Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Imagens que seriam do iPhone 6 são consideradas falsas

Sete meses antes do lançamento previsto do produto, rumores sobre nova versão do smartphone voltam a ganhar força

Por Da Redação 14 fev 2014, 12h03

Após uma análise divulgada por usuários do agregador de links Reddit, as supostas imagens do iPhone 6, divulgadas nesta quinta-feira, foram consideradas falsas. Elas mostram um aparelho fino, com traseira em metal e tela maior sem bordas laterais – possíveis características divulgadas recentemente por fontes ligadas à Apple. As imagens ganharam destaque após a publicação por Sonny Dickson, adolescente de Melbourne, na Austrália, conhecido na web por divulgar fotos de produtos da Apple antes do lançamento.

Leia também:

Apple planeja abertura de mais lojas no Brasil

Aplicativos recompensam seus usuários mais fieis

Segundo a análise, as marcas de dedos na tela das imagens que seriam do iPhone 6 são as mesmas usadas em outras imagens desenvolvidas por Martin Hajek, designer que costuma criar modelos conceituais de novos produtos da Apple. Recentemente, Hajek divulgou na internet imagens de produtos que sequer foram confirmados pela Apple, como o relógio inteligente iWatch. O site de VEJA procurou Hajek para confirmar a autoria das imagens, mas ele não respondeu aos pedidos de entrevista.

Continua após a publicidade

Além das semelhanças nas marcas na tela do aparelho, usuários do Reedit também levantaram dúvidas sobre outras características do protótipo para desacreditar as imagens. A traseira feita de metal, por exemplo, poderia bloquear completamente o funcionamento da antena interna do aparelho, usada para conectar o smartphone à rede de telefonia celular. Além disso, muitos usuários do Reddit dizem não acreditar que a Apple já tenha terminado o projeto do novo produto.

Com as primeiras imagens, os rumores sobre o novo iPhone voltaram a ganhar força, apenas cinco meses após o lançamento das últimas versões do produto, o iPhone 5C e o iPhone 5S. A expectativa é que de que a próxima geração dos smartphones só seja revelada em setembro, mês em que aconteceram os lançamentos de novas versões do aparelho nos últimos anos. Com isso, os rumores devem se intensificar nos próximos meses.

“Segredo de Estado” – A estratégia da Apple de deixar os fãs sem informações oficiais funciona bem para aumentar a expectativa sobre os novos produtos da empresa. Este comportamento, que criou uma aura de mistério para as gerações futuras do iPhone e do iPad, foi adotado pela empresa desde que as primeiras versões do produto chegaram ao mercado. Ao longo dos últimos anos, a própria Apple já foi acusada de alimentar os rumores, para manter a popularidade de seus produtos em alta.

Em abril de 2010, por exemplo, um funcionário da Apple “esqueceu” um protótipo do iPhone 4 em um bar na região de Redwood, nos Estados Unidos. A pessoa que o encontrou vendeu o aparelho por 5.000 dólares ao site Gizmodo, que publicou uma análise e diversas fotos, revelando os detalhes sobre a nova versão do produto antes do lançamento. Na ocasião, a Apple pediu e o site devolveu o protótipo após a publicação da reportagem.

A situação se repetiu em 2011, quando outro funcionário da empresa deixou um protótipo do iPhone em um bar de San Francisco, nos Estados Unidos. O aparelho foi vendido imediatamente e, após dois dias, a Apple entrou em contato com a polícia local. Representantes da empresa chegaram a acompanhar a polícia até a casa de um jovem de 25 anos, que estava com o aparelho, mas a empresa não conseguiu recuperar o produto.

Continua após a publicidade

Publicidade