Blogs e Colunistas

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

15:44 \ Economia

O Bradesco pagou caro demais pelo HSBC? Nem tanto

Bradesco: no padrão

Bradesco: no padrão

Os 17,6 bilhões de reais pagos pelo Bradesco para comprar o HSBC Brasil causou surpresa, dado que o mercado avaliava em algo como 5 bilhões de reais a menos (leia mais aqui ).

Mas quem se dispuser a fazer uma pesquisa verificará que o valor pago não foi tão alto como pareceu. Na verdade, ficou dentro do padrão, ou até abaixo, do setor.

O Bradesco pagou 1,6 vezes o valor patrimonial do HSBC. De acordo com dados da Austin Rating, nos últimos onze negócios realizados no setor o preço médio foi 3,25 vezes os patrimônios.

Os dois últimos negócios relevantes no Brasil saíram mais caros. A compra do argentino Patagonia pelo BB, em 2010, saiu por 2,07 vezes o patrimônio.

E a aquisição de 50% da Redecard pelo Itaú Unibanco, em 2012, custou quatorze vezes o patrimônio.

Por Lauro Jardim
Share
15:26 \ Brasil

Maldade sem limite

Dirceu preso

Dirceu preso

Nas redes sociais o que se fala é que quando José Dirceu chega numa cadeia, o wi-fi  do seu celular já acessa automaticamente.

Por Lauro Jardim
Share
14:29 \ Cultura

Relaxa, Cunha

Brasília para colorir: um presente para o retorno do recesso

Brasília para colorir: um presente para o retorno do recesso

Se colorir relaxa mesmo, eis um belo mimo para Eduardo Cunha e meia Praça dos Três Poderes abstraírem do petrolão.

A brasiliense Isca Editora lançou a coletânea Brasília Colorida, com desenhos para pintar de nove ilustradores da Capital Federal.

Por Lauro Jardim
Share
13:32 \ Congresso

Financiamento suíço

Randolfe quer ouvir Falciani

Randolfe quer ouvir Falciani

Antes de formalizar sua saída da CPI do HSBC (leia mais aqui), Randolfe Rodrigues fará uma última tentativa de ouvir o delator do escândalo do Swissleaks, Hervé Falciani.

Ex-técnico de informática do banco e fonte dos dados que geraram as investigações, Falciani já disse que quer falar à CPI e informou ter dados sobre o financiamento de partidos políticos brasileiros por meio de contas na Suíça.

Diz Randolfe:

- Vou insistir mais uma vez para ver o quão dispostos a investigar os senadores estão.

Por Lauro Jardim
Share
12:23 \ Cultura

Tarsila, o longa

Tarsila, em autorretrato: filme em breve

Tarsila, em autorretrato: filme em breve

A Ancine autorizou a produtora Brasil 1500 a captar 19,4 milhões de reais para filmar a cinebiografia de Tarsila do Amaral.

Por enquanto, o projeto se chama Tarsila, o filme.

Por Lauro Jardim
Share
11:27 \ Judiciário

No limbo na PGR

Toffoli, o amigo de Léo Pinheiro

Toffoli, o amigo de Léo Pinheiro

São tantas as notícias envolvendo suspeitas que pairam figuras nos mais altos postos do país que a Procuradoria-Geral da República deve ter esquecido em alguma pilha de processos o pedido de Teori Zavascki a Rodrigo Janot, para que ele se manifeste sobre as mensagens telefônicas citando José Dias Toffoli, encontradas pela Polícia Federal no celular de Léo Pinheiro, o dono da OAS.

Em 11 de maio, portanto há quase três meses, Teori enviou a Janot o material que recebeu da PF e que VEJA havia publicado uma semana antes.

Nas mensagens, Léo Pinheiro era convidado para as festas de aniversário de Toffoli, e aparecia pedindo a um funcionário que providenciasse um presente para o ministro.

Apesar da proximidade, Toffoli votou em uma decisão da 2ª Turma do STF pelo habeas corpus para Léo Pinheiro.

As mensagens também incluem mensagens de Pinheiro com Benedito Gonçalves, em que o ministro do STJ pedia favores.

Em maio, a Procuradoria-Geral da República prometeu que Rodrigo Janot se manifestaria em até duas semanas. Até agora, nada.

Por Lauro Jardim
Share
10:26 \ Brasil

Nada de PetroÁfrica

Hamylton Padilha

Padilha não vai falar sobre a PetroÁfrica

Ao contrário do que espalhou no mercado, do cardápio do que foi prometido à Justiça pelo lobista Hamylton Padilha em suas tratativas para a delação premiada (leia mais aqui)  não consta desvendar os mistérios que cercam a PetroÁfrica.

Por Lauro Jardim
Share
9:24 \ Futebol

Pedido de Obama

marin

Obama assinou pedido de extradição de Marin

Faz um mês que os EUA pediram à Suíça a extradição do notório José Maria Marin. O pedido está sendo analisado pelas autoridades suíças.

Uma curiosidade: o acordo de extradição em vigor entre EUA e Suíça prevê que tais pedidos são obrigatoriamente assinados pelos presidentes da República dos dois países.

Ou seja, Barack Obama pôs sua assinatura na papelada. Será que a Suíça vai negar um pedido de Obama?

Por Lauro Jardim
Share
8:44 \ Brasil

Agosto mal começou e…

…José Dirceu está preso. Seu irmão e o seu principal assessor também. Bem-vindos a agosto.

Por Lauro Jardim
Share
8:29 \ Governo

Petrolão e Mensalão

Dilma, chegou agosto

Dilma, chegou agosto

Começou agosto. Como Dilma vai reagir aos terremotos que se avizinham?

No Congresso, Eduardo Cunha rosna a cada nova denúncia contra ele. No TCU, a análise das contas do primeiro mandato pode dar munição ao impeachmento pelo Congresso. No TSE, uma ação movida pelo PSDB pede a cassação da chapa Dilma e Temer.

Em agosto de 2005, acuado pela crise do mensalão, Lula foi às ruas, invocou a tese do golpe e escapou.

Em 25 de agosto, chegou a invocar outros presidentes:

- Não farei o que fez Getúlio Vargas, Jânio Quadros, João Goulart. O meu comportamento será o comportamento que teve o Juscelino Kubitschek: paciência, paciência e paciência.

Por Lauro Jardim
Share
8:01 \ Brasil

Os dois Dirceus

Esse Dirceu não existe mais

Esse Dirceu não existe mais

José Dirceu está preso novamente. A Lava-Jato pegou o ex-ministro hoje, numa prisão que pouco surpreende. Estava fartamente antecipada por todos os fatos que emergiram da lama do Petrolão desde o ano passado.

Dirceu  passou os últimos oito meses fora da cadeia, desde que o STF o liberou para ficar em prisão domiciliar, deprimido.

Quem o visitava neste período relatava o seu abatimento. Nem de longe lembrava o altivo militante que foi a vida inteira. Não existia mais aquele Zé Dirceu que ainda erguia os braços em sinal de revolta, como o do momento de sua prisão decretada por Joaquim Barbosa.

Estava magro, abatido, reclamando de abandono. E, acredite se quiser, reclamando de falta de dinheiro.

Por meio do seu entorno mais próximo, chegou a mandar recados a Lula. Quais eram esses recados?

Que desta vez não cairia sozinho. Falaria tudo o que sabe.

Apesar do seu real abatimento não se pode cravar essa ameaça como algo que se concretizará. Ainda é cedo para isso.

Por outro lado, é certo que sua prisão agora o pega em condições psicológicas muito diferentes da que ocorreu por ocasião do mensalão.

Uma coisa é certa: por tudo isso, Lula acordou hoje um pouco mais tenso do que foi dormir ontem.

Por Lauro Jardim
Share
7:23 \ Economia

“Padrão Lesma”

Atraso de um ano pelo menos

Atraso de um ano pelo menos

A Usina Hidrelétrica Teles Pires, entre os estados de Mato Grosso e Pará, foi projetada com cinco turbinas para abastecer 24 milhões de pessoas. Entre janeiro e julho, quatro foram instaladas. A quinta entra em operação neste mês. Beleza. Beleza nada. Até hoje, a hidrelétrica não gerou um mísero quilowatt por falta de linhas de transmissão.

O governo prevê que a primeira turbina poderá operar em novembro e o resto em janeiro – com um ano de atraso. Isso, claro, se as linhas de transmissão ficarem prontas.

Por Lauro Jardim
Share
6:27 \ Cultura

Extensão de marca

Extensão de marca

Extensão de marca

Philia, do Padre Marcelo Rossi, retomou o topo na lista Nielsen dos livros mais vendidos do Brasil na semana passada – 9 547 exemplares.

Devolveu Não Se Iluda, Não, de Isabela Freitas,  ao segundo posto (com 9 508 livros vendidos). Mas o que mais chama a atenção na relação é a chegada de uma espécie de extensão de marca ao nono lugar: Philia Para Colorir (2 993 exemplares vendidos).

Será que a moda pega? Ou seja, junto com um sucesso, lança-se também imediatamente sua versão para colorir? No caso do Padre Marcelo a estratégia funcionou.

Por Lauro Jardim
Share
6:02 \ Governo

Sugestão de Lula

Dilma não ouviu Lula

Dilma não ouviu Lula

Na última conversa que teve a sós com Dilma, Lula sugeriu à presidente que convidasse Michel Temer a assumir o Ministério da Justiça.

De acordo com um petista graúdo a quem Lula contou o teor da conversa, Lula tentou convencer Dilma de que Temer seria mais habilidoso do que José Eduardo Cardozo para fazer uma articulação com os tribunais superiores e, sem extrapolar as funções de ministro da Justiça, conseguir domar a Lava-Jato.

Dilma deu de ombros.

Por Lauro Jardim
Share

domingo, 2 de agosto de 2015

22:33 \ Economia

Muito mais caro

Trabuco: com apetite para briga

Trabuco: com apetite para briga

O Bradesco confirmou o favoritismo: no início da madrugada desta segunda-feira, anunciará a compra da operação brasileira do HSBC, o sétimo maior banco do país. O Banco Central foi avisado hoje à noite do desfecho da transação.

Se o êxito do Bradesco não é exatamente uma surpresa, o valor pago é: 5,2 bilhões de dólares – ou 17,6 bilhões de reais. Nas últimas semanas, as estimativas para o negócio variavam para algo entre dez e doze bilhões de reais.

Com a compra o banco presidido por Luiz Trabuco não recupera a posição de banco privado número 1 do Brasil, que está nas mãos do Itaú desde a incorporação do Unibanco em 2008, mas se aproximou  bastante do líder.

Por Lauro Jardim
Share
11:58 \ Futebol

O doleiro

Dario Messer: relações com o Paraguai e Uruguai

Dario Messer joga nas onze

A Polícia Federal investiga a participação do doleiro carioca Dario Messer nos negócios de alguns dos principais personagens desta confusão.

Messer, aliás, também está metido nas roubalheiras do Petrolão.

Por Lauro Jardim
Share
11:28 \ Futebol

Vai ferver

Marin:  limpando a área

Marin segue preso

Os advogados de defesa da turma brasileira encrencada no escândalo Fifa/CBF esperam grandes emoções para agosto.

Aliás, no Brasil os processos do caso correm sob segredo de Justiça. A defesa de alguns envolvidos tentou até no STF acabar com o sigilo. Em vão.

Por Lauro Jardim
Share
10:49 \ Futebol

Sem medo do Petrolão

arsenal

Arsenal e Inter ouviram “não” da Petrobras

A Petrobras pode estar em baixa em algumas áreas, mas no futebol europeu o seu viés é de alta.

Dirigentes do Arsenal, da Inglaterra, e do Internazionale de Milão, da Itália, entraram em contato com a estatal para tentar patrocínio em suas camisas ou outras ações.

A resposta da Petrobras foi “não”.

Por Lauro Jardim
Share
10:06 \ Economia

A poderosa

Leda braga

Leda: 8,2 bilhões de dólares a gerenciar

É brasileira a mulher que administra o maior hedge fund do mundo. Desconhecida por aqui, e baseada na Europa, Leda Braga, 48 anos, é dona da Systematica Investiments e tem sob sua responsabilidade 8,2 bilhões de dólares.

Por Lauro Jardim
Share
9:34 \ Economia

Hora de comprar

gafisa

Gafisa compra com desconto

Com dinheiro em caixa, a Gafisa está aproveitando a violenta crise do setor imobiliário para comprar um grande volume de imóveis das concorrentes com substanciosos descontos.

(Atualização. A Gafisa entrou em contato para afirmar que não está comprando nem planeja adquirir imóveis de concorrentes. O Radar errou e pede desculpas aos seu leitores)

Por Lauro Jardim
Share
8:59 \ Judiciário

Em sigilo

Temer

Ação do PSDB contra Dilma e Temer em segredo de justiça

O TSE decretou sigilo na ação movida pelo PSDB contra a chapa de Dilma Rousseff e de Michel Temer.

A ação é o modelo mais incentivado entre os tucanos para a saída de Dilma. É a única em que pode haver a convocação de novas eleições – desde que toda a chapa seja cassada.

