Clique e assine a partir de 9,90/mês

Remédio para hipertensão provoca problemas gastrointestinais semelhantes aos da doença celíaca

Pesquisadores chegaram a essa relação após observarem que pacientes com esses sintomas que deixaram de usar o medicamento tiveram melhora

Por Da Redação - 22 jun 2012, 12h01

Pesquisadores da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, encontraram uma associação entre um medicamento comumente prescrito a pacientes com pressão alta e sérios problemas gastrointestinais. A droga, de acordo com o estudo, pode provocar sintomas semelhantes aos da doença celíaca, como náuseas, diarreias, vômitos e perda de peso. Os resultados do trabalho foram publicados nesta sexta-feira no periódico Mayo Clinic Proceedings.

Saiba mais

DOENÇA CELÍACA

É uma doença caracterizada pela intolerância ao glúten, uma proteína presente no trigo, na cevada e no centeio. Toda vez que um alimento com glúten é consumido, uma reação imunológica desencadeia-se no intestino e causa a destruição das vilosidades da mucosa, dobras que aumentam a absorção de nutrientes. Assim, com o tempo a doença leva a uma série de problemas, como anemia, perda de peso e outras doenças graves. Os sintomas incluem diarreia crônica, inchaço do abdome, anemia e vômitos. Mas algumas pessoas podem apresentar ainda perda de massa muscular, enxaqueca, baixa estatura sem causa aparente, atraso no desenvolvimento puberal, irritabilidade ou depressão, dores nas articulações, problemas no esmalte do dente, aftas recorrentes na boca, constipação intestinal, dermatite herpetiforme (erupções na pele) e fraqueza. Os sintomas podem aparecer juntos ou isolados, e de maneira mais agressiva ou branda.

Continua após a publicidade

Os autores do trabalho chegaram a essa relação após acompanharam, durante três anos, 22 pacientes com inflamação intestinal, diarreia crônica e outros sintomas da doença celíaca – nem todos haviam sido, de fato, diagnosticados com o problema. No entanto, os resultados dos testes de sangue desses indivíduos mostraram que eles não tinham anticorpos que costumam ser apresentados por pessoas com a doença celíaca. Eles também não responderam aos tratamentos convencionais para o problema.

Leia também:

Doença celíaca mata 42.000 crianças por ano no mundo

Ao analisarem os medicamentos tomados por esses pacientes, os médicos observaram que muitos deles faziam uso do Olmesartan, substância indicada para tratamento de hipertensão arterial. Quando os médicos determinaram que esses indivíduos deixassem de fazer o uso da droga, todos apresentaram melhora dos sintomas gastrointestinais, de acordo com a pesquisa.

Continua após a publicidade

“Nós pensamos, no início, que todos esses 22 pacientes tinham a doença celíaca, já que eles apresentavam sintomas parecidos. Porém, os exames de sangue de alguns deles eram diferentes, então concluímos que se tratava de outro problema”, diz Joseph Murray, coordenador desse estudo. “Queremos que os médicos tenham consciência sobre essa questão para que levem em consideração os medicamentos tomados por pacientes com problemas gastrointestinais. Nós identificamos a associação, agora esperamos que a ciência descubra o mecanismo pelo qual isso ocorre”.

Publicidade