Controladora do Google ultrapassa Apple em valor de mercado

Resultados do último trimestre da Alphabet ficaram acima das estimativas do mercado e conglomerado deve aparecer no topo na abertura do pregão em Wall Street nesta terça

Por Da Redação - 1 fev 2016, 23h35

Os números da gigante da tecnologia Alphabet, controladora do Google, foram divulgados nesta segunda-feira e ficaram acima das expectativas do mercado. A empresa registrou um lucro líquido de 4,9 bilhões no último trimestre de 2015, um aumento de 5,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. A receita da Alphabet saltou 17,8%, para 21,33 bilhões de dólares – impulsionada por fortes vendas de anúncios em aparelhos móveis e no YouTube.

O resultado, o primeiro de uma nova estrutura de divulgação que visa melhorar a transparência dos números do conglomerado, agradou o mercado. As ações da Alphabet, que antes do anúncio fecharam em alta de 1,2% em Wall Street, a 770,77 dólares, dispararam 9% nas negociações pós-fechamento do pregão.

LEIA TAMBÉM:

Facebook fatura US$ 1,5 bilhão e dobra lucros

Publicidade

Por que a Apple está vendendo menos iPhones?

Com o desempenho de suas ações depois do fechamento, a Alphabet ultrapassou a Apple em valor de mercado. As ações combinadas da controladora do Google valem agora 568 bilhões de dólares, contra 535 bilhões de dólares de valor de mercado da Apple, que ocupava o primeiro lugar há quatros anos. A ultrapassagem deve ser confirmada na abertura do pregão regular em Wall Street, nesta terça. Apesar de registrar lucro recorde no último trimestre, a empresa criada por Steve Jobs vem sofrendo com a desaceleração nas vendas de iPhones.

No detalhamento dos números, a Alphabet divulgou ainda que a receita com anúncios do Google aumentou quase 17%, para 19,08 bilhões de dólares, enquanto o número de anúncios, ou cliques pagos, subiu 31%. Os anunciantes pagam o Google somente se alguém clicar na propaganda.

Prejuízos – As perdas operacionais totais em “outras apostas” – o que inclui os empreendimentos mais experimentais da empresa, como carros autônomos e lentes de contato que monitoram níveis de glicose – aumentaram para 3,57 bilhões de dólares nos 12 meses encerrados em 31 de dezembro.

Publicidade

Se as apostas da Alphabet produziram prejuízos, o principal braço do conglomerado teve números animadores: o Google registrou receitas de 74,5 bilhões de dólares, 13,5% a mais que no mesmo período de 2014.

(Com Reuters)

Publicidade