Blogs e Colunistas

terça-feira, 11 de setembro de 2012

19:19 \ Congresso

Sessão derrubada

Sem votações

Por causa da mobilização dos senadores em torno do depoimento de Graça Foster nesta tarde, o Senado acabou o primeiro dia de esforço concentrado sem votar matérias no plenário.

Se fosse mantida a pauta de votações, o depoimento da presidente da Petrobras na Comissão de Assuntos Econômicos teria de ser interrompido. Como o interesse dos parlamentares em fazer perguntas para Graça Foster era maior que a vontade de votar, a sessão foi derrubada, provocando reclamações da gaúcha Ana Amélia Lemos:

– É a primeira vez que isso acontece. A presidente da Petrobras derrubou literalmente a sessão do Senado. Não votamos nada.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

18:34 \ Brasil

Briga gaúcha

"O Tarso sentiu a batida"

Agora que a campanha deslanchou e o clima começa a esquentar em Porto Alegre, o petista Tarso Genro começou a bater em Ana Amélia Lemos, sua virtual adversária na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul em 2014. Tarso tem dito nos pampas que Ana Amélia não tem capital político para concorrer ao governo. Ana Amélia rebate:

– O Tarso sentiu a batida. Ele está com medo.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 4 de julho de 2012

19:09 \ Congresso

Lobby suíno

Socorro aos produtores

Paulo Bauer fez o maior escarcéu na tribuna do Senado nesta tarde para cobrar as promessas do governo em relação à crise enfrentada pelos produtores de suínos.

Bauer reclamou do abandono do Planalto diante das dificuldades causadas do setor com altos custos de produção, o baixo preço da carne e a queda nas exportações no país.

Representantes dos produtores se reuniram com Mendes Ribeiro no mês passado. Na conversa, o ministro da Agricultura prometeu editar um pacote de socorro que seria anunciado pelo governo em 27 de junho.

Como a data passou e nada foi feito, os produtores vêm utilizando as bancadas no Congresso para pressionar o governo.

Diante das reclamações de Bauer, a gaúcha Ana Amélia Lemos diz que o ministro da Agricultura prometeu hoje anunciar o pacote de socorro aos suinocultores na semana que vem.

O setor quer a prorrogação dos vencimentos das dívidas de custeio e investimentos dos criadores de suínos e o aumento dos limites de crédito para retenção de matrizes. Outra reivindicação, a médio prazo, é a inclusão da carne suína na Política de Garantia de Preços Mínimos.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 29 de junho de 2012

16:02 \ Governo

Mendes e o abraço

De bem com a mulher

Quem acompanhou a cerimônia de lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2012-2013, ontem, no Planalto percebeu que a tormenta entre Mendes Ribeiro e Dilma Rousseff já passou.

Mendes foi aplaudido pelo agronegócio ao dizer que Dilma havia assegurado que não faltará dinheiro para a agricultura neste ano.

No final do discurso, o ministro da Agricultura (desautorizado publicamente pelo Planalto na discussão do Código Florestal) recebeu um afetuoso abraço de Dilma. A senadora Ana Amélia Lemos percebeu:

– Ela poderia ter dado a mão, mas preferiu abraçá-lo. Foi um gesto da presidenta.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Campanha gaúcha

Ana Amélia: dor de cabeça para Tarso

Ana Amélia Lemos transformou-se em uma das maiores dores de cabeça de Tarso Genro em Porto Alegre. Cotada para disputar o governo gaúcho em 2014, Ana Amélia mergulhou de cabeça na campanha de Manuela d’Ávila à prefeitura da capital gaúcha e tem reunido cada vez mais simpatizantes em torno da candidatura comunista. Quem acompanha o clima no Palácio Piratini garante: Tarso não pode nem ouvir falar no nome de Ana Amélia.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 26 de abril de 2012

19:33 \ Congresso

Oscar no Senado

Futebol na tribuna

A direção do Internacional anda tão desesperada no impasse em torno da liberação do meia Oscar junto ao São Paulo, que o presidente do clube, Giovanni Luigi, resolveu apelar até para a bancada gaúcha do Congresso.

Nesta quinta-feira, Ana Amélia Lemos, Pedro Simon e Paulo Paim usaram a tribuna do Senado para defender o direito de Oscar jogar pelo Inter. Enquanto os dois times não chegam a um acordo sobre o valor da multa contratual, Oscar segue treinando, mas não pode ser utilizado pelo Inter. Os senadores gaúchos entraram no assunto depois que Paim recebeu uma carta de Luigi. Diz Ana Amélia:

– Defendemos o direito do jogador jogar onde quiser. O Inter tem pressa porque o time anda jogando mal.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 18 de abril de 2012

14:28 \ Congresso

Ana Amélia quer fazer barulho

Um lugar na CPI

Na contramão da maioria dos senadores, que quer distância da CPI mista do Cachoeira, Ana Amélia Lemos avisou ontem a Francisco Dornelles que irá pedir um assento na investigação. Cotada para disputar o governo do Rio Grande do Sul em 2014, Ana Amélia quer fazer barulho na CPI.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 16 de abril de 2012

10:26 \ Congresso

A fuga dos relatores

"Todo mundo está com o rabo preso"

Integrante da chamada bancada independente do Senado, Ana Amélia Lemos ficou intrigada com tantas recusas no sorteio da relatoria do processo de cassação de Demóstenes Torres no Conselho de Ética.

Cinco senadores (Lobão Filho, Gim Argello, Ciro Nogueira, Romero Jucá e Renan Calheiros) disseram não ao cargo até que Humberto Costa topou a empreitada. Para Ana Amélia, o episódio não deixa dúvidas:

– Isso foi a revelação clara de que todo mundo está com o rabo preso. A esta altura, o Demóstenes já leu o inquérito e sabe tudo sobre todos.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 30 de março de 2012

7:31 \ Brasil

Tarso Genro boicota

Veto à senadora

Desde que Ana Amélia Lemos passou a ser anunciada como possível candidata ao governo do Rio Grande do Sul, em 2014, o clima entre ela e Tarso Genro só piora. A última confusão ocorreu na semana passada, quando Ana Amélia foi excluída pelo cerimonial do Palácio Piratini da lista de autoridades que discursariam em um evento no interior do estado.

Única senadora na cerimônia, Ana Amélia precisou da ajuda de Mendes Ribeiro para poder discursar, pois o cerimonial do governo gaúcho havia “esquecido” de incluí-la nas falas. Diz Ana Amélia:

– Foi a terceira vez que o cerimonial do Tarso fez isso comigo.

Por Lauro Jardim

Café eleitoral

Café com deputados

Ana Amélia Lemos, aliás, reuniu deputados federais gaúchos nesta semana, no seu gabinete do Senado, para um café com Manuela d’Ávila. Ana Amélia é uma espécie de madrinha de Manuela na disputa pelo governo de Porto Alegre. Para não despertar a ira do atual prefeito da capital gaúcha, Ana Amélia fará o mesmo café com José Fortunatti.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 6 de março de 2012

7:29 \ Congresso

Multas proibidas

Pelo fim das multas abusivas

Quem já precisou remarcar ou cancelar uma passagem aérea sabe como dói no bolso a multa cobrada pelas companhias na hora de devolver o dinheiro ou realizar o serviço.

Ana Amélia Lemos apresentou projeto no Senado para acabar com essa prática. Pela proposta, nos casos de remarcação da viagem ou cancelamento da passagem, as companhias aéreas poderão cobrar multa de no máximo 10% do valor da passagem.

Atualmente, o Código Brasileiro de Aeronáutica já limita a multa a 10% do valor pago, mas exclui da regra os bilhetes adquiridos em tarifa promocional (a maioria dos bilhetes vendidos pelas empresas). O projeto obriga as empresas a adotar o desconto de 10% também nas tarifas promocionais. Apresentado no final de fevereiro, o projeto está na CCJ.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

15:32 \ Congresso

“Saidão” limitado

Saída apenas uma vez ao ano

Ana Amélia Lemos apresentou um projeto no Senado para mudar as regras da saída temporária de presos, o popular “saidão”, benefício que todos os anos põe nas ruas milhares de detentos em decorrência de datas comemorativas como Natal, Ano Novo e Páscoa.