Por Lauro Jardim
Share

Morar bem

ana lucy

Ana Lucy Petersen: aluguel de 19 000 dólares em NY

A chefe do consulado do Brasil em Nova York, Ana Lucy Petersen, mora em um apartamento de aluguel mensal de 19 000 dólares, na Trump World Tower.

Desde a gestão de Luiz Alberto Figueiredo, o Itamaraty criou uma regra em que os diplomatas devem buscar novos imóveis cujos custos não ultrapassem 80% do valor pago pelo imóvel anterior.

Ou seja: já havia gordura para cortar quando a embaixadora escolheu morar ali.

Por Lauro Jardim
Share
7:38 \ Brasil

Céu nublado

citation X

OAS abriu mão de um Citation Dez

A hora é de voo de carreira para algumas empreiteiras.

A UTC pôs à venda o seu Cessna Citation Sovereign; a OAS tenta passar adiante sua frota de quatro jatos e abriu mão de receber um Citation Dez, avaliado em 22 milhões de dólares, que seria entregue agora; e a Camargo Corrêa está se desfazendo do seu Falcon 900EX.

Odebrecht e Andrade Gutierrez ainda não se mexeram neste assunto – com certeza, ainda não precisaram.

Por Lauro Jardim
Share
6:58 \ Brasil

A nova-fronteira

Sergio Moro: juiz decide pela saída de preso

Moro: follow the money

Que Suíça e Ilhas Cayman que nada. Em breve, muitas contas secretas em paraísos fiscais asiáticos aparecerão nesta encrenca da Lava-Jato.

Por Lauro Jardim
Share
6:03 \ Governo

E ainda vai piorar

Apoio a Dilma no Congresso atingiu o pior patamar desde que assumiu a presidência

Falta de apoio inédita desde que Dilma assumiu o Planalto 

Sob o comando de Renan Calheiros e Eduardo Cunha, o Congresso que volta a funcionar nos próximos dias foi o que menos apoio deu a Dilma Rousseff desde 2011.

De acordo com uma pesquisa inédita da consultoria Arko Advice, no primeiro semestre o governo foi derrotado em cinco projetos (20%) do seu interesse que foram votados no Senado – no mesmo período dos anos anteriores, o governo não perdeu nada.

Na Câmara, a dor de cabeça também aumentou. Dilma foi derrotada em 23% das matérias que a interessavam – a maior taxa desde que assumiu a Presidência.

Aliás, o ritmo frenético imposto por Eduardo Cunha na Câmara é prova eloquente do trabalho que o articulador político e vice Michel Temer vem tendo: somados, os projetos de interesse do Executivo votados pela Câmara no primeiro semestre dos três anos iniciais de Dilma é exatamente igual ao que Cunha botou para voltar este ano: 123.

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 1 de agosto de 2015

9:01 \ Cultura

364 semanas

Coelho: é dele o recorde da lista do The New York Times

Coelho: é dele o recorde da lista do The New York Times

Paulo Coelho está batendo mais um recorde nesta semana. O Alquimista acaba de completar sete anos na lista dos dez livros mais vendidos ficção do The New York Times – na mais recente, a obra ocupa a terceira posição, aliás. É o livro de ficção que mais tempo ficou na relação dos dez mais do NYT.

O Alquimista já vendeu 15,5 milhões de livros nos EUA.

Por Lauro Jardim
Share
8:19 \ Economia

Freada gigante 1

cedulas

Economia ainda pior que no ano passado

O cenário traçado pelos grandes bancos para o último trimestre é um filme de terror: queda de 5% da economia em comparação com o mesmo período de 2014, que já não havia sido grandes coisas.

Por Lauro Jardim
Share
8:18 \ Economia

Freada gigante 2

HSBC: quem está no páreo

Venda do HSBC é exceção

Exceto pela conclusão da venda do HSBC para o Bradesco, praticamente todas as transações de fusão e aquisição estão paradas.

Por Lauro Jardim
Share
7:39 \ Brasil

Calote bilionário

universidade

Universidades levaram calote do governo

O drama do Fies só faz aumentar. O governo deixou de repassar às instituições de ensino 7,5 bilhões de reais do programa.

Por Lauro Jardim
Share
6:56 \ Brasil

70 milhões

Hamylton Padilha

Assim como Barusco, Padilha vai devolver dinheiro

O lobista Hamylton Padilha, que operava pesado na Petrobras e fez um acordo de delação premiada na Lava-Jato na semana passada, prometeu devolver 70 milhões de reais aos cofres públicos.

Por Lauro Jardim
Share
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados