Clique e assine a partir de 9,90/mês

No Brasil, 82% dos jovens conectados estão nas redes sociais

Levantamento do Comitê Gestor da Internet analisou 23.107 domicílios

Por Renata Honorato - 30 ago 2011, 19h29

“Pertencer a um grupo é um valor central no Brasil digital”, afirma Alexandre Barbosa, coordenador executivo da pesquisa TIC Domicílios 2010, realizada pelo Comitê Gestor da Internet (CGI) e divulgada nesta terça-feira em São Paulo. Para Barbosa, isso explica o fato de 82% dos jovens entre 16 e 24 anos que usam a internet frequentarem sites como Facebook, Orkut, Twitter, YouTube ou LinkedIn, a despeito de classe social e nível de escolaridade. Entre brasileiros com idades entre 25 e 34 anos, a taxa de uso das redes sociais cai para 70%; acima dos 65, para 45%.

O levantamento analisou 23.107 domicílios em todo o território brasileiro, confirmando desigualdades conhecidas. No Nordeste, o índice de usuários da web de todas as idades que estão nas redes sociais é de 75%, ante 70% no Sul e Centro-oeste, 68% no Norte e 67% no Sudeste.

Para o coordenador da pesquisa, as redes sociais funcionam como agentes de inclusão digital, principalmente em áreas carentes. “Percebemos que nas lan houses de periferia, os adolescentes pedem para criar uma conta no Orkut antes mesmo de possuir um e-mail”, explica. “Esses jovens podem até não saber como usar um blog, mas entendem perfeitamente a mecânica de serviços como Facebook e Orkut.”

Leia mais:

Continua após a publicidade

Computador ainda não entrou na sala de aula brasileira

Tecnologia ainda desafia professores brasileiros

Doze milhões de brasileiros fizeram compras on-line em 2009

Publicidade