Ana Amélia quer que a saída temporária seja concedida apenas uma vez ao ano e defende que a primariedade de preso seja requisito para a concessão da saída. A matéria está em discussão na CCJ do Senado.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

15:22 \ Congresso

Contra o stress

Ano agitado

Ana Amélia Lemos entrou em uma espécie de retiro de dez dias para tratamento contra stress, no Rio Grande do Sul. Para Ana Amélia, 2011 foi um ano muito pesado, com o falecimento do marido (o ex-senador gaúcho Octávio Cardoso), a pauta agitada de trabalhos no Congresso e os escândalos no governo de Dilma Rousseff.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

16:23 \ Congresso

Ocupação estrangeira

De olho nos gringos

O Senado deve discutir ainda em fevereiro a repentina onda de estrangeiros que, diante da crise na Europa, está invadindo o Brasil em busca de trabalho.

O ministro do Trabalho, Paulo Pinto (ou seja lá quem for até lá), será chamado a falar na Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Para Ana Amélia Lemos, o governo precisa explicar que medidas está tomando para legalizar a entrada desse pessoal:

– Queremos saber como o governo está fazendo para garantir que esses estrangeiros não tirem o espaço de trabalho dos brasileiros.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

7:32 \ Congresso

Barbano convocado

Na mira do Senado

Diante do silêncio de Dilma Rousseff sobre a confusão arrumada no caso das próteses de silicone industrial, Ana Amélia Lemos decidiu apresentar requerimento na Comissão de Assuntos Sociais para chamar Dirceu Barbano ao Senado.

Ana Amélia quer que Barbano explique no Senado os motivos que levaram a Anvisa a identificar tardiamente a utilização das próteses. Pelo menos 20 000 mulheres receberam o material em clínicas do país, fora um número indefinido de pacientes que realizaram cirurgias pelas vias clandestinas. Diz Ana Amélia:

- A Anvisa está muito lenta. Já deveria ter feito uma varredura nas clínicas do país, mas parece que o pessoal da vigilância está entorpecido pelo carnaval.

Por Lauro Jardim
7:31 \ Congresso

O SUS não pode

Ainda no caso do silicone industrial, chamou a atenção de Ana Amélia Lemos a falta de intervenção de Dilma Rousseff na Anvisa, diante de um caso que afeta tantas mulheres. Para a senadora, a decisão de Dilma de jogar para o SUS a conta da falha da Anvisa deve ser revista.

Ana Amélia defende que o SUS banque a troca das próteses apenas para as pacientes que receberam o implante mamário por causa de questões de saúde, como retirada de um seio por causa de câncer.

A convocação de Dirceu Barbano ao Senado também servirá para os senadores cobrarem do presidente da Anvisa uma medida alternativa para o caso:

- Não é justo que o SUS pague a troca de silicone meramente estética. Vamos ouvir o senhor Barbano porque nos surpreende que Dilma não tenha tomado nenhuma medida mais enérgica nesse caso.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

18:22 \ Congresso

O fim de ano dos senadores

Eunício reuniu o Senado em casa

Eunício Oliveira deu um jantar para lá de eclético, ontem, em sua mansão às margens do Lago Paranoá, no Lago Sul. De Fernando Collor a Eduardo Suplicy, de Michel Temer a Ana Amélia Lemos, de Aloysio Nunes a José Sarney, quase todos os 81 senadores apareceram.

Jorge Viana, que deu uma passada e depois seguiu para um jantar com Luiz Henrique da Silveira e os técnicos que ajudaram na relatoria do Código Florestal, estava impressionado com o vinho servido por Eunício, um rótulo italiano Tignanello Antinor:

– Comprei uns vinhos para o jantar de 70 reais, mas esse aqui deve ter custado uns 400 reais.

Extremamente produzidas, Marta Suplicy e Kátia Abreu arrancaram comentários nada republicanos de alguns de seus colegas de Senado. Já Vanessa Grazziotin, fã da cantoria de karaokê, achou o lugar (animado por um cantor de MPB) meio parado:

– Será que no meio desse povo ninguém canta?

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

7:33 \ Congresso

Contra o câncer

Senadora apresenta proposta

Em tempos de polêmica com o tratamento de Lula contra o câncer, Ana Amélia Lemos apresentou projeto no Senado para incluir na cobertura obrigatória dos planos de saúde o fornecimento de medicamentos de uso oral para tratamento de câncer.

Ana Amélia argumenta que os tratamentos oncológicos com medicamentos de uso domiciliar vêm substituindo em grande parte a internação hospitalar, o que justificaria a previsão de assistência nos planos.

O texto está em discussão na Comissão de Assuntos Sociais. Diz Ana Amélia:

– Sem a cobertura dos planos, boa parte dos pacientes em tratamento de câncer — e dos custos assistenciais — acaba recaindo sobre o SUS.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

12:02 \ Congresso

“Idruli” não parou nem no jantar

A propósito do festão de Ciro, teve senador que tentou de todas as formas despistar Ideli Salvatti no jantar. Era um tal de Ideli andando para um lado e senador correndo para o outro porque ninguém aguentava mais ouvir Ideli falando de DRU.

Nem a variedade do cardápio foi capaz de tirar o foco de Ideli, que ainda cooptou Aldo Rebelo para ajuda a pedir apoio dos senadores na votação da DRU. Ana Amélia Lemos foi um dos abordados pela dupla e confirmou que votará a favor da proposta.

Para Ana Amélia, embora a DRU seja um tremendo cheque em branco para o governo, Dilma Rousseff merece um voto de confiança para mostrar que sabe administrar com responsabilidade os 62 bilhões de reais da desvinculação.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

15:32 \ Congresso

Requião e o supositório

Sempre elegante

Na semana passada, Roberto Requião encontrou Ana Amélia Lemos no Túnel do Tempo do Senado. Lá pelas tantas, a conversa enveredou pelas impressões de Requião sobre a violência e o calibre das armas. Com a elegância característica, Requião surpreendeu Ana Amélia ao desmerecer a potência do calibre 32:

– Calibre 32 é revólver para meter medo em covarde. O meu pai usava para colocar supositório em criança.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Articulação gaúcha

Ana Amélia Lemos tem conversado bastante com Manuela d’Ávila sobre a possibilidade de apoiar a candidatura do PCdoB na disputa pela prefeitura de Porto Alegre, em 2012. O problema é que o PP de Ana Amélia integra a base do atual prefeito José Fortunati (PDT), candidato à reeleição. O entrevero promete.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

14:21 \ Congresso

Dilma vai lançar Brasil Sem Miséria no Sul

O governo vai lançar no próximo dia 14, em Porto Alegre, o Programa Brasil Sem Miséria para a região Sul. Governadores e autoridades dos três estados serão convidados para o evento com Dilma Rousseff.

Para viabilizar o local do lançamento na capital gaúcha, Tereza Campello contou com uma mãozinha de Ana Amélia Lemos. É que Ana Amélia já havia reservado o auditório da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul para uma audiência pública no dia 14.

Tereza ligou nesta manhã, em nome de Dilma, pedindo que a senadora cedesse o local. Ana Amélia decidiu transferir sua audiência sobre quilombolas e povos indígenas para o próximo dia 21.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

14:02 \ Congresso

Mendes e a humildade para aprender

Diante da avaliação de Reinhold Stephanes sobre Mendes Ribeiro (leia mais em “Mendes Ribeiro não entende nada de Agricultura”), Ana Amélia Lemos sai em defesa de seu conterrâneo gaúcho.

– O Mendes pode não saber tudo de Agricultura, nem tanto quanto sabe o Stephanes, mas tem diálogo e humildade para ouvir e aprender.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

19:39 \ Congresso

De olho na Copa

Representantes do TCU e do Ministério Público Federal deixaram os senadores da Comissão de Educação alarmados nesta manhã com os dados sobre o descontrole de gastos nas obras da Copa de 2014.

Autora da sessão, Ana Amélia Lemos decidiu procurar o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Eunício Oliveira, para formar um movimento de senadores e fortalecer as cobranças do TCU e do MPF sobre as irregularidades até agora constatadas.

