Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Vacina da Moderna é eficaz em crianças a partir de 12 anos, diz estudo

Empresa americana irá solicitar no início de junho a expansão do uso do imunizante para este público

Por Giulia Vidale Atualizado em 25 Maio 2021, 18h32 - Publicado em 25 Maio 2021, 09h26

A empresa americana Moderna anunciou nesta terça-feira, 25, que sua vacina contra Covid-19 é eficaz e segura na prevenção da doença em crianças e adolescentes de 12 a 17 anos de idade. De acordo com a empresa de biotecnologia, resultados do estudo fase 2/3 revelaram que a vacina apresentou 93% de eficácia contra a doença após a primeira dose, de acordo com critérios definidos pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês).

Já nos critérios definidos pela Moderna, a eficácia da vacina na prevenção de casos sintomáticos da doença, avaliada 14 dias após a aplicação da segunda dose, foi de 100%. Os resultados, anunciados em um comunicado, são baseados em um ensaio clínico que envolveu 3.732 crianças e adolescentes com idades entre 12 e 17 anos.

LEIA TAMBÉM: Sputnik Light: o que saber sobre a “nova” vacina russa contra a Covid-19

A Moderna disse que pretende pedir aprovação da FDA, agência americana que aprova medicamentos, para expansão do uso da vacina para este público no início de junho. Caso seja autorizado, este será o segundo imunizante liberado para essa faixa etária. Atualmente, o da Pfizer-BioNTech, que teve resultados semelhantes em testes clínicos feitos com crianças de 12 a 15 anos de idade, já teve seu uso liberado nos EUA em adolescentes a partir de 12 anos.

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade