Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pnad 2013: acesso a web e celular cresce mais entre mais velhos

Dados fazem parte do relatório divulgado pelo IBGE

A taxa de crescimento do uso de internet e celular entre brasileiros com mais de 50 anos é a maior entre os grupos etários do país, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2013), divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre 2012 e 2013, o acesso à web entre pessoas daquela faixa etária cresceu 9,4% (a média nacional é 2,9%) e o uso de celular, 9,6% (média de 5,1%).

Leia também:

Próximo presidente terá que abraçar a inovação. Mas em que setores?

O avanço pode ser explicado pela parcela relativamente pequena de pessoas com mais de 50 anos que usam aquelas tecnologias. Em 2013, somente 21,6% delas declararam acessar a internet – a taxa chega a 76% entre jovens com idades entre 15 e 17 anos. Partindo de uma base bem mais modesta, o grupo de 50 anos registra avanços mais expressivos.

No caso dos celulares, a situação é diferente. Os brasileiros com mais de 50 anos já representam 23,5% do total de usuários do país, participação superior à de qualquer outra faixa etária. No grupo de 15 a 17 anos, a taxa é de 6,3%. A participação dos demais grupos é a seguinte: 10-14 anos, 6,3%; 18-19 anos, 4,4%; 20-24 anos, 10,5%; 25-29 anos, 10,5%; 30-39 anos, 21,2% e 40-49 anos, 17,3%.

O número de brasileiros que navegaram na web nos três meses anteriores à realização da Pnad foi de 86,6 milhões de pessoas em 2013, crescimento de 2,9% em relação ao ano anterior. Os dados indicam que a atividade alcançou aproximadamente 50% da população brasileira no período. No caso da telefonia móvel, a Pnad sinaliza que 130,8 milhões de brasileiros possuíam aparelhos celulares em 2013, 5,1% a mais que no ano anterior. O serviço alcançou 72,8% dos brasileiros em 2013, segundo o estudo.

Sudeste na liderança – O número de pessoas com acesso a internet em São Paulo, Rio de Janeiro e outros estados do Sudeste cresceu 2,21% no período analisado. A Pnad indica que 57,7% das pessoas nessa região – ou 42,5 milhões – declararam acessar a internet. A participação é superior às registradas nas regiões Sul (54,8%) e Nordeste (54,3%) em 2013. O Sudeste também concentra o maior número de usuários de celulares, com quase 59 milhões.

Sul e Nordeste também se destacaram em 2013. Segundo a Pnad, o Nordeste superou a marca de 31,5 milhões de pessoas com acesso a internet, enquanto a região Sul chegou a 20,2 milhões, o que levou a telefonia celular a alcançar 66,7% e 80,2% da população nessas regiões, respectivamente. Em relação aos celulares, as regiões também lideraram o avanço, com crescimento de 6,2% (Nordeste) e 4,8% (Sul) no período analisado.

Para realizar a Pnad 2013, o IBGE entrevistou 362.555 pessoas em 148.697 domicílios de 1.100 municípios de todo o Brasil. A população brasileira considerada pela pesquisa foi de 201,5 milhões de pessoas. O estudo considerou as pessoas que declararam ter um celular e que navegaram na internet (a partir de notebooks e computadores de mesa) pelo menos uma vez nos últimos 90 dias anteriores à pesquisa, realizada em setembro de 2013.