos do país… FORA CORRUPTOS, FORA GOVERNO CAMUFLADO DE DEMOCRACIA, MAS QUE APLICA NA REALIDADE A DITADURA NAZISTA, UM FALSO SOCIALISMO COM SUAS BOLSAS FAMÍLIA, ENTRE OUTRAS COISAS PIORES… FORA!!!!

    Eu não estou na contramão, não, caro Flávio. Se você fosse leitor habitual do blog constataria que, dos 7 mil posts que publiquei até agora, boa parte era de críticas a coisas erradas no país.
    O que não posso apoiar é a violência e a baderna.
    Tanto ou mais que você — porque sou mais velho e estou nisso há muito tempo –, também quero ver o Brasil se “libertar da corrupção, dos corruptos e do bando de bandidos que vivem na esfera política”.
    Não pensamos tão diferente como você imagina, não.
    Mas nenhum movimento que faça pouco caso da Constituição pode chegar a um bom porto.

  134. Adilson P. Mendes

    -

    17/06/2013 às 19:35

    Que dizer que a VEJA agora admite que a manifestação é legitima. legal

    Sempre admiti — mais que isso, defendi — o direito legítimo de manifestações públicas de protesto. O que é ilegal é a violência e a baderna.

    E deixe VEJA fora disso. Aqui é apenas um modesto blog hospedado no site de VEJA.

  135. Sérgio Costa

    -

    17/06/2013 às 19:31

    Os politicos são todos são farinha do mesmo saco. Quando manifestantes reinvidicam algo sempre dizem que tem que ter proposta, agora pelo amor de Deus que propostas tem os politicos para o Brasil a não ser aumentar impostos e estorquirem cada mais a sociedade em nome de projetos absurdos .É presciso dar um basta a toda essa canalhice. Tenho 50 anos de idade e me lembro muito bem que quando criança escutava sempre falar que o Brasil era o pais do futuro, porem tenho a convicção de que vou morrer e não vou ver isso acontecer, o pais virou uma merda,e tá cada dia pior, ninguem tá nem ai com nada, municipal, estadual e federal é incompetencia e corrupção generalizada, não se tem o minimo de respeito pelas coisas. Não sou a favor de danificar predios sejam publicos ou privados, porem o protesto não é um DIREITO e sim um DEVER de todo brasileiro que tem o minimo de amor por seu pais, temos SIM SIM SIM SIM SIM que prostestar contra essa politica cada dia mais safada que tomou conta do Brasil. Aqui na minha cidade estão planejando uma eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee eu vou.

  136. Rubens

    -

    17/06/2013 às 19:29

    Acredito que com este movimento possamos realmente fazer a diferença entretanto se houver violência isso irá fazer com as pessoas que realmente estão em duvida se este movimento é bom desacreditem nele, VAMOS MANIFERSTAR NOSSA OPNIÃO mas sem quebrar nada!!!

  137. Danilo Reis

    -

    17/06/2013 às 19:29

    Olá novamente. Conheço bem o movimento contracultura dos anos 60 e as diversas manifestações políticas que ocorreram nesse período não só nos EUA, mas no mundo todo. Também sou a favor da não-violência e de protestos pacíficos. O problema, em minha opinião, é afirmar que o povo não pode ir para as ruas ou avenidas como a Avenida Paulista, pois uma grande manifestação em áreas de grande movimento da cidade atrapalhariam o direito de ir e vir das pessoas. Grandes manifestações devem ir para locais estratégicos da cidade, locais que tenham visibilidade, não concorda? Ou o direito de passar com meu carro pela Avenida é mais importante que o direito democrático de protestar?
    Abraço.

  138. Sacha Barak

    -

    17/06/2013 às 19:22

    O PT está levando o Brasil na contramâo do progresso,está ai o resultado de uma politica voltada contra o povo,a crescente onda de violencia aliada ao aumento do consumo de drogas,a segurança pública cada vez mais frágil,a saúde pública falida,e tem algo ainda muito grave,que o povo Brasileiro ainda não tomou consciencia , O INCENTIVO DADO ÀS USINAS DE ALCOOL E AÇUCAR ,TORNANDO AS AREAS DO CULTIVO DE CANA CADA VEZ MAIORES,DEVASTANDO A NATUREZA,ACABANDO COM AREAS NATIVAS,PROVOCANDO A EXTINÇÂO DA FAUNA E FLORA,POLUINDO RIOS E O LENÇOL FREÀTICO COM O USO EXCESSIVO DE DEFENSIVOS AGRICOLAS,AGROTÓXICOS E HERBICIDAS. O aumento excessivo dos alimentos deve-se a isso,pois se continuar assim,o Brasil vai se transformar num pais de monocultura,já que essa praga de canavias está se espalhando pra todo lado no Brasil.Acabando com a pecuária,citricultura e plantio de grãos em geral. O pior é que ninguém percebeu isso ainda. Eis ai uma boa matéria de capa pra VEJA.

  139. Mauro

    -

    17/06/2013 às 19:19

    Setti, não para lhe defender (não precisa), mas alguns comentaristas aqui ignoram totalmente suas idéias, seus feitos e sua contribuição importantíssima, em várias esferas, inclusive como empresário, para o desenvolvimento do Brasil.
    Então, me ocorre que pessoas cheias de boas intenções, mas totalmente desinformadas, são prato cheio para manipuladores de massas.
    E me ocorre que o Brasil está descendo a ladeira…

    Caro Mauro, não entendi seu comentário. Minha contribuição, “inclusive como empresário”? Deus do céu, nunca fui empresário na vida, nem quero ser.
    Se é ironia, também não entendi seu ponto.
    Abraço

  140. Ivomir

    -

    17/06/2013 às 19:17

    Setti, não consta que no movimento de protesto recentemente realizado pelos evangélicos em Brasília, a polícia tivesse “descido o sarrafo”, apesar de serem 70.000 manifestantes.

    Por que? Porque não houve provocação aos policiais que são agentes guardadores da ordem pública e da justiça, não se viu vandalismo e depredação ao público ou privado durante todo o movimento, não aconteceu desrespeito constitucional no exercício do direito de manifestação política.

    Sou a favor que a justiça recue e a polícia militar, estadual, deixe mesmo as coisas acontecerem hoje, amanhã, e nas próximas “marchas”.

    Assim que eles se derem por satisfeitos e desinvadirem as principais artérias da cidade, e de outras capitais, que se faça o rescaldo.

    Os eventuais lucros deverão ser creditados aos líderes e manifestantes, porém os prováveis prejuízos e violações da lei e dos princípios constitucionais dos ditos infiltrados, também deverão ser cobrados de pessoas como esta tal de Nina Capello.

