Clique e assine a partir de 8,90/mês

Microsoft: 1ª aposta do novo CEO é serviço de backup para usuários

OneDrive, novo nome do SkyDrive, permite que usuários façam backups de fotos, vídeos, documentos e arquivos salvos em todos os dispositivos

Por Claudia Tozetto - 19 fev 2014, 13h06

A partir desta quarta-feira, o SkyDrive, serviço de backup em nuvem da Microsoft, passa a se chamar OneDrive. O anúncio do relançamento do serviço é o primeiro movimento da empresa após o anúncio de seu novo CEO, o indiano Satya Nadella. Além da mudança de nome da ferramenta, descrita como um “lugar para suas fotos, vídeos, documentos e arquivos de todos os seus dispositivos”, a Microsoft também lançou novos recursos para atrair mais usuários.

Leia também:

“Este é um momento crítico para a Microsoft”, diz novo CEO

Com novo CEO, Microsoft tem que encarar mundo pós-PC

A jogada faz parte da estratégia da Microsoft para competir com outras empresas, como Apple e Google. A gigante do software tem 250 milhões de usuários cadastrados no OneDrive, ficando atrás da Apple, que tem 320 milhões de usuários no iCloud. O Dropbox tem 175 milhões de usuários, enquanto o Drive reúne 120 milhões de contas. Nenhuma das empresas, no entanto, informa a quantidade de usuários ativos.

A principal novidade do OneDrive é a nova interface, que agora permite assistir a vídeos a partir de qualquer dispositivo, da mesma forma como as fotos, além de compartilhar os arquivos. Além disso, a Microsoft lançou um backup automático de fotos tiradas com smartphones e tablets com Android. Dessa forma, todas as fotos presentes no rolo da câmera ficam automaticamente guardadas no OneDrive. O recurso já estava disponível para Windows Phone e, desde o fim de 2013, para iPhone, iPad e iPod Touch.

O Office Web Apps, que deve se tornar um produto independente em breve, também ganhou novos recursos, como a coautoria de um documento. Isso significa que um estudante que trabalha em um artigo científico pode ter ajuda, em tempo real, de seu orientador. Ele pode editar o documento ao mesmo tempo, a partir de outro computador. As alterações, porem, não podem ser censuradas pelo dono do documento. O recurso já está presente no Google Docs, serviço do Google, há alguns anos.

Continua após a publicidade

A Microsoft também adicionou o OneDrive como seu serviço de backup em nuvem padrão para salvar os documentos do Office – não é possível adicionar outro serviço, como o Google Drive, como padrão. Dessa forma, todos os arquivos editados no computador, smartphone ou tablet serão guardados no mesmo local. O serviço estará pré-instalado nas mais recentes versões do Windows, Windows Phone, Office e Xbox. Além disso, o app continuará disponível também para Android, iPhone e iPad e Mac.

O relançamento do produto também se tornou uma oportunidade para a Microsoft recompensar seus usuários mais fieis, numa estratégia já adotada anteriormente pelo Dropbox. A empresa continuará oferecendo 7 GB de espaço gratuito para guardar arquivos na nuvem para qualquer usuário, mas é possível ganhar mais. Ao ativar o backup automático de fotos tiradas com o smartphone, por exemplo, o usuário ganha 3 GB. Ao indicar o serviço para dez amigos, é possível ganhar outros 5 GB de graça.

No Brasil, a nova versão do serviço ainda não está disponível para todos os usuários, mas isso deve acontecer nas próximas horas. A transição de todos os usuários, segundo a Microsoft, será automática. Com isso, quem tem o SkyDrive instalado no computador, smartphone ou tablet, não precisará procurar uma nova versão, já que ele receberá uma atualização automática ao longo das próximas semanas. Contudo, a nova versão só será compatível com as versões do Windows partir do Vista.

A Microsoft também lançou novas opções de planos pagos de backup em nuvem. Agora, além dos planos anuais que já eram oferecidos no país, com ofertas a partir de 50 GB por 46 reais, a Microsoft também oferecerá planos mensais: 50 GB por 19,99 reais, 100 GB por 18,99 reais, 200 GB por 27,99 reais e 500 GB por 56 reais.

Recuperação – A Microsoft lança uma nova versão do SkyDrive exatamente um ano após a extinção do serviço de e-mail gratuito Hotmail, que foi substituído pelo Outlook.com. A empresa anunciou o fim do Hotmail em 2012, mas iniciou a transferência dos usuários somente em fevereiro de 2013. O processo demorou três meses e movimentou 300 milhões de contas de usuários do Hotmail. No total, o Outlook.com agora possui 400 milhões de contas cadastradas.

Outro serviço que foi substituído pela Microsoft recentemente foi o Windows Live Messenger, popularmente conhecido como MSN Messenger. Em abril do ano passado, a Microsoft concluiu o processo, que incluiu a migração dos contatos para o Skype, plataforma de comunicação por voz, vídeo e mensagens instantâneas, adquirida pela Microsoft em 2011.

No caso do OneDrive, porém, uma disputa legal relacionada ao direitos sobre a marca “Sky”, iniciada na Europa no ano passado, motivou a mudança de nome. Em julho de 2013, a British Sky Broadcasting chegou a um acordo com a Microsoft e a empresa concordou em modificar a marca. “Essa foi a motivação, mas nos deu a oportunidade de refletir sobre a evolução do serviço e escolher um nome que reflita o que ele oferece atualmente”, disse a empresa, em comunicado.

Continua após a publicidade
Publicidade