Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Gigante chinês prepara plataforma de games para celular

Objetivo do Alibaba é concorrer com a Tencent, dona do WeChat

Por Da Redação - 8 jan 2014, 13h02

O gigante de comércio eletrônico Alibaba Group Holding – uma espécie de Amazon asiática – anunciou nesta quarta-feira que vai criar uma plataforma de jogos para dispositivos móveis na China. O setor, que tem registrado crescimento acelerado, é dominado pela rival de tecnologia Tencent Holdings, dono do aplicativo WeChat, concorrente do popular WhatsApp.

Leia também:

Os games mais vendidos no Brasil

Games para dispositivos móveis são muito populares na China, país com o maior número de usuários de smartphones no mundo. Em 2013, a receita proveniente de jogos em celulares chegou a 11,24 bilhões de iuanes (equivalente a 1,86 bilhão de dólares), ou 13,5% do mercado geral de games na China, o terceiro maior do mundo.

Publicidade

Liu Chunning, ex-executivo da Tencent que agora chefia o negócio de entretenimento digital da Alibaba, disse em comunicado que a plataforma de games para dispositivos móveis será oferecida gratuitamente para desenvolvedores no primeiro ano. Ele não revelou quando o serviço será lançado.

A porta-voz da Alibaba, Florence Shih, disse que a novidade chegará ao mercado em um futuro próximo. “Não estamos desenvolvendo jogos para dispositivos móveis. Somos o operador”, ela acrescentou.

A plataforma da Alibaba terá que competir com a Tencent, que divulgou receitas de 338 milhões de iuanes (55,86 milhões de dólares) com jogos para dispositivos móveis no período de janeiro a março do ano passado.

(Com agência Reuters)

Publicidade