    Só não se pode aceitar o “progressismo do direito irrestrito” ao manifesto, e “rapar fora” do reacionário dever de cobrir o eventual arregaço. Isto é baderneiro mesmo às centenas, infiltrados no meio de gente com credencial ideológico, ou alguns mesmo com comportamento de manifestante correto e ordeiro.

    Arre, égua; uai, sô!
    Valeu, obrigado!

  141. Marta

    -

    17/06/2013 às 19:15

    Não concordo com você! O que vejo é uma verdadeira mobilização popular impulsionada pela iniciativa deste MPL que concentrou todas as insastifações da população e que explodiu depois de anos e anos de inércia e alienação neste movimento de REVOLTA que eclodiu na cidade de São Paulo, bem como no RJ e em BH! Os políticos brasileiros corruptos só estão começando a colher o que plantaram no Brasil. Não sou a favor de quebra-quebra e muito menos de baderna, mas de certa forma, compreendo essas ações e reações. Tanta raiva, ódio e opressão só pode fazer com que insurja no meio social comportamentos destrutivos e ilegais. É simplesmente o reflexo do que recebemos dos nossos governantes. Eles agora estão olhando no espelho!

  142. moacir 1

    -

    17/06/2013 às 19:14

    Setti,
    Estive desconectado esses últimos dias,só ontem tive chance de informa-me sobre essas tais manifestações.
    Embora saibamos que em São Paulo a coisa foi manipulada por essa MPL e os partidos de esquerda,com o propósito de atingir o governador,pelo que pude ler os protestos,em grande número de cidades brasileiras,são combinados através das redes sociais e estão tendo a adesão de jovens.
    Vendo as imagens dessas multidões pelas ruas,a gente tem a impressão de que são cegos em um tiroteio.
    Quando entrevistados,eles não conseguem dizer coisa com coisa,é verdade.Os cartazes e as palavras de ordem se contradizem.
    Mas,por outro lado,embora esses jovens não pareçam saber porque protestam,alguém está nas ruas protestando.Isso ,para mim,é importante.Se estivessemos no BRAMA, aquele país impecável de casinhas enfileiradas e criançinhas felizes brincando de roda nas calçadas,que a PresidentA
    apresentou-nos no dia 1o de maio com se fora o novo país criado por um impecável governo do PT,se o Brasil estivesse indo muito bem obrigado,como nos querem fazer crer há dez anos os bolivarianos,
    ninguém estaria nas ruas.
    Lamento a destruição causada por essas multidões aos bens públicos e privados,bem como a pretensão que parecem achar legítima de parar ,por exemplo,
    São Paulo,privando a população do direito de ir e vir.
    Mas estou feliz de ver a juventude nas ruas.
    Talvez,na medida em que forem protestando – já dezenas de “eventos” agendados – aprendam eles a protestar civilizadamente e,aprenda a PM o tom certo para conviver com e disciplinar os protestos.
    O barulho dessa juventude que está acordando o Brasil,me parece muito mais positivo do que o nosso
    silêncio aceitando,dentro das nossas aréas de conforto,todas as violências,as afrontas,a corrupção,as imbecilidades praticadas por essa canalha que está no poder a 10 anos.
    A Carta ao Leitor da Veja que está nas bancas nos lembra que os jovens – como os americanos na revolta de 2011 denominada Ocupe Wall Street,ou os
    os jovens ingleses alucinados em Piccadilly Circus
    berrando contra as taxas majoradas na educação,ou os jovens espanhóis e portugueses contestando as políticas economicas de seus países – sempre gritaram e gritarão Abaixo os Sistemas! É preciso entender o que os nossos jovens estão tentando dizer ao Brasil.Temos que conseguir dialogar com eles.
    Mas uma coisa é certa: estamos todos ouvindo!
    E,falando honestamente,eu adorei ouvir os FORA DILMA! E estão bradando contra a corrupção e a favor de uma melhor educação!
    Não podemos esquecer-nos de que quando jovens,e sob o tacão da Ditadura, NÓS fomos para as ruas.
    Assistindo aos protestos me vem a certeza de que não conseguirão,nunca mais,impor-nos um governo totalitário,ou uma ditadura com eleições como a Venezuela.
    Tudo isso e mais a vaia que a PresidentA recebeu
    no Mané Garrincha,está começando a me fazer ter esperança.
    Abraço

  143. Roger

    -

    17/06/2013 às 19:12

    Sua opinião a meu respeito, manifestada com xingamentos e palavrões, revelam seu nível, mas não chega a 1% do que eu penso sobre você.

  144. Danilo Reis

    -

    17/06/2013 às 19:12

    Olá Setti. Seu texto é coerente, no entanto, você não acha que protestar em um local predeterminado, sem atrapalhar ninguém ou modificar a rotina da cidade causaria pouca repercussão? Deveríamos criar então um “protestódromo”, onde todos os descontentes da sociedade poderiam ir todos os dias reclamar e gritar sem ninguém ver?
    É assim que protestam na Argentina, na Espanha, na na França, enfim, no mundo todo?
    Você acha que os governantes prestariam atenção a protestos dessa natureza? Protestos assim teriam força para mudar algo?

    Você ouviu falar da Marcha sobre Washington, feita nos anos 60 sob a liderança do pastor Martin Luther King, pela igualdade de direitos para os negros norte-americanos?
    Não houve um único incidente, Washington foi literalmente invadida pelos manifestantes, King fez o discurso de sua vida — “Eu tenho um sonho”, era o mote — e, a partir daí, o movimento pelos direitos civis ganhou grande impulso. Ainda nos anos 60, terminaram todos os vestígios de discriminação existentes na legislação, e começaram as políticas públicas de integração plena dos negros na sociedade americana — e as primeiras iniciativas legais de punir severamente manifestações de racismo.
    Este é apenas um dos muitos exemplos que eu poderia citar.
    E as diretas-já, então?
    Eram MILHÕES de pessoas — estive nos comícios –, e não houve um único incidente, um único vidro quebrado, nada, nada, nada de violência.
    Abraço

  145. Mary

    -

    17/06/2013 às 19:03

    Se a cidade não parar, nada acontece. Pois é justamente a paralização de uma cidade, que assusta e paraliza os governantes que estavam acomodados em seus confortáveis cabinetes. Baderneiros, muitas vezes, são pessoas infiltradas para manchar uma passeata de massa popular. Ainda assim, melhor ser chamado de baderneiro que de hipócrita. Estou com eles.

  146. satyrojr

    -

    17/06/2013 às 18:58

    Vcs parecem uns bruxos! Pra que tanto mistério?!!!

  147. rober

    -

    17/06/2013 às 18:57

    Ricardo o povo está de saco cheio da situação do país,sem educação, sem saúde, sem segurança, sem emprego e futuro pro jovem. A condução aumenta, mas os governos não exigem qualidade, os empresários do transporte estão milionários e você sabe que são eles que patrocinam a campanha politica de todos partidos. É humilhante Setti você pegar o metrô e ser espremido após um dia de trabalho. Achar que o cidadão tem de ser um Gandhi nessa situação é acreditar em papai noel.

  148. Izabella

    -

    17/06/2013 às 18:55

    Setti, de fato o senhor está certo em afirmar que o direito de ir e vir está sendo infringido e que existem muitos interesses políticos. Entretanto me interrogo, como pesar esses dois direitos? Manifestação e Locomoção. Será que não seria hora de aprendermos a tolerar alguns incômodos que ocorrem? Se pensarmos que os manifestos na Síria, no Líbano e mais remotamente na China também causaram problemas, mas também levaram a mudanças. Espero sinceramente que essas manifestações possam modificar um pouco a realidade que vivemos. E da próxima vez aqui em BH eu estarei entre os manifestantes!

  149. Leonardo

    -

    17/06/2013 às 18:51

    Eu acho engraçado como repórteres e comentaristas vivem detonando o sistema e se compadecendo do povo, mas quando o povo resolve reagir esses mesmos repórteres e comentaristas passam a criticá-los.

    Não estou criticando “o povo”, mas excessos que não podem ser admitidos em uma democracia. Sou A FAVOR de protestos públicos, mas contra a baderna e a violência. Achei que tinha deixado isso claro.
    Abraço

  150. Angèlìka

    -

    17/06/2013 às 18:46

    Assistindo agora a Globonews, a comentarista política Cristiane Lobo, que acompanha a manifestação em Brasília, diz que o movimento é muito “difuso” que não há uma causa definida porque os cartazes e gritos de ordem são para + saúde, + EDUCAÇÃO, + + +. Velho, isso é “covardia”! Como assim?! Queremos porque não temos! Nada é feito de bom neste país desde que o PT assumiu. É por isso que digo: para elles entenderem, precisamos dizer com TODAS as LETRAS: Governo safado e sem escrúpulos, façam o que lhes foi confiado pelo povo: Queremos um Brasil ligado no Futuro, EM TODAS as ÁREAS! PÁREM DE NOS ROUBAR e vão trabalhar! Párem de conchavos políticos contra a Nação. Kd Justiça? Kd as Reformas necessárias? E mídia e jornalistas, KD sua coragem? Vai dizer que a culpa da “omissão” não é de vocês?! E o comprometimento?!!!
    Aprendam aqui com os Meninos de Ouro da VEJA.
    Queremos o PT FORA! Queremos o PT FORA! Queremos o PT FORA! Queremos essa CORJA FORA!

  151. Luiz

    -

    17/06/2013 às 18:45

    Você ainda está preocupado com o MPL, Ricardo? Não percebe o que está acontecendo?

    Acho que meu post, caro Luiz, mostra que, sim, estou percebendo. Comentei sobre o MPL por causa do radicalismo e da falta de noção de democracia.
    Mas é evidente que os protestos estão extravasando para temas nacionais, para absurdos que infernizam a vida dos brasileiros e, desde que sejam pacíficos, acho isso ÓTIMO.
    Um abraço

  152. Erick

    -

    17/06/2013 às 18:41

    Perfeito !! Penso exatamente da mesma maneira.

  153. igor goncalves

    -

    17/06/2013 às 18:40

    Pra voce é muito facil escrever uma coluna defendendo direito do governo em nos lubridiar, meça voce seus parametros antes de escrever uma reportagem, voce tabem e da população todos estão sujeitos a pegar onibus um dia então faça isso, ja que es tão bom e de carreira, va e pegue e me diga, faça outra repostagem falando como o transporte publico de sp vale isso R$3,20, meça seus parametros antes de fazer uma reportagem dessa e atarcar com palavras quem publica e critica. JORNALISTA DE CARREIRA.

  154. Carlos

    -

    17/06/2013 às 18:36

    E quantas já não rasgaram a CF/88 ????? Tem que senta o mangote sim!!! Chega o povo não aguenta mais a politicagem deste País que impera desde o império!!!1

  155. Artur Souza

    -

    17/06/2013 às 18:36

    Essas passeatas foram mais um tiro da esquerda no próprio pé. O que era para ser só uma manifestação contra um aumento de 20 centavos nas passagens (pois sim!), está tomando rumos inesperados para o PSTU, PCO, PSOL, PCdoB, Juventude do PT e outros campeões da democracia.
    Quanto a manifestantes como a tal Nina Capello e o comentarista André, aqui do blog, dá pra ver que algumas palmadas na infância não lhes teriam feito mal.
    Essa gente não conhece inflação de verdade, não sabe que houve uma época, não muito distante, em que os aumentos de preço iam além de 80% ao mês – ao mês, garotada, não ao ano. Papai e mamãe não contaram a vocês?
    Quem acabou com isso e pôs a economia nos trilhos foi um homem que vocês chamam, depreciativamente, de neoliberal: Fernando Henrique Cardoso – inicialmente como ministro da Fazenda de Itamar Franco, depois como o melhor presidente que o país já teve.
    Quem está descarrilando a economia e trazendo a inflação de volta é Dilma, prosseguindo o trabalho de Lula. Acharam que a conta de 12 anos e meio de malfeitos não ia chegar nunca?
    Vão para a rua, jovens, mas façam como a filha do Reynaldo-BH: achem um espaço na sua agenda para protestar também contra a corrupção do governo petista e de seus aliados.

  156. emídia c. m. Alves.

    -

    17/06/2013 às 18:34

    Meus caros, autoridade, desta cidade linda, não podem deixar,estes protestantes fazer terror, em vias publicas, pois isto atrapalha, os cidadães de bem,quero ver nossa presidenta senhora, Dilma,senhor senhor Hadade.Senhor Arqui mi.

  157. Guilherme

    -

    17/06/2013 às 18:33

    Reinaldo-BH- de que precisamos de educação, não tenho dúvidas. Espero que você seja contemplado com o Pro-uni ou outra modalidade de acesso. Só tenho medo de que negros, homossexuais, prostitutas, nordestinos e, principalmente, índios passem em locais nos quais você frequenta.

  158. giovani

    -

    17/06/2013 às 18:27

    meu amigo, negociar local de manifestação é negociar a própria manifestação.

    ora, querem mandar a turma para itaquera? querem confiná-los num sambódramo?

