Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

CEO da Amazon doa US$ 2,5 milhões para apoiar referendo que defende casamento homossexual

Iniciativa de Jeff Bezos foi apoiada pela sua mulher, MacKenzie Bezos, e pretende mudar as leis de união civil no estado de Washington

Por Da Redação 27 jul 2012, 15h42

Jeff Bezos, CEO e fundador da Amazon, maior varejista on-line do mundo, doou 2,5 milhões de dólares em apoio a um referendo que defende o casamento homossexual no estado de Washington, nos Estados Unidos.

Leia também:

Casamento gay: para cada casal, uma sentença

Bezos e sua mulher, MacKenzie Bezos, decidiram entrar no debate após o tumulto da semana passada em torno do argumento de Dan Cathy, CEO da rede de restaurantes Chick-fil-A, que divulgou ser a favor da “família tradicional” e da “definição bíblica de unidade familiar”, alegando, dessa forma, ser completamente contra a união legal de casais do mesmo sexo.

O apoio financeiro foi direcionado ao Referendo 74, que defende o casamento homossexual no estado de Washington e que tem recebido críticas de grupos locais conservadores.

Bezos não é o primeiro astro da tecnologia a declarar apoio à causa. Bill Gates, cofundador da Microsoft, e Steve Balmer, CEO da companhia, doaram, cada, 100.000 dólares ao Referendo 74. O Google também anunciou recentemente os planos de uma campanha global chamada “Legalize o Amor”, cujo principal objetivo é apoiar o casamento gay em todo o mundo.

O Facebook, por sua vez, também foi simpático à questão e incluiu entre suas ferramentas ícones de casais do mesmo sexo para os status de relacionamento.

Continua após a publicidade
Publicidade