Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Walkman faz 30 anos

O Walkman da Sony completou 30 anos na quarta-feira. O marco pode não significar muito para as novas gerações, tão acostumadas ao iPod. Mas foi a invenção de 1979, pesando seus 390 gramas, que acabou inspirando o cobiçado aparelhinho da Apple. Para celebrar a data, a Sony resolveu realizar uma exposição em Tóquio.

AFPA exibição, realizada no museu da companhia, ocoore até o dia 25 de dezembro. Até lá, serão mostrados diversos produtos da Sony que já saíram de linha ou que perderam para a concorrência. Entre eles estão o gravador de videocassete Betamax e a TV Trinitron. O Walkman talvez seja apenas o caso mais emblemático dessa história.

Segundo reportagem da agência de notícias France-Press, a Sony vendeu 30.000 Walkmans em dois meses – e 50 milhões em uma década. Mas com a invasão dos leitores portáteis de MP3 de rivais como a Apple, o aparelho da Sony, dominante na era da fita cassete, não resistiu à uma terceira década.

Apesar de a Sony já ter vendidos um total de 385 milhões de Walkmans pelo mundo – desde tocadores de fita até os novos modelos digitais – os resultados da Apple são invejáveis: 210 milhões de iPods em oito anos. Além disso, no último ano fiscal da Sony, encerrado em março, a empresa reportou a primeira perda em 14 anos: 98,9 bilhões de ienes (quase 2 bilhões de reais).