    Faça-me o favor…

  159. Márcia Rozana

    -

    17/06/2013 às 18:26

    concordo com tudo isso, e dvemos agradecer aos governantes que foram eleitos pelo povo, essa pagam dessa forma, um absurdo em valos da conduçaõ, pois o transporte publico é uma vergonha, concordo com vc Jão, mais devem estra longe pois debaixo de uma cama não cabem tanta ipocresias dos parlamentares, tem uma solução.. IMPITIMA JÁ, o povo elege o povo tira, e não aparecer pra votar mais, o brasil é uma vergonha,impostos ridiculos qua pagamos pra nada, então essa é sim ahora de gritar, não temos transporte digno pra pagar caro, não temos saude, educação, moradia, mais temos VOZ, vamos a luta sim.

  160. Rodrigo Jeronimo

    -

    17/06/2013 às 18:18

    “Eles prometem PARAR a maior cidade do país como se fosse a coisa mais natural do mundo.

    Como se não fosse algo contrário ao direito constitucional de ir e vir de milhões de paulistanos.

    Como se não fosse algo clara e escancaradamente ilegal.”

    Faltou só o colunista se informar que realização de protestos e manifestações em vias públicas são permitidas e protegidas pela Constituição… não tem nada de ilegal no ato.

    Tem, sim! Informe-se melhor, meu caro. Ninguém pode interromper uma via pública a seu bel prazer. Ninguém pode violar o sagrado direito de ir e vir das pessoas. Informe-se melhor.

  161. carlos

    -

    17/06/2013 às 18:18

    O sr. só está preocupado com o SEU direito de ir e vir. Está preocupado em não ficar no trânsito, no ar condicionado do seu carro epor isso tem medo que a cidade pare. Direito de ir e vir é um direito de todos os brasileiros, inclusive daqueles que acordam de madrugada e tem que pegar um ônibus/metro super lotado para fazer serviços que movem o Brasil: garis, professores, enfermeiros, bombeiros, alunos, jornalistas, policiais… todos nós queremos o direito de ir e vir. Só que esse direito está cada vez mais difícil, caro, injusto. O sr., que se preocupa só com SEU direito de ir e vir, devia pegar um ônibus uma vez na vida. Ficaria impressionado o tempo que perderia, sem o direito de ir e vir pra nenhum lugar por horas. Nem para o seu local de trabalho, nem para seu local de descanso.

    É grotesco um leitor que nunca sequer me viu na vida imaginar ou fantasiar como seria a minha vida.
    Você acha que eu vivo em Marte, que não conheço os problemas da população?
    É patético imaginar, como faz você, que um jornalista sério, com carreira reconhecida de décadas, fosse escrever um texto para defender o seu direito individual de não ficar parado no trânsito.
    Sugiro que não meça os outros pelos seus parâmetros.

  162. João Augusto

    -

    17/06/2013 às 18:14

    Lulla, numa hora dessa deve estar escondido debaixo da cama juntamente com a secretaria de serviços gerais.A Marta deve ter escondido todos os pares de sapatos. O Haddad correu prá casa do maluf e a intelectual do pt deve estar espiando atrás das cortinas para escrever uma tese. O povinho começou a se coçar…

  163. Jaqueline

    -

    17/06/2013 às 18:10

    Eu que na verdade tenho pena de voce,
    minha educação começou com sua ignorancia! ignorancia de nao saber o que eu fiz pra chegar onde cheguei! ou voce pensa que estudar em escola publica é facil? discutir com o professor porque ele nao quer dar materia! afinal de contas ele nao recebe á meses! ou voce acha que foi facil eu ter que estudar por conta própria pra conseguir uma boa nota no ENEM e ganhar a muuuuuuuuuuuuuuuito custo uma bolsa integral??? Eu nao preciso mostrar o quanto eu sei expor os meus motivos de apoiar a manifestação!! que eu vou participar de maneira PACIFICA, cai de paraquedas sim! sabe porque? porque eu nao perco meu tempo lendo essas baboseiras de pessoas como voce! Minha manifestação tem a ver com minha luta diária! e não a sua! porém vai resultar em um bem maior! o que são lixeiras quebradas e onibus pixados pra 717 BILHOES de reais só em impostos que saem do nosso bolso??!!

    Você não “perde tempo” lendo “as baboseiras” que escrevo — e, no entanto, me critica e me agride sem saber nada do que tenho escrito ao longo dos anos contra as barbaridades a que nosso povo é submetido pelos desgovernos.
    Você nem sabe, pelo jeito, mas expõe uma atitude antidemocrática e autoritária.

  164. Alessandra

    -

    17/06/2013 às 18:08

    De coração, vai entender melhor o que esta acontecendo. As sua opiniao não tem fundamento nenhum.

    Cara Alessandra, o que, exatamente, não tem “fundamento nenhum”?

    Ser a favor de manifestações de protesto, mas ser contra depredações, violências, baderna?

    Criticar a polícia por violências cometidas, mas ao mesmo tempo reconhecer que é preciso que se mantenha a ordem?

    Por favor, explique-se.

  165. Geraldo

    -

    17/06/2013 às 18:07

    Se o colunista, que muito aprecio não desconhece que muitas vezes, estes bardeneiros são alí plantados por aqueles que as manisfestações são para eles dirigidas. Veja aquele vídeo em que mostra um policial quebrando o vidro da janela da viatura pólicial para jogar a opinião pública contra a manifestação.

    Há muitas barbaridades acontecendo, Geraldo, de fato. E é preciso exigir que os excessos e os absurdos cometidos pela política sejam apurados e os responsáveis, punidos. Não sou de forma alguma favorável à violência policial — mas sou contra a instrumentalização de protestos populares por partidecos que querem causar confusão, e sou contra manifestações que redundam em baderna e violência.

    Acho que não estamos tão distantes em matéria de opinião, não.

    Abraço

  166. Grazielle

    -

    17/06/2013 às 18:00

    O que acredito é que o MPL não conseguiu reunir um número expressivo de pessoas para se articular contra o aumento de R$ 0,20 centavos na passagem em SP e para isso adotou uma NOVA ESTRATÉGIA reunir o máximo de pessoas insatisfeitas por terem sido equivocadas na escolha de seus representantes e assim formar seu “Exercito de Brancaleones” composto por pessoas manipuláveis e com propósitos dispersos e diversos. Mas isso não importa? O que o MPL quer? O “MÁXIMO” de pessoas nas ruas pela causa deles.

    O MARKETING explica essa nova estratégia do MPL: A força da propaganda está em promover uma ideia através do SENTIMENTALISMO OU EMPATIA e não pela RAZÃO, recurso esse que os representantes eleitos por vocês também usaram para convencê-los o votar neles. Não? Tiririca agradece.

    Antes de sair na rua depredando o patrimônio publico e confrontando as autoridades policiais pesquisem para saber quem são os responsáveis por essa articulação e pelo MPL, conheçam os seus ideais e suas posições partidárias para que nas próximas eleições não votem equivocadamente novamente nos futuros “lulinhas”, “dilminhas”, “hadadizinhos” e “geraldinhos”.

    Não sou contra a manifestação, o que sou contra a falta da definição clara dos motivos para a manifestação e das propostas de melhorias.

    Além do Manual de Sobrevivência do Manifestante divulgado e bem estruturado. Cadê o Manual de Solicitações e Propostas pelas Melhorias? O que querem? Como querem? Onde Querem? Quando Querem? Para quem querem?

  167. Ciro Lauschner

    -

    17/06/2013 às 17:59

    Toda encrenca se sabe como começa mas nunca se sabe como termina!O protesto dos evangélicos por exemplo, juntou quase 100 mil pessoas e não impediu nem sequer o transito e não houve comentários nos jornais, mas um grupelho que não elege um vereador faz um auê que parece coisa de gente grande.Mas para consolo de todos vão aparecer os protestos contra a corrupção, contra os mensaleiros, contra a má educação, a saúde etc.etc.Até o covarde do Haddad vai ter o dele.A tampa foi destampada e o começo do fim do PT está iniciando, graças a Deus.A Dilma vai ter que ficar inteligente,coitada!

  168. Renata Ribeiro

    -

    17/06/2013 às 17:58

    Sou brasileira, sou mulher, sou mãe e vi neste país muita coisa acontecer, vi varias mudanças no nosso dinheiro, vi presidente eleito sair pela portas dos fundos, vi um sindicalista pregar direitos para o trabalhador, porem o que tenho visto hoje é um país sem rumo popular, voltado a uma política eleitoreira, uma política corrupta e uma falsa sensação de crescimento. Confesso que estou desalentada com o futuro deste país. Estamos sufocados com tantos impostos, com tanta corrupção e com tanta impunidade. Ate mesmo um povo pacífico como o brasileiro cansa e muitas vezes optam por violência desnecessária, mais que esta entalada em nossas gargantas a muitas décadas.

  169. Roberto Loureiro

    -

    17/06/2013 às 17:53

    Em que rua de São Paulo ocorreu a passeata do orgulho gay?

    A Avenida Paulista é usada e pode ser usada para eventos como esse, desde que isso seja previamente negociado com as autoridades. Ocorre muitas vezes — em finais de campeonatos de futebol, no Natal, no réveillon etc.
    O que não se pode é interromper uma artéria crucial para a vida da cidade ao bel prazer de grupos A ou B.
    Não lhe parece uma coisa lógica que seja assim?

  170. Republicano

    -

    17/06/2013 às 17:49

    Caro Republicano, não publico em hipótese alguma comentários que defendam a ruptura da ordem constitucional.

  171. Sarah Esde

    -

    17/06/2013 às 17:40

    Sr Setti, poderíamos conversar melhor sobre direito de ir e vir se aceitasse meu convite:
    OFERTA 1 – um passeio lépido até Santo Amaro utilizando a linha lilás da CPTM entre 6 e 7 da manhã, podemos nos encontrar (se conseguirmos) na Estação pinheiros?
    OFERTA 2 – que tal uma discussão intelectual sobre a origem da democracia, na linha Grajaú – Jabaquara às 6:30 numa segunda ou terça-feira?
    OFERTA 3 – esse encontro será mais específico, que tal “almoçarmos” numa escola do Cantinho do Céu (uma estadual, bem típica) e confabularmos sobre direito de expressão?
    OFERTA 4 – caminharmos juntos e analisarmos e colhermos (juntos) os depoimentos de cidadãos paulistanos que tiveram algum contato com a polícia militar…mas nesse caso já lhe aviso: não vale avaliar apenas casos de famílias com advogados bem pagos, tá?

    Penso que grades, super-lotação, maus tratos e outras características dos serviços prestados à população mais carente, já é um ponto inicial para analisarmos SUAS ideias.

    Conheço esses problemas e considero um absurdo as condições de vida da maior parte da nossa população.
    Se você lesse o blog com alguma frequência, veria o quanto critico as mazelas que afligem os brasileiros.
    Sou totalmente a favor de manifestações de protesto pacíficas, mas inteiramente contra a bagunça, a baderna e a violência.
    E você?

  172. CRISTIANE

    -

    17/06/2013 às 17:37

    olá, todos já estão cansados de tanta baixaria hj é 0,20 centavos em condução sabe quanto isso equivale por dia? muitos passando fome hospital lotado sus, sem médicos e mais os ônibus trens e metro lotados quem tem grana governador prefeito vereadores não pegam em horário de pico para saber o quanto é bom estar exprimido para chegar ao trabalho ou em casa mas dinheiro para reformar estádios construí-los tem de milhões isso acaba com o resto de paciência da população ainda reclamam de manifestação chega de braços cruzados mas não dá para engolir mais nada. cada cidadão pensa de uma forma diferente mas estamos ai.

  173. Juju

    -

    17/06/2013 às 17:31

    Pois é, Setti… só o que está me deixando inconformada é a parcialidade de alguns meios de comunicação, como a Globo, por exemplo, que tem mostrado as manifestações em São Paulo como exemplo de liberdade de expressão e as do Rio como obras de baderneiros e vândalos, querendo pintar a cidade como um exemplo de paz e fazendo de tudo para nada incomodar o que ela julga ser o máximo dos eventos, que são os jogos da seleção na Copa das Confederações, chegando ao ponto de uma jornalista da Globo News dizer que o protesto na frente do Mané Garrincha era uma “pena”, que estava estragando o clima da Copa…
    Enfim, decepcionadíssima com a cobertura dos protestos pela Globo, que nem queria mostrar a vaia retumbante dos torcedores à Dilma…

  174. Diana

    -

    17/06/2013 às 17:31

    Lamentável seus comentários…

    Os meus comentários “É” lamentável? Puxa, como você aprendeu na escola, não?
    Que tal ser mais específica? É fácil jogar uma pedra assim e sair fora, não é mesmo?
    Vamos! Estou seguro de que alguma capacidade de argumentação você há de ter.

  175. Alanito

    -

    17/06/2013 às 17:28

    Thomy, que revolta é essa? O país está bem sim, só que pode melhorar e por isso que eu tambem apoio os protestos. Todas as agencias internacionais apontam melhoras em varios aspectos analisados mas tambem afirmam que a caminhada está apenas começando quando comparam com os serviços públicos do primeiro mundo. Protestar sim, destruir o que já foi feito, não.

  176. Júnior

    -

    17/06/2013 às 17:25

    Se a polícia é quem atrapalha é só deixar a polícia de lado e os Srs verão o caos que ficará esta cidade, a policia é a última alternativa do Estado.

  177. ari alves

    -

    17/06/2013 às 17:22

    Sou militante gay e hoje sairei às ruas, porque os protestos também são contra essa sociedade machista e homofóbica que não nos aceita. Vivam os gays!

  178. Bruno

    -

    17/06/2013 às 17:21

    Não peça desculpas não, Setti. Esse movimento quer mesmo é ver o circo pegar fogo, não estão nem aí para legalidade e outras bobagens “pequeno-burguesas”. Até parece que são uns santos, querem paralisar diariamente o centro da maior cidade no país e querme que ainda aplaudamos! E nem se dê ao trabalho de responder a cretinos como este Thomy. Essa escória tem que deletar. Aliás, com esse nome, ele que vá tomar onde bem quiser!

    Não pedi desculpas, caro Bruno. Expus de forma mais ordenada o que realmente penso.
    Sou inteiramente a favor de manifestações de protesto, desde que pacíficas. E sou inteiramente contra a baderna e a agitação de grupos políticos interessados em explorar a justa indignação de muitos setores da sociedade.

  179. danilo

    -

    17/06/2013 às 17:20

    Por favor, Ricardo, comente sobre o “sumiço” do Ministro da Justiça nas demais manifestações ocorridas no DF e no RJ. Será que não houve o tal excesso combatido por ele na quinta-feira?? Que sujeito cínico!

  180. Eurico Marques

    -

    17/06/2013 às 17:19

    Retificando meu comentário abaixo face aos PTontos que não entenderam o que se pode fazer com uma mobilização: a polícia devia dar toda a pancada que puder,balas de borracha para a PTzada, eles estão à procura de um mártir. Para falar a verdade, virou um passatempo, pois saiu do campo das idéias.

  181. Rayan Godoi

    -

    17/06/2013 às 17:19

    Sinto muito…. comentário muito infeliz.. Hoje fico triste em ver como pessoas como o sr., em status intelectual notável, consegue confundir os temas e ser tendencioso de modo a influenciar uma massa com seu poder de mídia utilizando da distorção de fatos. É tão óbvio que o motivo aparente (R$0,20) não é o real que chega a ser ridículo ter que contra argumentar. Eu passei a minha vida (sim sou da geração Y), ouvindo dos mais velhos e reformados lutadores e “depostores” do regime militar e afins, que a juventude não se interessa por política e que não faz nada para continuar o trabalho de “libertação” que nossos pais e avôs iniciaram. Vejo pessoas como o senhor, sentado em frente a televisão e em conversas despojadas reclamando do governo aqui e acolá. E hoje me pergunto, tivemos o início de um movimento liderado pela juventude (ok, talvez sem muitas lideranças maduras)e tudo o que vejo dessas velharia que reclamava da nossa capacidade de lutar por um país melhor, é a deslegitimação do movimento por argumentos inúmeros… A impressão que tenho que vocês se acomodaram tanto que preferem deixar o barco rodar como está. Prefere passar a vida com o trânsito horrível que temos, do que ficar parados por alguns dias afim de mostrar que queremos uma solução permanente. Enfim.. deixa eu descer pra ir manifestar… não vou mudar essas cabeças velhas…

  182. danilo

    -

    17/06/2013 às 17:19

    Nós temos é que apoiar tal movimento. Por meio dele o povo brasileiro tem acordado dos 10 anos de PT; tem se tocado que o “sonho” da propaganda oficial, na verdade, é um “pesadelo”: baixo crescimento, inflação alta, alta carga tributária, péssimos serviços, corrupção endêmica, perda da produtividade, violência crescente!! Enfim, acorda, Brasil!

  183. ricardo

    -

    17/06/2013 às 17:18

    precisou um punhado de jornalistas levar uns tiros pra mudar de opiniao…veja o exemplo do grande jornalista ricardo boechat que é realmente independe como ele mesmo disse pau que bate em chico bate em francisco!!! infelismente a nossa imprensa em geral está engatinhando em materia de isensâo, sempre estão apoiando um ou outro partido e poucos são aqueles que podem ser chamados de jornalistas de fato.

    Não mudei de opinião, não, Ricardo. Continuo INTEIRAMENTE favorável a manifestações de protesto pacíficas, e TOTALMENTE contrário à baderna, que deve, sim, ser reprimida.

  184. Jaqueline

    -

    17/06/2013 às 17:18

    Cara! vc é daquele tipo que nao pega trem, nem metro, nem onibus, critica todo ato de mudança radical, esse pais ta acordado nao graças a voce!! temos jovens que querem um lugar melhor pra se viver! entao cala essa sua boca e deixa quem quer fazer algo melhor lutar por isso!!

    Puxa! Que argumentos sólidos, elegantes, bem expostos, não?

    Que educação você recebeu em casa, não?

    E como você sabe de minha vida particular! Como eu uso meios de transportes, por exemplo.

    As idiotices que você escreveu acima mostram, entre outras coisas, que você acaba de cair de paraquedas no blog e jamais leu as centenas de posts críticos sobre barbaridades deste país que escrevi.

    Agora, adianta argumentar com pessoas como você? No fundo, você me causa pena, sabia?

  185. João Augusto

    -

    17/06/2013 às 17:18

    Setti!!! Como sempre, pautado pelo bom senso!

    Democrático!Ponderado! Aberto aos mais diferentes meandros de uma democracia!

    Estava sentindo falta na Veja de uma palavra aberta.

    Neste meio tempo, para não me sentir só (moro em uma cidade que impossível chegar manifestações.Entre o mar e a serra da Bocaina) lia jornais de fora. O El Pais, choveram comentários a respeito detonando nossa política econômica, educacional e social, assim como a segurança pública.

    Assim como o Corriere, La Repubblica e Deutsche Weller. Eles estão acostumados com manifestações.Lembro-me que em Estocolmo teve uma manifestação contra sediar as Olimpíadas naquela cidade. É de se envergonhar. Dá impressão que Haddad teve assessoria de Ergodan para conter protestos.

    Devo dizer, que não sou da política do quanto pior, melhor, muito menos que a cidade pare!

    Eu como paulistano, mesmo de longe percebo e sinto o transtorno do povo paulistano. Mas tem-se que fazer algo. R$ 0,20 centavos, é somente a gota d´água. Atrás das tarifas estão a educação, saúde, gastos extraordinários em obras faraonicas, inflação (El Pais), mentiras, engodos, picaretagem e, segue por aí.

    De longe parece-me que este(s) grupos agregam diversas facções. Isto é lindo!E o povo falando, vaiando, acordando de uma anestesia.

    Como disse, Dora Kramer (no Domingo),pode-se diluir, não dar em nada, mas mexe-se, dará pruridos a quem se tem direito.Estava cansado de palavras agressivas, respondendo da mesma forma que os baderneiros nas manifestações, que devem ser somente a prova de nossa indignação.

    Mais uma vez Setti, obrigado.

    Como começou, sabemos, como terminará, não sabemos, mas é um risco que se tem que correr.

    Obrigado por seu comentário generoso, caro João Augusto.
    Espero que o movimento, se for pacífico, cresça e abarque temas como a ladroagem, o desgoverno, a impunidade, o péssimo ensino público e outros males do país.

    Um abraço

  186. Juliana

    -

    17/06/2013 às 17:17

    Triste mesmo é ver uma jovem como você totalmente incapaz de discutir ideias sem agredir quem as expõe.

  187. Eurico Marques

    -

    17/06/2013 às 17:14

    Desfile de oportunistas. Vê se tem alguém protestando contra a liberdade dos mensaleiros? Eles roubaram o país , foram condenados e estão protelando a sentença. Tem alguém falando deles? Dá para colocar todas as mazelas do país em uma cidade como São Paulo, que terá um prejuízo gigantesco com a molecada insensata? Vadiagem pura. Vinte Centavos não mata ninguém. coloque estes ignorantes em uma sala com umaplanilha de custos na frente e veja o que eles tem a dizer. Isto é negociação, não vandalismo e brincadeira de moleques inconsequentes…

  188. Thomy

    -

    17/06/2013 às 17:05

    shame!

  189. Thomy

    -

    17/06/2013 às 17:03

    Sinceramente, com todo o respeito. Os manifestos são também contra você Sr. Pseudo-intelectual Ricardo Setti, contra a Veja e toda a mídia ora manipulada e manipuladora deste país. O páis está bom pra você assim? Então pega que é teu! Pra gente não serve, vamos mudá-lo!!!

    Você é daqueles que, em vez de discutir ideias, prefere agredir pessoalmente quem as expõe.
    Que pena!
    É com gente como você que querem mudar o Brasil?
    Imagino o país resultante disso.
    Me chamar de “pseudo-intelectual” não me atinge nem um pouquinho, pois jamais tive a pretensão de ser intelectual. Sou apenas um jornalista.
    Se você acha que o país está bom para mim assim é uma prova mais de que entrou de paraquedas no blog, jamais leu um texto meu.
    Portanto, não dá para discutir com você.
    Deixo expostas suas ideias aqui para que os demais leitores vejam o que são, na realidade, alguns dos manifestantes que, supostamente, querem “mudar o Brasil”.
    Pelo que escreve você, mudar para pior, naturalmente.

  190. Luis Ronaldo

    -

    17/06/2013 às 16:54

    Amigo. não são os 0,20 de aumento somente, os 0,20 é somente a gota d’água. A revolta da população Brasileira é contra tanto absurdo que está acontecendo. Bilhões para copa do mundo, bilhões para olimpiadas, bilhões para o mensalão, salário minimo de 678,00 e o povo cada vez mais pisado, cansado, engasgado, soterrado de tanta injustiça. O povo só quer o que foi garantido na CF de 88. O senhor talvez não saiba, mas se um dia seu filho ou filha for sequestrado, assaltado ou até mesmo violentado, saberás como funciona o sistema de segurança Brasileiro, de justiça Brasileiro e o Penal Brasileiro. Se seu plano um dia chegar a não cobrir qualquer procedimento hospitalar e precisar usar o SUS (Seu Ultimo Suspiro) ai vai ver milhares de pessoas ao chão, por não ter leito, ou falta de médico, por não terem salarios dignos, ai sim falaremos de politica e democracia. Pois vejo que estas em uma realidade totalmente disfarçada, estas em uma realidade que não é a Brasileira…é por isso que lutamos, não é só pelos 0,20

    “O senhor talvez não saiba…”. Caro Luis, não me chame de senhor, por favor. E é claro que sei detudo o que você está falando. Você acha que eu vivo em que país, meu caro?
    Um abraço

  191. Reynaldo-BH

    -

    17/06/2013 às 16:46

    Guilherme: você é UM MILICIANO! Perdeu, BABACA! Aqui em BH tem 20.000 manifestantes nas ruas! Um dos refrões é: “Mentira NÃO! Cadeia pro MENSALÃO!” e outro é “Dilma, Lula, o povo voltou a luta!”
    QUEM TÀ ENGANADO, miliciano????
    Vcs mirando no Alckmin em SP. E acertaram no alvo REAL NO BRASIL TODO!
    Quem está protestando contra A ROUBALHEIRA da COPA (” Quero Copa Não! Quero EDUCAÇÃO!” ) está protestando contra QUEM? CONTRA O PAPA, otário?
    VOCÊS acham que SP é o centro do mundo! E esta mania de tentar – a qualquer custo – desalojar o GOVERNADOR QUE GANHA ATÉ DE LULA NAS PESQUISAS, deu frutos!
    Aguentem o rojão, idiotizados lulopetistas!

  192. Toque de coleguinha

    -

    17/06/2013 às 16:46

    Se você tivesse apenas me criticado, sem me ofender, eu publicaria seu texto, apesar da pusilanimidade de se esconder no anonimato. Você, que parece ser jornalista, não aprendeu ainda a criticar ideias sem ofender quem as expõe?
    Pelo jeito, não vai aprender nunca.

  193. Maria ademilde

    -

    17/06/2013 às 16:44

    Finalmente podemos ver, depois de vários anos de completa letargia, alguns brasileiros reagindo àquilo que para muitos é um descalabro.
    Felizmente a maioria entende que esse movimento não é por causa dos 20 centavos. Ele foi a gota d’água para tudo que assola a nossa sociedade: altos impostos que não retornam com saúde, educação, moradia, etc. O que falta aos brasileiros, sobra nos bolsos de muitos políticos e partidários. É isso e fim de papo.

  194. Artur Grimaldelli

    -

    17/06/2013 às 16:36

    Ricardo, a cidade já está parada, diariamente, pelo trânsito bizarro que a assola, justamente pela falta de transporte público de qualidade. Outra coisa, qualquer região central da cidade tem hospitais. Claramente, o governo quer deixar a Paulista de fora pelo seu valor simbólico e também, é claro, para exigir algo que os manifestantes vão negar e, assim, o governo poderá dizer que não houve diálogo. São argumentos meio infantis, não colam muito. O melhor a fazer, nessa situação, é mostrar-se aberto ao diálogo, de fato, e ver o que se consegue na conversa.

  195. Reynaldo-BH

    -

    17/06/2013 às 16:31

    Acho que devo – mais uma vez! – estar na contramão!
    Eles (os magos do mal!) colocaram ingredientes errados no caldeirão!
    Estou certo disto!
    NÃO APOIO (vade retro!) o PSOL, PCO, PSTU, Juventude do PT, MPL e outras idiotices. Mas eles (os tais!) se acreditam donos das verdades e que todos são manipuláveis! Perderam o controle do que criaram! A vaia de Dilma foi exemplo disto. Estava nas ruas (onde pude estar). MINHA FILHA CONTINUA LÁ! Com o rosto e camiseta pintada pintados : CHEGA! BASTA! CORRUPÇÃO NÃO MAIS!
    Enfim, tomado de genuína (quase patética) emoção posso dizer: Minha filha: me vi te vendo!
    E TEMOS UM HINO!
    http://www.youtube.com/watch?v=ylwxUGI6qnY

  196. André

    -

    17/06/2013 às 16:31

    Parar a cidade não é válido? Você está de brincadeira comigo, não é?
    Seja lá quem escreveu isso nunca se quer ESTUDOU UM POUCO sobre movimentos sociais. Como chamar atenção sem causar distúrbio? Nem MAHATMA GHANDI conseguiu isso. A única diferença é que ele conseguiu de maneira quase – repito, QUASE – totalmente pacífica.
    A parada da cidade É necessária, e não é a burguesia chorona de merda que vai parar a maioria que sofre todo dia pra sustentar a família! Juntem-se pra mudar o país pra melhor ou sofram por pura PREGUIÇA.

    Quem está de brincadeira é você. Comparar bagunça com Gandhi — veja se aprende pelo menos a escrever o nome dele — é uma prova descomunal de ignorância.

    Parar a cidade é ilegal e inconstitucional. Informe-se um pouco para não passar ridículo em público.

    A “burguesia chorona de merda” — ou seja, a grande classe média — paga pontualmente seus impostos, todos descontados na fonte, e sustenta “eztepaiz”.

  197. Guilherme

    -

    17/06/2013 às 16:29

    Vocês da grande mídia, agora, estão se retratando, para colher frutos e dizer que o alvo das manifestações é o governo federal. Vocês acham que os manifestantes vão compactuar com esse jogo? Eles são internautas cativos dos blog que vocês chamam de “sujos” e odeiam a Globo e o Jabor. Sei que não vai ser publicado, mas vale a intenção.

  198. Thiago

    -

    17/06/2013 às 16:26

    A insatisfação inicial da população com as manifestações do MPL foi bem traiçoeira com muitos jornalistas, analistas e até políticos. Jornais que amanheceram na quinta com editoriais raivosos aos protestos, justificando e defendendo a “suposta” violência da polícia, à noite estavam contando os repórteres feridos pela “suposta” violência
    policial. Nas redes sociais, veem-se cada vez mais tucanos a favor das manifestações antes definidas como de “extrema-esquerda”, organizados por “partidos inexpressivos”. Não sei não, mas acho que estamos vivendo um momento único no Brasil, que pode ser MUITO decisivo pro nosso futuro. Quem apostou que seria só uma baguncinha sem propósito, errou feio.

  199. Fernando Nunes

    -

    17/06/2013 às 16:22

    Setti.
    Lembro, no tempo da ditadura, que a P2 da brigada militar do RS, se infiltrava nos movimentos para começar a baderna, vandalismo com o objetivo de dar o pretexto que seus colegas queriam para baixar o cacetete e a repressão violenta.

  200. Maria Almeida

    -

    17/06/2013 às 16:20

    Eu quero parabenizar e agradecer aos manifestantes que estão lutando por melhores condições de vida para a população. Aqui em Porto Alegre, a gurizada conseguiu que a prefeitura voltasse atrás num aumento num preço que já era caro e não está de acordo com a qualidade do serviço oferecido. E quero parabenizar o Alckmin pela postura madura de aceitar que a população possa protestar contra o que lhe prejudica.

  201. Roberto Vares

    -

    17/06/2013 às 16:19

    A policia do estado de são paulo, não deveria se manifestar em relação a passeata de hoje, apenas monitorar/filmar a passeata na integra, havendo danos ao patrimonio publico os responssaveis pela passeata devem ser responssabilizados.
    A PM deve ou deveria proteger o cidadão de bem e não fiscalizar possiveis baderneiros este serviço deve ser da inteligencia da policia civil e militar.

  202. Rodolfo Bassetto

    -

    17/06/2013 às 16:18

    Muitos acreditam ainda que o movimento está beneficiando esse ou aquele partido politico ou que é apenas uma oportunidade de vândalos quebrarem lojas e depredarem o patrimônio publico. DIGO:Não GENERALIZE nosso protesto, não nivele-o pelas exceções… sempre existirão aproveitadores, mas são a minoria. O protesto é formado por estudantes e trabalhadores massacrado durante anos, cansado de tanta incompetência e corrupção. Eu ainda acredito nesse país e vou lutar por ele… Ainda quero que esse país funcione e que tenhamos um povo reconhecido não apenas pela sua pacificidade mas pela sua capacidade, quero, além dos brilhantes jogadores, que tenhamos Prêmios Nobel entre nossos 200 milhões de habitantes.Espero que nossa luta pressione a investir nossos tributos de forma honesta e correta, que a lei seja para todos, que os serviços públicos sejam eficientes e de qualidade, que a maquina pública não funcione como cabide de emprego de promessas de campanha, que nossas crianças sejam educadas pelas melhores cabeças da sociedade e, se um dia isso ocorrer, que tenhamos mais orgulho de sermos brasileiros.

    Chega de MIMIMI, o brasileiro sempre foi criticado por ser acomodado, chegou a hora de mudar isso.
    ****!!!ACORDE!!!***. Venha conhecer na vida real os manifestante hoje em São Paulo, VEM PRA RUA

  203. Tatiane Alegretti

    -

    17/06/2013 às 16:17

    Parabéns ao Ricardo pelo comentário ponderado e equilibrado.

  204. Mario

    -

    17/06/2013 às 16:16

    Seu comentário calhorda, mentiroso, ignorante dos fatos e escrito na covardia do anonimato, com email falso, foi devidamente deletado. Quem você pensa que é para escrever a idiotice que escreveu?

  205. RONALDE

    -

    17/06/2013 às 16:07

    O que acontece é que a baderna venceu. Está liberada a baderna para protestar por quaisquer motivos, mesmo os aloprados que querem transportes gratuitos, utopia de alucinados.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados