Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bono investe na nova startup do fundador do Twitter

Ex-presidente americano Al Gore também faz aporte. Confira outros famosos que já investiram em empresas nascentes de tecnologia

O cantor Bono, do U2, e o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, fizeram um investimento na startup Jelly, nova companhia de Biz Stone, cofundador do Twitter. O valor do aporte não foi divulgado pela empresa.

Leia também:

Biz Stone, Al Gore, Sean Parker e o ativismo digital

Trata-se da primeira série de investimentos. Entre os entusiastas do projeto também estão as empresas de investimento Spark Capital e SV Angel, além de outros dois fundadores do Twitter, Jack Dorsey e Evan Williams, o criador do LinkedIn, Reid Hoffman, o diretor de cinema Greg Yaitanes e o escritor americano Steven Johnson.

Stone não detalhou publicamente o que será a sua nova companhia, mas deu algumas dicas: “Os dispositivos móveis se tornaram centrais em nossa vida. A humanidade está mais conectada do que nunca e aí há uma grande oportunidade”, escreveu o empreendedor.

O nome Jelly é inspirado em um animal, a água-viva (jellyfish, em inglês). Segundo Stone, a escolha não foi à toa. “Neurologicamente, o cérebro da água-viva é mais ‘nós’ do que ‘eu'”, explicou. Isso significa que o serviço, ainda em fase inicial, será focado em comunidade. “Jelly será para todos os públicos, será desenvolvido para todos os dispositivos móveis e será gratuito”, afirmou em clima de suspense.

Ainda de acordo com o empreendedor, os aportes serão utilizados na contratação de novos talentos. Kevin Thau, responsável pelo aplicativo de música do Twitter, é um dos primeiros colaboradores contratados pela Jelly.