Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Melatonina: uma ajuda para pegar no sono, agora autorizada no país

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária decidiu permitir o uso como suplemento alimentar

Por Paula Felix Atualizado em 19 nov 2021, 16h14 - Publicado em 19 nov 2021, 06h00

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou o uso de melatonina como suplemento alimentar para consumo diário máximo de 0,21 mg e apenas para pessoas com 19 anos ou mais. A decisão pela liberação foi unânime e ocorre depois de um longo tempo de debates a respeito da eficácia do produto. A autoridade sanitária informou que a formulação, que induz ao sono, é contraindicada a gestantes, lactantes, crianças e profissionais que precisam ter atenção constante ao desempenhar suas funções. Pessoas com doenças preexistentes e que utilizam outros medicamentos devem consultar um médico antes de consumir a substância.

Publicado em VEJA de 24 de novembro de 2021, edição nº 2765

Publicidade