Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Supercomputador chinês é o mais rápido do mundo

A máquina tem mais de 10 milhões de processadores e é capaz de realizar 93 quatrilhões de cálculos por segundo

Por Da redação 20 jun 2016, 16h04

De acordo com o ranking bianual dos 500 supercomputadores mais poderosos do mundo, realizado pelo Laboratório Nacional de Berkeley em conjunto com a Universidade do Tennessee, nos Estados Unidos, uma máquina 100% chinesa intitulada TaihuLight, desenvolvida por um órgão da China de pesquisa em engenharia e tecnologia, é a mais rápida do mundo.

O país ocupa a liderança desde 2013, com a até então imbatível Tianhe-2, que processava 33.86 petaflops (cada petaflop equivale a 1 quatrilhão de cálculos por segundo) com chips da empresa americana Intel. No entanto, o atual supercomputador mais poderoso é quase três vezes mais eficiente, com capacidade de processamento de 93 petaflops. A máquina fica no Centro Nacional de Supercomputação da China, na cidade de Wuxi.

O TaihuLight tem mais de 10 milhões de processadores, todos produzidos na China, cerca de cinco vezes mais velozes que os do terceiro supercomputador da lista, o americano Titan,  do Labotarório Naional de Oak Ridge, baseado nos Estados Unidos, com  17.59 petaflops.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=KEdsrT1mFAU&w=600&h=338]

LEIA TAMBÉM:
Pai do supercomputador que venceu programa de TV leva o Prêmio Turing

Segundo o anúncio, a China é a líder do mercado de supercomputadores, com 167 máquinas, desbancando os Estados Unidos, com 165. Os americanos barraram no ano passado a exportação de processadores da Intel aos asiáticos, alegando que eles eram usados para fins bélicos.

 

Continua após a publicidade
Publicidade