A ideia inicial é reunir até cinco comissões do Senado em uma mega-audiência com representantes do governo, da FIFA e da CBF para desarmar as armadilhas na Lei Geral da Copa, do RDC, já em vigor, e das cifras de sobrepreço nas obras de mobilidade urbana e de estádios. Diz Ana Amélia:

– O sentimento geral é de que a fiscalização precisará ser muito elevada para evitar esse desperdício de recursos.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 13 de setembro de 2011

16:22 \ Congresso

Sem maconha no Senado

Fracassou a ideia de Jayme Campos e de Ana Amélia Lemos de receber Fernando Henrique Cardoso para um debate sobre a descriminalização da maconha no Senado. Campos e Ana Amélia haviam feito o convite em 30 de junho, quando Fernando Henrique esteve no Senado para ser homenageado por seus 80 anos, e aguardavam uma resposta desde então. Por meio de Aloysio Nunes, Fernando Henrique mandou recado a Ana Amélia de que sua agenda estava muito carregada, com muitas viagens para o exterior, e que o convite não poderia ser atendido.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

18:53 \ Brasil

O abraço de Simon

No jantar oferecido por José Sarney a Ellen Gracie, ontem, foi Pedro Simon que acabou virando assunto. Ao encontrar Simon, Nelson Jobim e Ana Amélia Lemos em uma roda, Ellen lembrou de quando foi sabatinada no Senado:

– No final daquelas quatro horas de sabatina, o primeiro a me abraçar foi o Pedro Simon. A foto saiu até no Zero Hora.

Atento, Jobim não deixou passar:

– Mas será que foi por isso que o Simon [notório galanteador] deu o abraço?

Por Lauro Jardim
14:06 \ Congresso

Briga pelo comando do Parlamento do Mercosul

O desentendimento reinou ontem na representação brasileira do Parlamento do Mercosul. A primeira reunião, marcada para eleger presidente e vice do grupo, foi mais disputada que primeiro turno de eleição majoritária.

O entrevero começou com Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) defendendo que um senador mais experiente e não um “de primeira viagem” presidisse o colegiado.

Contrariada com o aparente bullying, Ana Amélia Lemos (PP-RS) rebateu Valadares e adiantou-se a lançar Roberto Requião (PMDB-PR) para presidente. A ala do PT – em tabelinha com o próprio PMDB – lançou Inácio Arruda (PCdoB-CE) e a própria Ana Amélia. Um petista cochichou a justificativa:

– Nem o PMDB quer Requião.

Impasse instalado, a reunião foi transferida para 13 de setembro. A representação brasileira é a única que ainda não foi instalada no Parlamento do Mercosul. Pedro Simon, o mais velho, deve acabar eleito presidente – em uma espécie de homenagem de despedida, já que está no último mandato.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 23 de agosto de 2011

9:21 \ Congresso

Código Florestal no RS

Ana Amélia Lemos propôs para 2 de setembro uma ampla reunião sobre o projeto do Código Florestal em Esteio (RS). No mesmo dia ocorrerá a abertura da 33ª edição da Expointer, maior feira do agronegócio da América Latina, que deve ter a presença de Dilma Rousseff. Já confirmaram presença no encontro: Mendes Ribeiro, Aldo Rebelo, Luiz Henrique da Silveira, Jorge Viana e Acir Gurgacz.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

10:23 \ Partidos

Preparando o terreno 1

Luciana Genro dará início no dia 6 de dezembro, na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, à campanha para tentar candidatar-se a algum cargo eletivo em 2012.

A deputada derrotada à reeleição devido ao quociente eleitoral tenta criar um clima político que evite algum pedido de impugnação de sua próxima candidatura pelo fato de ser filha do governador eleito do Rio Grande do Sul.

Luciana Genro diz que o evento contará com a presença de líderes de diversos partidos, como Pedro Simon, Sergio Zambiasi, Onyx Lorenzoni, Ana Amélia Lemos, além do próprio pai, Tarso Genro.

Por Lauro Jardim

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados